QUERO DOAR R$ 10,00
by

Como Calcular Tempo de Contribuição Previdenciária na Internet.

Como Calcular Tempo de Contribuição Previdenciária na Internet.

Neste artigo vamos explicar, de forma simples, como um cidadão pode fazer a contagem do tempo de contribuição que possui no INSS, utilizando um formulário no site da Previdência Social e os documentos e comprovantes que possui. 

Para que um cidadão venha a ter direito a aposentar-se no INSS é preciso que tenha somado um determinado número de contribuições. O tempo de contribuição no INSS é contado mês a mês e para se aposentar por idade, por exemplo, é preciso ter um mínimo de 15 anos de contribuição, exatos 180 meses, e para se aposentar por tempo de contribuição os homens precisam completar 35 anos de contribuição e as mulheres precisam 30 anos.

A aposentadoria precisa ser pensada desde cedo para que quando chegue o momento de requerer não haja muitas dificuldades para encontrar documentos e acertar casos de empregos ou contribuições que não estejam registradas no sistema previdenciário brasileiro. A melhor maneira de não ser surpreendido por falhas, principalmente para casos antigos em que localizar documentos ficam mais difícil, é fazer a contagem do tempo de contribuição.

Como calcular o tempo de contribuição que um cidadão tem no INSS? Na prática a contagem é relativamente fácil, basta acessar o site da Previdência Social e preencher um formulário com os dados de início e fim de cada emprego ou período que contribuiu por conta própria e terá, como resultado, o somatório. Para fazer a contagem de forma que não apresente erros é preciso que o cidadão siga as seguintes orientações:

1 - verificar se os dados cadastrais estão corretos no INSS, para isso terá que comparecer em uma agência da Previdência Social e requerer um extrato dos dados cadastrais e dos vínculos e contribuições;

2 - ter em mãos todas as carteiras de trabalho que possui com registros de empregos e todos os carnês e guias de contribuição que tenha feito como contribuinte individual e

3 - conferir os dados que constam no extrato retirado no INSS com as anotações que possui em carteiras de trabalho e carnês e guias de contribuições. Caso haja algum emprego ou período contribuído que não aparece no INSS terá que agendar um atendimento para acerto de dados e, no dia marcado, levar todos os documentos que possui para que seja feito o acerto.
          
Voltando a contagem de tempo o site da Previdência Social irá apresentar um quadro onde pede a digitação do número do NIT, que também pode ser chamado de PIS ou NIS, que é o número de registro do cidadão junto à Previdência. Para fazer a contagem do tempo siga os seguintes passos:

Como calcular o tempo de contribuição no INSS pela internet.

1 - Na primeira tela deve ser digitado o número do NIT e mais as letras que aparecem em uma imagem e dar enter;

2 - Na segunda tela vai aparecer os dados do segurado é só dar enter e seguir;

3 - Na terceira tela aparecem os vínculos e contribuições que o sistema encontrou para o NIT informado. Confira os dados apresentados com os que tem nos documentos, CTPS e Carnês, e acerte o que for necessário ou inclua o que não apareceu. Lembre-se que tudo o que não constar no sistema do INSS terá que ser comprovado no INSS para ser aproveitado. Depois de todos os acertos feitos é só clicar em calcular e

4 - Na quarta tela irá aparecer a soma do tempo que possui e a conclusão indicando se já há direito a algum benefício ou quanto falta para atingir esse direito.

O resultado apresentado será uma simples simulação não significando garantia de nenhum direito, pois somente o extrato da Previdência Social, emitido quando do requerimento de algum benefício, é prova dos tempos de contribuição aceitos pelo INSS.

Caso tenha alguma dúvida acesse o Fórum do Consultor Previdenciário, clique na imagem abaixo, e faça sua pergunta que será respondida o mais breve possível.

Fórum do Consultor Previdenciário

18 comentários :

Ernandes Correa disse...

tenho vinte anos(20) de insalubridade e um total de 27 anos e meio de carteira assinada como faço para transformar esses 20 anos em anos pois com 25 anos de insalubridade eu já me aponsentava pois eu era metarlugico trabalhava com barulho calor mercúrio etc!!

Catarino Alves disse...

Ernandes
Para fazer isso terá que agendar o pedido de aposentadoria por tempo de contribuição e no dia agendado apresentar os documentos que tem para que o INSS examine. Tem que ter o PPP para todos os períodos que pretende que seja convertido.

jobson disse...

