QUERO DOAR R$ 10,00
by

Notícias do INSS. Juros de empréstimo consignado sofre reajuste.

Notícias do INSS. Juros de empréstimo consignado sofre reajuste.

O Ministério do Trabalho e Previdência Social emitiu resolução aumentando teto dos juros que podem ser cobrados pelas instituições financeiras dos segurados do INSS em empréstimo consignado e no uso do cartão de crédito.

O juro máximo no empréstimo consignado passa a 2,34% ao mês e o juro máximo nas operações realizadas por cartão de crédito passa a 3,36% ao mês. Essas novas taxas já estão valendo e quem for fazer um empréstimo já pode ter esse juro aplicado nas parcelas. Quem possui empréstimo já contratado não é afetado.

Veja abaixo a resolução como foi publicada.

MINISTÉRIO DO TRABALHO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL

CONSELHO NACIONAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL

RESOLUÇÃO Nº 1.328, DE 29 DE OUTUBRO DE 2015

O Plenário do Conselho Nacional de Previdência Social, em sua 221ª Reunião Ordinária, realizada em 29 de outubro de 2015, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela Lei no 8.213, de 24 de julho de 1991, resolveu:

Art. 1º Recomendar que o Instituto Nacional do Seguro Social - INSS fixe o teto máximo de juros ao mês, para as operações de empréstimo consignado em benefício previdenciário para dois inteiros e trinta e quatro centésimos por cento (2,34%) e para as operações realizadas por meio de cartão de crédito três inteiros e trinta e seis centésimos por cento (3,36%).

Art. 2º Esta resolução entra em vigor na data de sua publicação.

MIGUEL SOLDATELLI ROSSETTO Presidente do Conselho

Publicado no DOU nº 210, de 4/11/2015, Seção 1, pág. 67

Portal do Conhecimento Previdenciário. Pergunte sobre os benefícios do INSS

2 comentários :

Evaniza Fernandes disse...

Recebo o auxilio doença e fiz um emprestimo consignado de R$1800,00, com pagamento em 12 vezes em julho deste ano (2015), com desconto direto em folha.. Porem a prestação mensal excede os 50% do salario..
Recebo R$ 833,99 e eles me descontam R$ 451,00. Pergunto: isto e correto?
Posso tentar negociação direta com eles ou devo ir ao INSS?

Catarino Alves disse...

Evaniza
Isso é impossível, pois não há empréstimo consignado de auxílio doença e nem com parcela maior que 30%. Tem alguma coisa muito errada.