by

Como pedir prorrogação do benefício de auxílio-doença no INSS.

Auxílio-doença, Pedido de prorrogação.

Neste artigo vamos explicar os procedimentos que o segurado do INSS deve adotar para pedir prorrogação do benefício de auxílio-doença. Saber das regras é muito importante, pois no caso de perda do prazo exigido pode ocasionar um período sem recebimento.

Quando o segurado do INSS requerer o benefício de auxílio-doença é encaminhado à perícia médica que decide se tem direito e por quanto tempo. Quando o benefício é concedido a perícia médica fixa uma data para o seu encerramento. Nesse dia o benefício cessa e o segurado deve retornar ao trabalho. Quando na data fixada para a cessação do benefício o segurado não se sente em condições para retornar ao trabalho pode pedir prorrogação do benefício.

O pedido de prorrogação deve ser feito nos últimos 15 dias antes da data fixada para a cessação do benefício. Não há limite para os pedidos de prorrogação, ou seja, o segurado pode pedir quantas prorrogações acreditar que necessita. Quem perde o prazo para pedir prorrogação, ou tem o pedido de prorrogação negado, pode pedir reconsideração. Reconsideração é o direito de ser reexaminado pela perícia médica para que a decisão anterior possa ser modificada. Um fato importante é que o pedido de reconsideração só pode ser feito uma única vez e o prazo é de até 30 dias após a cessação do benefício. Quem perde o prazo de reconsideração, ou já utilizou anteriormente, terá que esperar passar 30 dias da cessação e fazer um novo pedido.

Tanto o pedido de prorrogação tanto o pedido de reconsideração deve ser feito pelo telefone 135 ou pelo site da Previdência Social. Ao ligar para o telefone 135 é preciso ter os dados do benefício e caneta e papel para anotar o dia e hora marcada e o protocolo do pedido. Os dados para preencher o formulário do site são: número do benefício, nome do requerente, data de nascimento e o CPF.

Quando o segurado faz o pedido de prorrogação o INSS deve continuar pagando o benefício, no mínimo, até o dia marcado para a perícia. No caso de reconsideração o benefício só é pago se a perícia concordar em reativar o benefício. Caso queira fazer o pedido de prorrogação por meio do site da Previdência é só clicar neste LINK

Fórum do Consultor. Pergunte sobre os benefícios do INSS

305 comentários :

«Mais antigas   ‹Antigas   1 – 200 de 305   Recentes›   Mais recentes»
Paulo H Ribeiro disse...

Bom dia gostaria de saber se tem que ser feito exatamente 15 dias antes, ou é dentro desses 15 dias, exemplo... se o beneficio vai terminar dia 5 de julho, eu tenho do dia 20 de junho até dia 5 de julho para fazer o pedido? ou tem que ser exatamente 15 dias antes, que vai dar dia 20 de junho.?

Catarino Alves disse...

Paulo.
São nos 15 dias anteriores, no seu exemplo pode pedir a partir do dia 21.

Paulo H Ribeiro disse...

Minha dúvida é se eu só tenho o dia 21 para marcar, ou conta entre o dia 21,22,23... até o dia 5, é dentro desses 15 dias que conta? obrigado.

Catarino Alves disse...

Paulo
Com disse antes, desde o dia 21 pode pedir, mas não precisa ser no dia 21.

Paulo H Ribeiro disse...

Bom dia Sr Catarino. fazendo o pedido de prorrogação, eu continuarei recebendo meu benefício normalmente até o dia da perícia? obrigado.

Catarino Alves disse...

Paulo
Sim, com o pedido de prorrogação o INSS continua pagando.

ioa mitchel disse...

eu fiz o pedido de reconsideraçao e a pericia ta marcada para setembro eu continuo a receber o beneficio ou vou ter que espera o dia da pericia?

mauricio francisco da silva mago disse...

bom dia,eu fraturei a mao,dai nao conseguir pegar um atestado de 15 dias,fico pegando aos poucos ate completar os 15 dias.como vou proceder para dar entrada no beneficio

Catarino Alves disse...

Maurício
Quando passar os 15 dias que a empresa paga terá que agendar perícia no INSS.

Catarino Alves disse...

Não recebe, no caso de pedido de reconsideração só é pago se for aprovado na nova perícia.

Rairan Bulhoes disse...

