by

Procedimentos necessários para obter auxílio-doença no INSS.

auxílio-doença, procedimentos para requerer, INSS

Neste artigo vamos tratar dos procedimentos que o segurado da Previdência Social deve observar para requerer o benefício de auxílio-doença, que é pago pelo INSS quando o segurado fica incapacitado para o trabalho por doença ou por acidente. Os procedimentos que os segurados devem observar dependem do tipo de segurado:

1 – Segurado empregado:

a – o primeiro passo para que um segurado possa requerer o benefício de auxílio-doença é ter ido ao médico e ter obtido um atestado de afastamento do trabalho onde deve constar a doença diagnosticada, com o CID 10 apropriado, o tempo que deverá ficar afastado e laudos que comprovem a doença.

b – com o atestado em mãos o segurado empregado deve entregar à empresa para registro de seu afastamento.

c – se o tempo indicado no atestado for de até 30 dias, mesmo que seja mais de um atestado, o afastamento é pago  pela empresa. Obs.: Para afastamento ocorrido a partir de 18.06.2015 o prazo volta para 15 dias.

d – se o tempo indicado no atestado for maior que 30 dias o segurado terá que agendar atendimento no INSS no 31º dia, algumas empresas fazem esse registro, mas não é obrigação legal delas, por isso, quem tem que providenciar o agendamento é o empregado. O agendamento é feito pelo fone 135 ou pelo site da Previdência Social. A partir de 18.06.2015 o agendamento deve ser feito no 16º dia, pois voltou a regra da empresa pagar os primeiros 15 dias de afastamento.

e – no caso do item anterior o empregado deverá preencher, ou pedir que alguém da empresa preencha, o formulário de requerimento do INSS, que pode ser encontrado no site da Previdência. Para que a perícia seja realizado é obrigatório que o formulário seja entregue com o devido preenchimento onde é indicado o último dia trabalhado.

f – caso o motivo de afastamento do trabalho tenha sido causado por acidente de trabalho a empresa deverá entregar ao empregado uma cópia do comunicado de acidente de trabalho, CAT.

g – no dia agendado para a perícia médica o segurado deverá comparecer ao INSS com seus documentos pessoais, CTPS e o formulário de requerimento preenchido. Caso esteja hospitalizado ou em casa impossibilitado de comparecer ao INSS deverá requerer que a perícia seja feita no hospital ou onde se encontre. O pedido deve ser feito no momento do agendamento ou o mais breve possível.


2 – Segurado contribuinte individual, facultativo, segurado especial e empregados domésticos:

a – o primeiro passo para que um segurado possa requerer o benefício de auxílio-doença é ter ido ao médico e ter obtido um atestado de afastamento do trabalho onde deve constar a doença diagnosticada, com o CID 10 apropriado, o tempo que deverá ficar afastado e laudos que comprovem a doença.

b – com o atestado em mãos faz o agendamento da perícia junto ao INSS, pode usar o fone 135 ou o site da Previdência Social.

c – no dia marcado comparece ao INSS com seus documentos pessoais, atestado médico e laudos emitidos e os comprovantes das contribuições recolhidas. Caso não tenha condições de comparecer pode requerer perícia hospitalar ou domiciliar.

Para ter direito a requerer o benefício de auxílio-doença é preciso que o segurado tenha um mínimo de 12 contribuições, realizadas antes do mês em que ocorrer o afastamento. No caso de doenças graves ou acidentes não é exigido carência, mas é preciso que o segurado tenha qualidade de segurado. Saiba mais sobre qualidade lendo o artigo: O que é qualidade de segurado para fins de benefício no INSS.

Veja as alterações na regra da renda mensal do benefício de auxílio-doença: A renda mensal do auxílio-doença com regra da MP 664/2014.

Fórum do Consultor. Pergunte sobre os benefícios do INSS

134 comentários :

  1. Quando se tem criança menor á quanto de acréscimo no benefício?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mario
      Não entendi sua dúvida. Sobre que tipo de benefício você fala?

      Excluir
  2. estou desempregado e sofri um acidente que me impossibilita de trabalhar
    como faco ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tico
      Depende de muitos fatores, por isso deve ver no INSS qual é sua situação.

      Excluir
  3. Levei minha esposa ao inss e perito deu alta sem ao menos olhar pra ela e ler o laudo q o psiquiatra fez. Vou recorrer pois ela não tem condições nenhuma de voltar. Caso aconteça o mesmo em outra data da perícia de o médico nem ler o laudo. O q devo fazer?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafael
      Você pode registrar uma reclamação na ouvidoria do INSS, de pouco resultado, ou procurar um advogado e entrar na justiça.