Boa Noite Trabalho como Eletricista de Manutenção em uma Empresa Multinacional, Muitas vezes eu era obrigado a trabalhar

como Mecânico, acabei sofrendo um acidente de trabalho que me ocasionou duas Hernias de Discos na Coluna Lombar, Quero

saber quanto vou receber de auxilio doença, meu Salario é 2.420,00 + 30% de periculosidade Total de 3.146,00.
Também queria saber se tenho direito a uma indenização já que a Empresa mim obrigava a trabalhar em outra função que não

era a minha e isso ter mim ocasionado uma invalidez permanente.

Catarino Alves disse...

Jobson
A renda é feita pela média das contribuições e quanto a indenização tem que entrar na justiça do trabalho.
Tudo sobre o INSS

Sanchez disse...

Bom dia: Dr, fiquei com muita duvida sobre o valor do calculo do beneficio do auxilio doença, vejo aqui em seus comentários que prevalece 91% dos 80% dos maiores salários desde 1994 e que as ultimas 12 contribuições são utilizadas apenas para limitador, porem após ver a matéria do link abaixo: http://www1.folha.uol.com.br/poder/2015/05/1625924-levy-nao-descarta-mais-mudancas-para-ter-ajuste-fiscal-aprovado-no-congresso.shtml me dirigi até uma agencia do inss aqui em minha cidade, assim fui informado pela atendente especialista em auxilio doença que devo esquecer a media de 91% das 80% das maiores contribuições,pois hoje a regra geral utilizada é apenas 91% da media dos ultimos doze contribuições e nada mais, isto gerou uma imensa duvida sobre o caso, poderia o sr esclarecer esta duvida que asola a tantas pessoas que se dirigem ao posto do inss e recebem esta resposta. desde já lhe agradeço pelo excelente serviço prestado a população por este canal de informação. forte abraço. Sanchez

Catarino Alves disse...

Sanchez
É feita a média das contribuições desde 07/94 e das 12 últimas, caso as 12 últimas seja menor que o primeiro cálculo o valor será igual a essa média. Se for maior será usada a média geral.

rosel disse...

Boa tarde. Estou tentando há dias realizar a SIMULAÇAO no site da Previdência, porém não abre a imagem para digitação das Letras de Segurança.... saberia me dizer se está fora do ar?

Catarino Alves disse...

Rosel
Testei agora e não aparece as letras mesmo, deve ser problema no sistema, tente em outro dia que deve dar certo.

Roberto Gama disse...

Boa Tarde! Dr. Eu gostaria de saber, se a algum site, que eu possa calcular meu INSS pela Internet. Como eu posso realizar esta pesquisa.??

Catarino Alves disse...

Roberto
Entre no site da previdência.

Antonio Maninho disse...

gostaria de saber como faço para saber quantos anos e falta para aposentadoria, alguns pagamentos de contribuição dos meus carnes estão apagados os comprovante, pelo papel frágil , pergunto : posso ter complicação na minha aposentadoria, tenho os extrato que tiraei do inss, obg

Catarino Alves disse...

Antonio
Tudo o que aparecer no extrato do INSS não terá problemas, se tem algum mês que não aparece terá que pedir o acerto.

Antonio Maninho disse...

boa tarde catarino, gostaria de saber se o patrão não estiver pagando a contribuição do INSS,e chagando o tempo da aposentadoria,o INSS puni o empregado por isso? ou INSS aposenta o empregado e vai cobrar empregador? obrigado

Catarino Alves disse...

Antonio
Se o vínculo esta registrado no INSS, tem que pedir um extrato para ver, não terá problemas, se não tiver terá entrar na justiça do trabalho para comprovar.

Hector Mejias disse...

Boa dia, a minha duvida é a seguinte eu tenho 28 anos de registro em carteira dos quais 22 anos é num ambiente insalubre, ruído, e tenho os laudos que comprovam essa condição, PPP, atualmente tenho 58 anos, data do meu nascimento 13/04/1957, esse período insalubre pode ser transformado em tempo comum? Para poder somar aos 28 anos efetivamente trabalhados e assim poder usar a nova regra 85/95? Ou nesse caso o tempo insalubre não pode ser transformado em tempo comum? Aguardo resposta desde já obrigado.

Catarino Alves disse...

Hector

Pelo que diz pode pedir a aposentadoria.

Isma Sombra disse...

na folha esta r$ 2.000 qnt eu receberia de aposentadoria ?

O Consultor em Previdência disse...

Isma
A renda da aposentadoria é uma média.