Prezado Sr. Catarino.
Se eu formalizar o primeiro Pedido de Prorrogação dentro dos últimos 15 dias e a nova perícia for marcada para depois da data final do benefício (auxílio doença), vou ficar, no mínimo, recebendo até a realização da nova perícia independentemente do Pedido de Prorrogação ser considerado deferido ou não? Ou seja, se a nova perícia indeferir o meu PP eu terei que restituir pelo período compreendido entre o final da data do deferimento inicial ou apenas terei que voltar ao trabalho no próximo dia?
Por oportuno, o parabenizo e agradeço pelos esclarecimentos.

Catarino Alves disse...

Nesse caso vai receber até o dia da perícia e terá que voltar ao trabalho no dia seguinte e não tem que devolver nada ao INSS.

Aposentadorias

Rairan Bulhoes disse...

Obrigado.

Cordial abraço.

Rairan Bulhoes disse...

Prezado Dr. Catarino.

Quando o benefício Auxílio-Doença é deferido com o reconhecimento do nexo entre a agravo e a profissiografia, concedido em espécie acidentária (91) a empresa (pública, no caso) é obrigada a abrir CAT? E se ela não abrir? Terei que procurar um advogado especialista em previdência para me assessorar, abrir a CAT, etc?

Obrigado.

Sds.

Catarino Alves disse...

Rairan
A empresa não é obrigada, a decisão do INSS substituiu a CAT para todos os efeitos.

Rairan Bulhoes disse...

Obrigado mais uma vez.

Abraço.

Jane Valle disse...

Muito esclarecedor e sem complicações.Obrigada.

Girlene Carvalho disse...

olá Dr Catarino Alves! Retirei um cisto pilonidal no cocix no dia 03/04/2014 e estou afastada até 0 dia 03/08/2014,gostaria de saber como funciona o pedido de prorrogação,pois a minha cirurgia não esta fechada ainda,e não me sinto em condições de voltar a trabalhar,sou fiscal de caixa....Tenho que pedir a prorrogação hoje,pois tem que ser 15 dias antes.desde já agradeço!

Catarino Alves disse...

Girlene
São 15 dias antes da data prevista para cessação, antes não pode e hoje, pelo que diz, falta mais de 15 dias.

Paulo H Ribeiro disse...

Bom dia doutor, meu beneficio vence dia 08/08, sei que até 15 dias antes eu já posso pedir prorrogação, mas eu posso fazer o pedido de prorrogação 2 dias antes do vencimento do beneficio no dia 06/08, e eu continuo recebendo o beneficio até a próxima pericia?

Catarino Alves disse...

Paulo.
Pode sim, até um dia antes do vencimento.

CACA disse...

Gostaria de saber como entro no link da concessão da carta de beneficio.

Catarino Alves disse...

Veja neste link: http://www.consultor-online.com/2014/06/carta-de-concessao-de-beneficio-do-inss-pela-internet.html

Aposentadorias

Eli disse...

Estou com afastamento médico devido a gravidez de risco. Minha médica vai fornecer atestados médicos de 30 em 30 dias até o final da gravidez.
A primeira perícia está agendada para 11/08, data posterior ao vencimento do primeiro atestado.
Como já estou de posse do segundo atestado de 30 dias, como devo proceder?
Devo agendar nova perícia mesmo sem ter feito a primeira, devo solicitar prorrogação mesmo sem ter passado pela perícia ainda ou devo apenas aguardar a primeira perícia e apresentar os dois atestados nesta.

Catarino Alves disse...

Eli
Não tem que fazer nada, no dia da perícia mostre os dois atestados.

Ju Cassago disse...

Boa tarde Dr. Catarino. Muitíssimo útil sua ajuda aqui. Estou finalizando um tratamento de câncer de mama e estava afastada pelo Inss até o dia 18/08/14. Acontece que fiz a cirurgia dia 23/07/14 e tenho um atestado do médico de 30 dias (até 21/08) e acabei de receber outro até 20/09. Meu médico me informou que muito provavelmente estarei em apta ao retorno do trabalho após esse último atestado. 15 dias antes do término do meu afastamento pelo Inss eu agendei a perícia para a prorrogação do nenefício, só que a disponibilidade foi somente para janeiro/2015. Como voltarei a trabalhar bem antes disso gostaria de saber o que tenho que fazer... Preciso comparecer nessa perícia mesmo tendo voltado a trabalhar? Qdo me apresentar na empresa dia 21/09/14 preciso levar alguma coisa além desses dois atestados? E se tiver que comparecer na perícia o que preciso levar? Agradeço muito sua ajuda! Um abraço

Catarino Alves disse...