      Excluir
  4. NÃO PAGO INSS DESDE 2008 TENHO DIREITO AO BENEFICIO,PORQUE HOJE ME ACIDENTEI E CORTEI O DEDO COM UMA SERRA ELETRICA TENHO ALGUM DIREITO,OBRIGADO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Geraldo
      Se não paga desde 2008 deixou de ser segurado e não terá nenhum direito.

      Excluir
  5. Boa noite.
    Devido a uma crise de labirintite por estresse no trabalho, o médico do plantão me atestou 5 dias, passando o prazo o meu otorrino me afastou mais 15 dias com Cid diferente. Agora, o mesmo me deu mais 10 dias para finalizar o tratamento.
    A pergunta é, somando todos dará 30 dias de afastamento, e eu não quero entrar na caixa pois quero sair da empresa assim que eu retornar. Entregando este último atestado de 10 dias onde totalizaram 30 dias, eu entro pela caixa??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raíssa
      Até 30 dias é a empresa que paga, a alteração que ocorreu hoje, 18.06.2015, não vale no seu caso.

      Excluir
  6. boa tarde!!

    tenho um funcionario que ira operar o joelho e tera que se afastar por 2 meses, vou preencher a guia do inss, mas ali pede em vermelho o cid, oque significa??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dryka
      A empresa só preenche a parte que indica o último dia trabalhado. O resto é com o médico.

      Excluir
  7. Obrigado.
    Mais uma dúvida.
    Procurei advogado do sindicato e o mesmo disse q a doença da minha esposa teria q ter aberto um CAT pois foram assaltos q aconteceu dentro da empresa onde ela trabalha onde ela veio a adoecer. Ele mesmo abriu o CAT porém só daqui 1 mês q tem vaga pra passar com médico do CAT. O q senhor sugere eu espero ela passar pelo CAT pra depois agendar a reconsideração no inss?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafael
      Não, deve observar os prazos, no INSS pouco adianta levar a Cat preenchida.

      Excluir
  8. ola o medico me deu 40 dias de afastamento o que devo fazer pra nao entra no inss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Açucena
      Pode voltar ao trabalho antes ou ficar sem receber o período que exceder ao que a empresa paga.

      Excluir
  9. SR CATARINO ALVES ,DEI ENTRADA NO AUXÍLIO DOENÇA NO DIA 14/04 GOSTARIA DE SABER COMO FICA O CÁLCULO DO VALOR QUE TENHO DIREITO A RECEBER,SE É A MÉDIA DOS ÚLTIMOS 12 SALÁRIOS OU SE É PELA REGRA ANTIGA.MUITO OBRIGADO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sandro
      A fórmula faz a média geral e compara com a média das 12 últimas e paga o valor que for menor.

      Excluir
  10. Boa noite estou com uma duvida estou atestada até dia 25 minha medica me deu mais 10 dias quero saber se a empresa pela nova lei vai aceitar é o mesmo cid então dá 25 dias com dois atestados .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Natalia
      A empresa tem que pagar os primeiros 30 dias, a nova regra só vale para afastamento a partir de 18.06.2015.

      Excluir
  11. Prezado Catarino,
    Fiz uma cirurgia no dia 12 de junho e o médico me deu um atestado de 15 dias. Amanhã, dia 25/06, farei uma revisão para retirada de pontos e possivelmente ele me deixará afastado por mais 15 dias, para o meu pronto restabelecimento. Sendo assim pergunto: com dois atestados, um no dia 12, já enviado para a empresa, e um segundo, com a mesma CID, sendo dado no dia 25/06, continuará valendo a regra para 30 dias afastados pela empresa? A empresa pode de alguma forma me obrigar a pedir a perícia médica do INSS?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Massimiliano
      Vale os 30 dias e não adianta ir ao INSS que eles não vão aceitar.

      Excluir
  12. Boa tarde
    No dia 11.06.15 na volta do meu serviço,cai de moto e machuquei o braço, no caso estou di atestado ate amanha, e amanha feicha 15 dias , provavelmente eu volte na sexta, a minha empresa nao pode me emcostar no inss por estar fazendo 16 dias ? Grata

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kelly
      Não pode, pois a empresa tem que pagar até 30 dias.

      Excluir
  13. O inss me paga os dias em que eu ficar esperando a pericia ?
    Tipo, se demorar um mes pra passar pela pericia, eu recebo meu salario ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luana
      Não, só depois da perícia feita.

