Camly - A Responsive Blogger Theme, Lets Take your blog to the next level.

This is an example of a Optin Form, you could edit this to put information about yourself.


This is an example of a Optin Form, you could edit this to put information about yourself or your site so readers know where you are coming from. Find out more...


Following are the some of the Advantages of Opt-in Form :-

  • Easy to Setup and use.
  • It Can Generate more email subscribers.
  • It’s beautiful on every screen size (try resizing your browser!)
by

Regras usadas pelo INSS para aceitar procuração de seus segurados.

a procuração no INSS, segurados do iNSS

Neste artigo vamos explicar as regras que o INSS utiliza para aceitar que um segurado seja representado por procuração. Quando um segurado precisa ser representado perante o INSS terá que cumprir as seguintes regras, de acordo com o serviço pretendido:

1 - requerimento de benefício: neste caso o representante do segurado deverá apresentar ao INSS um instrumento de procuração, juntamente com seus documentos pessoais, que pode ter sido emitido na forma particular ou pública. O INSS fornece um formulário próprio que facilita a emissão da procuração. Veja o formulário neste link.

2 - receber valores: neste caso a procuração deve ser apresentada juntamente com um comprovante do motivo que impede o segurado de comparecer ao banco para efetuar os saques dos valores a sua disposição. Os motivos são:

a - doença grave ou incapacidade de locomoção: neste caso deve ser apresentado um atestado médico com data de emissão de até 30 dias do dia do atendimento.

b - viagem ao exterior: neste caso deve apresentar um documento que comprove a viagem.

c - recolhimento à prisão: neste caso deve apresentar um atestado do presídio comprovando o recolhimento.

d - internação em clínica de recuperação de dependentes químicos: neste caso a clínica deve atestar que o segurado se encontra internado.

3 - outros serviços: o representante do segurado deve apresentar a procuração da mesma forma que o item 1.

A procuração emitida de forma particular não precisa ter firma reconhecida do outorgante, no entanto, o representante deve levar os documentos do segurado e os seus próprios. Se o segurado ou o procurador for analfabeto a procuração terá que ser, obrigatoriamente, emitida em cartório.

Quando o segurado outorgante não tem condições de assinar o instrumento de procuração, porém, tem como manifestar sua vontade, a procuração poderá ser feita no cartório ou um representante do cartório vai até onde se encontra o segurado para emitir a certidão.

Fórum do Consultor. Pergunte sobre os benefícios do INSS

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre o blog, caso queira tirar uma dúvida use o Fórum do Consultor, é só clicar na link abaixo:
Fórum do Consultor

Postagens populares