Ju
Não vai poder retornar ao trabalho antes da perícia, pois a empresa precisa da alta do INSS. Vai continuar a receber pelo INSS até o dia da perícia.

Paulo H Ribeiro disse...

Boa tarde Dr. fiz o pedido de prorrogação no mês passado, foi marcada uma nova perícia para o dia 15 deste mês, já me sinto ápto para voltar pro trabalho, minha dúvida é se estes 15 dias deste mês que estou esperando até o dia da perícia, eu vou receber no próximo pagamento de outubro? mesmo não levando nenhum laudo ou atestado médico recente?

Catarino Alves disse...

Paulo
Se já está curado o benefício deverá ficar ativo até o dia da perícia e vai receber os 15 dias sim.

DEISE PEREIRA disse...

oa noite, Dr.

Estou com sérios problemas na minha coluna cervical e lombar, com indicação cirurgia. Após afastamento do trabalho, fiz a perícia e permaneço de licença pelo Inss até o dia 30/09/2014. Sendo que como não estou bem para retornar o trabalho e ainda não concluí os exames para a cirurgia, solicitei hoje dia 29/09/2014, prorrogação de minha licença ao Inss e foi marcada a prorrogação para o dia 19/11/2014.

Mas quando verifico a situação do benefício tem a informação de BENEFÍCIO CESSADO, e fiquei preocupada, pois a data da nova perícia está marcada para o dia 19/11/2014, e até lá, ficarei sem pagamento até novembro ou recebo normalmente, fiquei sem entender essa condição de "Beneficio cessado", observei isso no site do Inss, quando faltavam 10 dias para o término do benefício que será no dia 30/09/2014.

O sr. poderia tirar essas dúvidas? Obrigada

Catarino Alves disse...

Deise.
Se fez o pedido de prorrogação antes de ter cessado o INSS irá continuar pagando até o dia da perícia, se isso não ocorrer tem que ir ao INSS e reclamar.

Bismarque Oliveira disse...

fiz uma cirurgia i ja faz 46 dias que estou afastado so que minha pericia estar marcada para depois que voltar ao trabalho como vou fazer para receber esse perildo que fiqueiu de atestdo que foi de 60 diuas ainda nao recebir nada

Catarino Alves disse...

Bismarque
Só vai receber depois da perícia feita e só pode retornar ao trabalho depois da alta dada pelo INSS.

Carol de Paula disse...

Ola boa noite eu estou afastada do trabalho pela segunda vez esse ano o primeiro afastamento foi em janeiro fui encaminhada para o inss e quando foi em 10 de março retornei ao trabalho. Já no dia 20 de maio mais uma vez fui encaminhada para o inss e já estou em casa faz mais de 4 meses. Eu prorroguei a minha pericia e pelo visto só irei retornar ao trabalho final de dezembro e a empresa que eu trabalho da férias coletiva sempre no final de dezembro será que eu terei direito as minhas ferias ou não por estar afastada a mais de 4 meses do trabalho?

Catarino Alves disse...

Carol
Quem está em licença médica não tem direito a férias, o tempo afastada não conta.

tania disse...

Sr. Catarino, passei por uma perícia que foi indeferida pois a médica disse que faltava um laudo, apesar de não estar em condições de trabalhar. Fui atrás desse laudo e entrei com o pedido de reconsideração. Caso agora seja deferido o benefício de auxílio doença, o pagamento é retroativo à data da primeira perícia não deferida? Estou com minhas contas atrasadas! Obrigada!

Catarino Alves disse...

Tania
Vai receber desde a data inicial em que fez o pedido.

Eli disse...

Tive deferimento de afastamento pelo Inss até 25/11, tendo em vista gestação de risco.
A dúvida é caso o bebê nasça antes de 25/11, como proceder, devo solicitar o cancelamento do benefício do Inss e entrar com a licença maternidade ou a licença contará apenas após o fim do benefício?

Catarino Alves disse...

Eli
A licença inicia no dia do parto, o auxílio-doença tem que cessar no dia anterior.