      Excluir
    2. liguei para o 135 da previdência e a atendente me falou que a partir da data do pedido do auxilio doença ,16º dia até a data da perícia o funcionário já recebe esses dias e ai se for segurado no dia da perícia ai já conta a partir da data da perícia o próximo pagto.

      Excluir
  14. Olá, eu preciso fazer uma cirurgia na mama. Posso pedir o auxilio doença antes de fazer a cirurgia ? Se não,em quanto tempo após tem que dar entrada?
    É a empresa que me envia para o INSS?
    Que documentos devo levar ao INSS?
    Que documentos devo pedir na empresa?
    Que documentos devo pedir ao médico?
    Vi numa reportagem que o INSS está negando o beneficio para quem tem câncer de mama. Isso é verdade?
    Se meu beneficio for negado,que devo fazer ?
    Obrigada,
    Iolanda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Iolanda
      Tem que falar com seu médico que pode indicar o afastamento antes da cirurgia. As demais perguntas estão respondidas no artigo.

      Excluir
  15. Boa noite! Sr. Catarino, meu marido está a espera de uma cirurgia de joelho há 2 anos, essa cirurgia é uma das mais demoradas por falta de hospitais que realizam a mesma. Ele sente muitas dores e tem dia que não aguenta nem andar direito, seria possível o afastamento dele até realizar a cirurgia? O que devo fazer? Ele trabalha registrado. Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mila
      Isso é o médico dele que tem que dizer.

      Excluir
  16. Bom dia, eu tenho 4 meses de empresa e com uma licença de 30 dias pelo psiquiatra. Pois um dia ao ir ao trabalho eu fui sequestrada e abusada. Cheguei a fazer o B.O. e desde então eu tenho sofrido com a síndrome do pânico, estou tomando medicação mais mesmo assim ainda não me sinto apta ao trabalho como eu devo proceder? O médico disse que ta pensando em prolongar a minha licença

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paula
      Não entendi sua dúvida, você está recebendo do INSS ou quer ir fazer perícia, tem só 4 meses de trabalho? Leia o artigo que tem maiores detalhes.

      Excluir
    2. O psiquiatra me deu atestado de 30 dias após o abuso. Sendo que ele está pensando em me dar mais tempo em casa. Pois desenvolvi a síndrome do pânico. Agora eu queria saber se teria direito ao auxílio, pois só tenho 4 meses nessa empresa

      Excluir
    3. Paula
      Se tem só 4 meses não tem direito, pois a carência mínima é de 12 meses.

      Excluir
  17. Quero saber se a carta do medico para eu entrar no inss pode ser com datas diferentes, meu medico me seu a carta em uma data e o atestado de 15 dias em outra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gilmar
      Não existe carta de médico o que existe é o atestado e laudos da doença, os peritos irão olhar o atestado que diz quando ficou incapacitado.

      Excluir
  18. boa tarde, meu nome é Adeilton tenho 34 anos e fui dispensado do trabalho dia 29 /06 com problema de coluna o que faço? tenho algum direito?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcus
      Para ser demitido era preciso fazer o exame médico do trabalho, se está doente reclame no sindicato que vai fazer a homologação da demissão.

      Excluir
  19. Fiquei afastada por 2 meses pelo cid 41.0, passei por uma nova perícia e me deram alta, faz 5 dias q voltei a trabalhar e estou tendo dificuldades , sentindo mau....a empresa diz que durante 60 dias não posso levar atestado pela mesma doença, é legal isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rose
      Não é verdade, durante 60 dias pode apresentar novos atestados, no entanto a empresa não paga nada, tem que ir ao INSS mesmo que o atestado seja de um dia.

      Excluir
  20. QUERIA SABER QUAIS AS MINHAS CHANCES DE PROCESSAR E GANHAR CONTRA A EMPRESA, E SE EU POSSO DAR ENTRADA NO AUXILIO DOENÇA MESMO DESEMPREGADO?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcus
      Mantém o direito por 12 meses depois que saiu do emprego, quanto a processo judicial não sei informar, sugiro que procure um advogado.

