by

Os códigos para uso nas guias de contribuição ao INSS.

Códigos de contribuição ao INSS, Contribuintes, INSS, Previdência Social


O contribuinte da Previdência Social precisa preencher a guia GPS para efetuar suas contribuições e para isso precisa saber qual código usar. Para cada tipo de contribuição há um código específico. Há diferença para quem quer pagar mensalmente ou trimestralmente. Para facilitar estou publicando a tabela abaixo onde consta uma relação dos códigos de contribuição mais usados.  


Saiba qual código a usar de acordo com sua opção de plano de contribuição à Previdência Social lendo este artigo: Quais as formas de contribuir à Previdência Social e os benefícios oferecidos.

Saiba como e quando pode ser usado a contribuição trimestral lendo este artigo: Como pagar o INSS por trimestre.
Código - Descrição.

1007 – Contribuinte individual – recolhimento mensal.

1104 – Contribuinte individual – recolhimento trimestral.

1120 – Contribuinte individual – recolhimento mensal – com dedução de 45% (Lei nº                  9.876/99).

1147 – Contribuinte individual – recolhimento trimestral – com dedução de 45% (Lei nº             9.876/99).

1163 – Contribuinte individual (autônomo que não presta serviço à empresa).  É usado por       quem fez opção pela aposentadoria por idade, conforme art. 80 da LC 123 de                           14/12/2006, recolhimento mensal.

1180 – Contribuinte individual – mesma situação acima para recolhimento trimestral.

1406 – Contribuinte facultativo – recolhimento mensal.

1457 – Contribuinte facultativo – recolhimento trimestral.

1473 – Contribuinte facultativo – Opção: Aposentadoria apenas por idade (art. 80 da LC       123 de 14/12/2006) – Recolhimento Mensal.

1490 – Contribuinte facultativo – Opção: Aposentadoria apenas por idade (art. 80 da LC 123   de 14/12/2006) – Recolhimento Trimestral.

1503 – Segurado especial (trabalhador rural que opta por contribuir à Previdência Social. –     recolhimento mensal.

1554 – Segurado especial – recolhimento trimestral

1600 – Empregado doméstico – recolhimento mensal

1651 – Empregado doméstico – recolhimento trimestral

1929 – Dona de casa sem renda e de família de baixa renda)renda máxima familiar de 2         salários-mínimos. Recolhimento mensal.

1937 – Dona de casa – recolhimento trimestral.

Para saber a relação completa dos códigos veja neste link da Receita Federal.


Saiba mais sobre os benefícios do INSS no blog: BENEFÍCIOS DA PREVIDÊNCIA

Fórum do Consultor. Pergunte sobre os benefícios do INSS

8 comentários :

ariely cassimiro disse...

Ola tenho uma duvida ,to gestante de 20 semanas
minha medica me afastou por 15 dias(começou no dia 01/07) porem não tava apto a retornar ao trabalho,
então ela me deu um atestado de 30 dias(que começou no dia 20/07)
Só que o ultimo dia que eu trabalhei foi dia 30/06/15 liguei pra marcar minha pericia ela foi agendada pra setembro.
Nesse caso o que eu faço vou ter que aguardar a pericia

Catarino Alves disse...

Ariely
Sim tem que aguardar o dia da perícia, pois se está incapacitada não tem como retornar ao trabalho.

ivone almeida disse...

Boa tarde, Catarino Alves!
Contribui por muitos anos por carne pagando com o codigo 1007 e o correto seria pelo 1406. Como posso corrigir esse erro junto ao INSS? estou prestes a me aposentar e fui informada que isso me causara problemas.

Grata desde ja pelos esclarecimentos prestados.

Catarino Alves disse...

Ivone
Não causará problema se sempre pagou em dia, para trocar de código é complicado, pois tem que provar que não trabalhou, fato bastante difícil de fazer.

Alessandro Gomes disse...

Olá, Catarino boa noite!!! Trabalhei como empregado de uma empresa até Dez/15 e dia 14/10 fez uma cirurgia a qual o médico me deu 60/dias de afastado das atividades laborativas. Nesse caso tem direito em algum dos benificios do INSS ?? Por exemplo Período de Graça. Obrigado Abracos

Catarino Alves disse...

Alessandro
Suas datas não fecham, pois estamos em outubro e diz que trabalhou até dezembro, mas mantém o direito por 12 meses após a data que saiu do emprego.

Alessandro Gomes disse...

Boa tarde ! Catarino, desculpe-me digo 2014. trabalhei ate DEZ/2014.

Catarino Alves disse...

Alessandro
A resposta é a mesma, mantém o direito por 12 meses.
Portal do Conhecimento Previdenciário

Postagens populares