Eli disse...

Complementando.
Como devo proceder para informar o Inss do nascimento, a fim de que seja cancelado o auxílio doença e seja recebida apenas a licença maternidade?
A empresa dá entrada?
É automático?

Catarino Alves disse...

Eli
Quando a criança nascer você avisa o INSS para alterar a data da cessação.

Regiane Medeiros disse...


Ola eu ja contribuia 13 anos quando em 2012 fui despensada e não continuei a pagar em Abril de 2014 fui contratada com inss descontado. Agora fui obrigada a fazer uma cirugia tive que titar o utero eu quero saber se tenho direito a auxilio doença.

Catarino Alves disse...

Regiane
Informações insuficientes para dar um parecer, sugiro que vá ao INSS ver sua situação.

Joaopaulo Vieira disse...

Olá, Sr. Catarino!!!
Após nova consulta o paciente houver ganho mais 90 dias de atestado, mas mesmo assim o perito indeferir (sem analisar o paciente e o atestado médico) a prorrogação do benefício.. O que devo fazer? Onde recorrer? Vou perder o benefício ou continuarei recebendo caso entre com um recurso administrativo, mesmo que o perito não tendo aprovado a prorrogação??

Alexandre Magno S. disse...

Meu benefício vai até 28/11/2014(concedido na primeira perícia realizada dia 27/10/2014).Se no caso, não tenha concluído o tratamento até a data de encerramento do benefício,peço prorrogação(nos últimos 15 dias) e nova data de perícia será agendada.Minha dúvida, é se continuarei recebendo o benefício no período entre 29/11/2014 e a data marcada na prorrogação do benefício.E se na data marcada na prorrogação,no dia da perícia eu apresentar somente o atestado comprovando que conclui o tratamento recomendado(fisioterapia para dor aguda na coluna cervical-hérnia) e apresento condições de trabalhar,receberei o benefício igualmente?Desde já agradeço, o esclarecimento,se consegui me fazer entender.Alexandre

Catarino Alves disse...

Alexandre
O INSS paga no mínimo até o dia da nova perícia.

Catarino Alves disse...

Joao
Se nunca pediu reconsideração pode pedir, se já pediu só recurso e nesse caso só volta a receber se o julgamento for favorável para você.

Virginia disse...

Bom dia, meu auxilio foi concedido até 10/11. Fiz o pedido de prorrogação e a perícia foi marcada para 04/02/15, minha dúvida é qual o documento devo apresentar no banco para continuar recebendo (apenas a carta de concessão original ou também o pedido de prorrogação?).

Catarino Alves disse...

Virginia
No banco não adianta apresentar documento, ou o INSS continua pagando e você recebendo ou terá que ir ao INSS ver o que houve.

Gabriela Silvina disse...

Bom dia!!! Venho aqui afim de esclarecer uma duvida Doutor,Fiz um pedido de reconsideracao e foi deferido ontem, e agora quantos dias demoram pra mim receber??? Desde já grata pela atenção!!!

Catarino Alves disse...

Gabriela
Demora por volta de 15 dias.

Edson Kachorovski disse...

Boa tarde , Dr. Catarino eu estava desempregado desde 4 julho, mas sofri um acidende domestico e quebrei o meu carcanha, em 24 de agosto, abri mão do seguro dezemprego para pedir auxilio acidente, e me consedero afastamento ate 24 de novembro, mas sou portador de hepatite c, e depois de mais de um ano de exames e observação de minha doenção comecei meu tratamento, com medicamentos na semana passado , mas com alguns dias ja senti como é dolorido o tratamento,pois estou tomando um medicamento injetavel com o nome de interferon, e com comprimidos nome; ribaverina,, medicamentos que me causão um efeito colateral muito forte. tenho medo de acabar meu beneficio dia 24 e não conseguir arranjar trabalho, pois passo dia após dia com febres dor no corpo e varios outros cintomas , posso pedir a prorrogassão do meu beneficio, e colocar a minha cituação da hepatite para a perita do inss. tenho varios exames biopsias pedidos de medicamentos que a saúde esta me fornecendo. abrigado boa tarde att; Edson renato fazenda rio grande paraná

Catarino Alves disse...

Edson
Pode sim, quem vai decidir é o perito do INSS.

katia disse...