      Excluir
  21. Boa noite. Estou gestante de 6 meses, tive uma inflamação nos nervos da mão e braço (síndrome do túnel do carpo) meu médico me deu 5 dias não melhorei e fui ao hospital com MTA dor e o ortopedista me meu mais 15 dias e um laudo dizendo que estou com a síndrome do túnel do carpo. Tudo isso começou dia 19/06... Entreguei os atestados na empresa e a mesma não me informou nada. A previsão para eu voltar ao trabalho é 8/07... Minha dúvida. Eu vou ser afastada pelo INSS? A empresa teria que me informar alguma coisa caso me mandem p o INSS?
    Obrigada desde já.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Taiz
      A empresa não faz nada é você que tem que ligar para o fone 135 e agendar o atendimento, leia o artigo que está tudo explicado.

      Excluir
  22. Bom dia,
    Devido a um problema de saude que meu marido teve, o médico da empresa deus ele um atestado de 15 dias, no dia 16/06, hoje deu outro de mais 15 dias e o aconselhou a dar entrada. No INSS.
    A empresa alega que já estava valendo a nova lei de 15 dias novamente..
    Ta correto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Patrícia
      Ele tem que agendar o atendimento no INSS e depois conforme a decisão do INSS cobra da empresa os dias que cabe a ela.

      Excluir
  23. Então, fui encaminhado para perícia a partir do dia 31/05. Ontem 01/07 fui na médica pegar o último atestado de 90 dias de tratamento, sendo que o atestado anterior ao de ontem tinha acabado dia 12/06. Minha dúvida é se o inss conta esses outros 90 dias a partir do dia 12/06 ou a partir da data de ontem( por ser a data que consta no atestado).
    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ederson
      Não entendi sua dúvida. Se fez perícia em 31.05 o benefício foi concedido? Se foi concedido quando irá cessar? Se já cessou pediu prorrogação antes da cessação? O INSS não olha atestado, o que vale é a decisão do perito.

      Excluir
  24. Estou afastado por acidente de trabalho quanto que a empresa tem que me pagar pelos 30 dias é o valor do olerite ou o da carteira de trabalho é uma media de quantos meses?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deve pagar da mesma forma que pagava antes.

      Excluir
  25. boa tarde eu gostaria de saber se pra se afasta agora e 30dias ou 15dias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ely
      Até 15 dias a empresa é que paga, depois é com o INSS.

      Excluir
  26. Bom dia, passarei por um procedimento cirúrgico que me deixará afastado das minhas atividades por uns 2 meses, o procedimento é o mesmo citado acima? Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Portal
      Sim, não importa o tempo que vai ficar afastado

      Excluir
  27. Boa noite! meu beneficio foi cortado, eu já havia recebido 5 competências, fui afastada pelo laudo perito com incapacidade de retornar minhas atividades pois apresentei problema de labirintite o que devo fazer para resolveu logo que nao tenho condições físicas de voltar a trabalhar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Polly
      Tem que ir no INSS ver o que houve, pois pelo que diz não dá saber o que ocorreu.

      Excluir
  28. Ola, dei baixa na minha carteira de trabalho em novembro de 2014 e voltei a contribuir faz 2 meses, no mes de junho necessitei fazer uma cirurgia e vou ter que fazer repouso de 60 dias, eu tenho direito ao auxilio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, mantém o direito por 12 meses após o mês que parou de contribuir, desde que já tenha 12 meses pagos.

      Excluir
  29. boa noite CATARINO,fiz uma cirurgia e minha pericia vai ser dia 21 mas a medica só mim deu os atestados e não mim entregou o laudo ,gostaria de saber o quem escrito no laudo!obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Val
      Não tenho conhecimento para lhe responder.

      Excluir
  30. Boa noite Catarino, estou com hernia de disco, fui demitido a 1 mês, quero da entrada no auxilio doença mais nesse ultimo trabalho fiquei apenas 9 meses, mais tenho muitos anos de contribuição no INSS, quero saber se essa carência de 1 anos é do ultimo trabalho ou se somadas a todas as contribuições? desde ja agradeço e parabens pelo o texto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Allan
      Soma todas as contribuições e mantém o direito por 12 meses a contar do mês seguinte ao que saiu do emprego.

      Excluir
  31. ola, estive de atestado por 15 dias, voltei a cerca de 2 semanas e então precisei dar +1 dia, a empresa disse que eu teria que entrar pelo INSS, no meu caso minha folga seria amanha e depois e então começaria meu período de ferias que já foi assinada e eu já recebi, o INSS me afastara ou ira pagar esse 1 dia?, não sei bem como isso funciona, e as minhas ferias como ira proceder?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruno
      Se for para o INSS perde o direito à férias, só poderá ter depois que voltar ao trabalho, leia o artigo que tem os detalhes.

      Excluir
  32. Apresentei um CID: F41 (12dias) no dia 23 de junho de 2015 e um CID: F43 (10 dias) 13 de julho de 2015
    Será q terei q passar por perícia do INSS?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Breno
      Nessa data a empresa paga 15 dias, depois é no INSS, leia o artigo que isso está explicado.

      Excluir
  33. Ola, sofri um acidente sou de menor e o condutor também, quem assumiu foi o dono do carro que é o namorado da irmã do menor, fui no DPVAT e falarão que só iria receber as despesas, mais foi pelo público então não receberei nada isso é verdade? bom já tenho 1 mês e 28 dias de afastamento da empresa, apenas recebi da empresa os meus dias trabalhados, porém esses 30 dias parado receberei da empresa ou são apenas os 15 dias e o restante é pelo INSS ??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alexandre
      Se o acidente ocorreu entre o dia 01.03 e 17.06 a empresa paga 30 dias, se foi depois paga 15 e o resto é no INSS, leia o artigo que vai entender.

      Excluir
  34. Boa tarde,

    estou gravida com uma doença de hiperemese gravidica, e a empresa apos os 30 dias de afastamento, solicitou a minha licença no dia 2/06/2015 me encaminhando para o inss, a minha primeira pericia foi marcada para o dia 13/07/15. levei no ato da pericia o laudo da minha medica de hiperemese gravidica que dizia que eu estava impossibilitada de trabalhar e levei os exames de placenta baixa, no qual eu preciso de repouso absoluto, o perito me fez umas 3 perguntas, e mal me olhou, somente olhou o laudo e nao quis ver os exames, me mandou esperar o laudo la fora, e o resultado do laudo foi: deferimento do pedido, em atenção ao meu pedido de auxilio doença apresentado dia 10/06/15 foi concedido o pedido de beneficio ate o dia 13/07/15. vou entrar com o pedido de reconsideração,pois fui na minha empresa passando mal e a medica de la falou, que eu nao posso voltar hoje dia 14/07/15 e amanha apresentar um atestado, que nao sera abonado, em um prazo de 60 dias. melhor entrar direto com o pedido de reconsideração, a minha pergunta é ao Dr. e se for negado, ficarei sem receber da minha empresa e do inss, esse periodo que esperei em casa ate o pedido de reconsideração ? e o medico do inss poderia ter contestado o laudo da minha medica, me liberando para trabalhar, sendo que a minha medica dizia que nao posso.? Grata. Francelaine Ferreira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Francelaine
      Se não for concedido não recebe de ninguém, os peritos do INSS nem querem saber do que o médico diz no atestado, decidem pela vontade deles.

      Excluir
  35. Boa noite! irei fazer uma cirurgia no punho para retirada de um cisto, eu trabalho por conta não sou registrado! mas pago o INSS em dia gostaria de saber como que eu faço para obter o auxílio doença e como faço.. tenho esse direito ? Grato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo
      Se já pagou 12 meses terá direito, leia o artigo que tem todas as informações que precisa para pedir o benefício.

      Excluir
  36. Bom dia .minha esposa esta com problemas de ma circulaçao nas pernas e a medica lhe deu na primeira vez 7 dias depois 6 dias depois 4 dias e agora por ultimo lhe deu 11dias para. fazer tratamentos .gostaria de saber se ela pode se encostar com essa quantidade de dia s o primeiro atestado foi no dia 11/06

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jose
      Se ela é segurado pode ter direito, veja o artigo que tem os detalhes.

      Excluir
  37. ola sofri um acidente de trabalho onde fiquei de atestado por 14 dias ao passar pelo medico da empresa o mesmo me liberou ao trabalho onde retornei por 1 dia no dia seguinte a empresa me liga e diz pra mim nao ir ao trabalho naquele dia e que era para passar pelo medico da empresa novamente onde o mesmo me encaminhou ao inss contando do dia em que me acidente desconsiderando o dia em que trabalhei sera que isso esta correto? essa contagem nao zeraria por que retornei ao trabalho e trabalhei 1 dia?

    ResponderExcluir
  38. Boa tarde gostaria de tirar algumas duvidas DR,
    Estava de atestado por 30 dias pois estou com as doenças dos cid F43/F41 e além disso estou gestante.
    Minha médica pediu o afastamento por tempo indeterminado pois ainda não estou bem, dei entrada no pedido da pericia do inss porém só faço 1 ano de empresa no proximo mes, se meu pedido de afastamento não for aceito por conta do tempo de trabalho posso pedir um reagendamento no mes de agosto quando completo 1 ano de trabalho? Desde já obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deise, pode sim, mas pode não ter direito por já estar doente e sem ter a quantidade mínima de contribuição.

      Excluir
  39. Quebrei o braço em 28 de abril, fiquei 22 dias internado,passei por cirurgia em 19 de MAIO, o médico durante a internação me meu um atestado de 90 dias, mas um laudo dizendo que eu estava internado para cirurgia, informando o CID do caso, bem após a cirurgia, no acompanhamento no ambulatório, outro médico, no terceiro retorno, me deu alta emitiu um laudo, dizendo o dia da internação, da cirurgia e da alta que é 15 de JULHO, mas o atestado anterior, vai até 28 de JULHO, fui na empresa, eles me disseram que volto em 28 de JULHO, como faço entrego esse novo laudo, junto com o da internação? N entrego? É necessário esse laudo do acompanhamento? A empresa tem que me receber antes do período do atestado anterior?

    ResponderExcluir
  40. Bom Dia, estou com uma duvida pode me ajudar? um amigo meu, sofreu um acidente trabalhando, passou pelo exame do INSS e eles liberaram o meu amigo. Ele recorreu para que fosse feito um novo exame pois ele não esta apto para trabalhar. só que mesmo assim novamente o INSS considerou ele apto para trabalhar. o que ele deve fazer agora? ele ja tem o CAT
    obrigada

    ResponderExcluir
  41. Estou afastada desde do dia 01/07/15 por problema renal, ficarei 30 dias terei que procurar o inss?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se quer entrar em benefício tem que agendar o atendimento.

      Excluir
  42. boa tarde, estou gravida de 16 semanas e sou autônomo, pago em dia meu INSS , queria saber se tenho direito ao auxilio doença pois estou com gravides de risco por pressão alta como sou diarista não consigo cumprir com minhas tarefas já perdi 4 clientes. se caso tenho direito qual o documento que posso pedir a minha medica para dar entrada e se tenho que ter algum laudo de emergência constando que passei mal. . obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia o artigo que nele tem tudo o que precisa para pedir o benefício.

      Excluir
  43. fui afastado da empresa com 18 dias de atestado sem ao menos o medico da empresa ter me examinado,pode isso?

    ResponderExcluir
  44. Bom dia. a empresa errou comigo falando que era trinta dias. Mais sendo que voltou a lei dos quinze. Estou afastado desde o dia 23 com o atestado de trinta dias. Será que ainda vou ter direito ao benefício?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yan
      Esse assunto é bem confuso mesmo, agende o atendimento o quanto antes.

      Excluir
  45. ola,
    meu namorado sofreu um acidente de trabalho perdendo dois dedos da mao direita o indicador e o medio ,
    gostaria de saber se ele aposenta ??
    e quanto tempo demora para ele comeca a receber do inss ??
    o acidente ocorreu dia 19/05/2015 e a pericia esta marcada para dia 10/08/2015.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luanna
      O primeiro pagamento é feito 15 dias depois de ser concedido.

      Excluir
  46. Auxílio de doença só pode da entrada com quantos meses de contribuição em caso de uma cirurgia.

    ResponderExcluir
  47. Olá
    Fui ao medico e ele me afastou do trabalho por 15 dias no dia 06/07/2015
    retornei dia 23/07/2015 e ele me deu mais 10 dias totalizando 25 dias
    fui no meu trabalho e eles me encaminharam para o inss para receber o aux doença,
    não quero ter que passar por isso tudo porque tenho certeza que em 10 dias estou bem e posso voltar ao trabalho.
    depois desses 10 dias de atestado posso voltar ao trabalho mesmo sem receber ou corro risco de ser demitido por justa causa se não der entrada?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felps
      Se não quer é só voltar e pronto, só terá os dias que não trabalhou descontados do seu salário.

      Excluir
  48. Bom dia, fiz uma cirurgia nasal dia 26/06/2015 e recebi um atestado de
    30 dias e depois outro atestado de 15 dias, totalizando 45 dias. No 16º dia fiz o agendamento de minha perícia e só tinha disponibilidade para dia 13/10/2015. A empresa alegou que não posso retornar ao trabalho após o fim do atestado, só após a perícia, Então gostaria de saber se o INSS me pagará por todo esse tempo que não poderei voltar a empresa (3 meses), pois meu atestado é 45 dias, os 15 primeiros dias são da empresa e legalmente 30 dias do INSS, mas por a perícia ter ficado muito além do prazo estou acobertado a receber pelo INSS do 16º dia até o dia da perícia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcos
      Se for concedido receberá até o dia da perícia, se nesse dia já estiver curado.

      Excluir
  49. Prezado boa tarde

    Minha dúvida é a seguinte, estive afastado com benefício 91 e retornei ao trabalho há exatamente um mês.
    Pelo que me informei, se eu pegar qualquer atestado durante os primeiros 60 dias, serei encaminhado diretamente para o INSS não importando a quantidade de dias do atestado.
    Gostaria de saber quando se trata de CID diferente ao que me afastou, também serei encaminhado ao INSS nesse caso?
    Não achei na lei onde diz isso, porém tenho lido em vários lugares, uns dizem que não importa o CID, já outros dizem que deve ser o mesmo CID pra que ocorra o novo afastamento.
    Por favor me tira essa dúvida.
    Obrigado.
    SC

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se for CID totalmente diferente do que deu o afastamento volta a ter os primeiros 15 dias pagos pela empresa.

      Excluir
  50. Boa noite!
    Fui indicado por um amigo para contactar vcs na área previdenciária.
    Sou bancário há 12 anos e trabalho como caixa há 10 anos e com isso adquiri tendinite crônica nos membros superiores, e há cerca de 6 anos venho fazendo exames e acompanhamento médico. Mas chegou a um ponto que não consigo trabalhar direito, pois tenho dores constantes, dormência e fraqueza no braço.
    Meu médico me deu um laudo e um atestado de 120 dias para me tratar com medicamentos e fisioterapia.
    Fui pra pericia e o perito me deu o código B31 só até a data da perícia e afastou o nexo de causalidade(B91). Porém não terminei o tratamento e ainda sinto muitas dores.
    Desta forma, não voltei a trabalhar, pois não tenho condições e marquei a Reconsideração no INSS, que será dia 11/08/15.
    Tem alguma solução pro meu caso?
    É possível recorrer de uma perícia contrária?

    Vinicius

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vinicius
      Depois da reconsideração, se for negada, pode entrar com recurso, é um processo demorado. Casa a empresa tenha emitida a CAT pode pedir uma via e levar no dia da perícia.

      Excluir
  51. Ok. Mas na primeira perícia eu levei a CAT, e mesmo assim o perito afastou o nexo causal.
    E ainda me deu apto ao trabalho! Mesmo eu demonstrado o tratamento contínuo.

    ResponderExcluir
  52. Boa tarde, minha esposa fez uma cirurgia dia 09/07 e foi afastada até 09/08 , agendada a pericia para 03/08, sabemos que os primeiros 15 dias a empresa paga, gostaria de saber se o medico poderá dar alta e o inss pagará o tempo até o dia da parecia ou ele poderá dar alta para o dia 09/08 cumprindo os 30 dias de atestado e o inss pagará ? , gostaria de saber se é marcado uma nova pericia no fim do prazo ou se tem o risco dela perder o beneficio e não receber nada da parte do inss ? ou até mesmo de acabar sendo afastada por mais tempo do que o atestado atesta por burocracias os prazos de pericia ou processo, obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Denis
      Não há como prever qual vai ser a decisão do perito do INSS, todas as alternativas podem ocorrer.

      Excluir
  53. Ola boa tarde Sr. Catarino tive um acidente no dia 15/06/15 fui afastado por 60 dias dei entrada no INSS e agendaram minha perícia para o dia 26/08/15 mais eu retorno para o trabalho no dia 15/08/15 queria saber se recebo o benefício depois da perícia ou eu recebo no início do mês...pois se for depois da perícia vou passar o mês de agosto sem dinheiro algum

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruno
      Não pode retornar antes do dia da perícia e só recebe 15 dias depois da perícia.

      Excluir
  54. Catarino Alves, boa tarde .

    estou com uma duvida, tive um problema de saude e fui afastado,passei pela pericia e concederam o auxilio ,antes de terminar fui ao medico que me acompanha e o mesmo me deu laudo dizendo que deveria continuar afastado. ai vem minhas duvidas a empresa mandou ir na medicina e o medico deu alta,sendo que o medico que me acompanha disse ao contrario . isso esta certo?
    voltei a trabalhar e coloquei um atestado de 15 dias e me disseram que n iriam aceitar pois so depois de 2 meses de trabalho.


    segundo - o inss esta em greve e ja remarcaram 2 vezes para fazer a pericia de prorrogação ,irei receber mesmo sem passar pela pericia?quando realmente terei que voltar a trabalhar?

    grato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antonio
      Se pediu prorrogação vai continuar recebendo e não deve voltar ao trabalho sem ter feito a perícia, não importa o que o médico da empresa diga.

      Excluir
  55. Então vou passar 45 dias sem nenhum dinheiro e com a esposa grávida...Tamo precisando urgentemente de uma reforma política mto obrigado Sr. Catarino

    ResponderExcluir
  56. TO COM DUAS HERNIA DE DISCO E UMA ESCOLIOSE TENHO DIRETO DE ME ENCOSTA SINTO MUITAS DORES

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ronaldo
      Não tenho como opinar em matéria médica, mas é segurado leia o artigo e veja o que precisa para fazer o pedido.

      Excluir
  57. Bom dia, meu marido sofreu um acidente e recebeu um atestado de 30 dias, sendo que a empresa não deu entrada no 16 sexto dia no beneficio do auxilio doença e so agora com mas de 30 dias que mim disseram que eu vou ter que solicitar vou perder meus 15 dias restantes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thaide
      Não é obrigação da empresa ir ao INSS, isso tem que ser feito pelo segurado, se não fez o INSS não irá pagar.

      Excluir
  58. o meu medico me afastou por 60 dias, a empresa pagou 30, ai fui no inss e eles so me deram mais 15, agendei uma nova pericia , pois queria os 30 dias que o meu medico tinha dado. Nesse caso eu preciso de outro atentado medico, ou o que levei anteriormente serve

    ResponderExcluir
  59. olá boa tarde fui diagnosticado que tenho espondiloartrose (lombalgia) ja algum tempo
    estou fazendo tratamentos com remédios e fisioterapia ...mas ainda não tive sucesso a empresa abonou os dias que estava com atestado mas agora não vai poder mais tenho pois acabou os dias de atestado mais a fisioterapeuta não mim deu alta mas vou passar com o ortopedista dia 10 será que tenho que pedir para ele um atestado para começar o processo com o inss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ruan
      Se vai ficar sem trabalhar por mais de 15 dias tem que ir ao INSS.

      Excluir
  60. Ola Sr. Catarino só mais uma duvida meu acidente foi no dia 15/06/15 eu recebo da empresa até dia 15/07/15 certo?

    ResponderExcluir
  61. Não intendi temnum post um pouco acima em que o Se. Diz que se o acidente foi entre 01/03 e 17/06 a empresa paga 30 dias após isso são apenas 15 que a empresa paga o resto é com o INSS meu acidente foi no dia 15/06 dois dias antes do dia 17/06

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruno
      Ocorre que mudou tudo com a transformação da MP em lei, voltou aos 15 dias, assim se a empresa não pagou na época agora é o INSS que vai pagar.

      Excluir
  62. Prezado , boa tarde!

    No dia 19/07 eu sofrir um acidente , peguei 15 dias de atestado , e o médico me afastou por mais duas semanas para o término do tratamento. Liguei no 135 e marquei a perícia está pro dia 29/09, tempo mais do que suficiente pra minha recuperação , caso meu médico me libere antes da data da perícia , eu posso voltar ao trabalho ?

    Obrigado
    Fabrício

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabrício
      Se a empresa aceitar que volte antes da perícia pode voltar, no dia da perícia informa ao perito o dia que retornou.

      Excluir
  63. Prezado Catarino, Boa tarde!

    Sofri um acidente de moto no percurso de volta pra casa, sendo considerado acidente de trabalho. No hospital foi preenchido o CAT e encaminhado à empresa. Esta que marcou a perícia no INSS para 10/08 e por ter atestado de 30 dias pela nova legislação entendi que o meu salário será pago pelo INSS. Estou a 8 meses na empresa. Minha dúvida é : o salário a ser pago durante o afastamento é integral?

    Agradeço desde já.

    Renata

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Renata
      A empresa paga 15 dias o resto é pelo INSS, a renda é 91% da média das contribuições.

      Excluir
  64. Olá,estou trabalhando a 15 dias no meu novo emprego.Eu tenho problemas na coluna a um bom tempo,meu trabalho é só sentada e isso está me causando muitas dores.Fui parar no pronto socorro e pegue 03 dias de atestado,a empresa deve me encaminhar com o médico do trabalho? Eu posso tentar encaminhar auxilio doença?
    Sirlei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sirlei
      Se ficar mais de 15 dias tem que ir ao INSS.

      Excluir

Deixe seu comentário sobre o blog, caso queira tirar uma dúvida use o Fórum do Consultor, é só clicar na link abaixo:
Fórum do Consultor

Postagens populares