Boa tarde doutor Catarino , gostaria muito de tiratr uma duvida , meu esposo foi despedido da empresa em 2012 com problemas na coluna 5 ernias de disco,4 bicos dd papagaio e artrose tudo na coluna lombar e cervical, entramos com processo contra a empresa, em razao de nao ter condições de trabalhar entramos com pedido de auxilio doença em novembro de 2013 o inss concedeu o beneficio para ele durante 9 meses depois cessou o beneficio ai tivemos de entrar com novo pedido pois ja tínhamos pedido uma reconsideração, o beneficio cessou em agosto de 2014 , e a nova pericia foi em setembro e foi negada entrei com pedido de reconsideração em 15 de outubro e foi negada denovo, mesmo com todos os exames em mãos e laudos medicos indicação de cirurgia, gostaria de saber se eles estao negando devido meu esposo nao esta pagando inss pois estamos sem condições de pagar no momento os exames estao sendo pagos devido ajuda de familiares , entrei com pedido de recurso agora mmas estou vom medo deles nehar novamente .desdes ja agradeço

Catarino Alves disse...

Não tem nada a ver, é decisão da perícia médica que avalia as condições de saúde dele e o tempo estimado de cura.

Lilian disse...

Boa noite. Dr, meu benefício cessa em 01/12/14, estou ciente que preciso solicitar a prorrogação a partir da próxima semana. Minha dúvida é: além do laudo do meu médico preciso de algum documento da minha empresa ou ainda necessito passar pelo médico da empresa para solicitar a prorrogação? Desde ja agradeço.

Catarino Alves disse...

Lilian
Não precisa nada da empresa, se tiver um novo atestado ou laudo pode levar, mas a decisão dos peritos é pelo seu estado de saúde e não por documentos que digam que precisa de mais tempo.

Demis de lara disse...

Boa Tarde Catarino,

O período que o cidadão fica em auxílio-doença poderá ser considerado para fins de aposentadoria por tempo de contribuição?
Ex: 30 anos de contribuição + 5 anos em auxílio-doença.

Catarino Alves disse...

Demis
Conta sim.

Demis de lara disse...

Obrigado!

Gulit Ruud disse...

Boa tarde Dr. Catarino. Estou afastado das minhas funções laborativas, recebendo pelo INSS. Quando fui solicitar a prorrogação a mesma me foi negada. Mesmo eu levando atestado medico, remedios, receita medica, a medica perita indeferiu. Nem olhou na minha cara e nem analisou o atestado. Sofro de sindrome do panico e outras doenças psicologicas devido a diversos assaltos na agencia bancaria que trabalhava. Solicitei a reconsideração mas acho que em nada vai adiantar pq é a mesma medica que ira avaliar. Caso ela nao considere o meu pedido atraves da reconsideração, o que devo fazer ?

Catarino Alves disse...

Gulit
No INSS o próximo passo é pedir recurso.

Gulit Ruud disse...

Esse recurso pode ser feito na pessoa do advogado ? Acho que ele elaborando poderia usar melhores argumentos que eu..

Catarino Alves disse...

Gulit
Pode sim.

Étner Costa disse...

Bom dia Dr.
Não me sinto bem em voltar ao trabalho.
Fiz um pedido de reconsideração, que esta marcado para daqui a 4 meses.
Esse período fico aguardando em casa ou tenho que voltar ao trabalho?

Catarino Alves disse...

Etner
Primeiro tem que ver se realmente é reconsideração, ou seja, pediu prorrogação e foi negado. Se é isso pode ficar em casa ou voltar a trabalhar, pois se for negado fica sem receber todo esse tempo.

Eliane Ribeiro disse...

Bom dia, Dr.
Estou com rompimento do tendão no ombro esquerdo e direito. Passei na primeira perícia ontem, 02/12, e fui infomada que eu deveria entrar com o pedido de Reconsideração ou de prorrogação, já que o beneficio foi concedido até 02/12. Estou com cirurgia agendada para 15/01/15, apenas aguardando liberação do convenio e exames pré operatório. Preciso pedir ao medico novo relatório para a proxima pericia ? ou tenho que pedir atestado medico de mais 15 dias para depois agendar nova pericia ? A empresa que eu trabalho pode me demitir neste período que aguardo esta reconsideração do INSS?

Doigo Oliveira De Sousa disse...

Senhor catarino eu gostaria de saber o meu beneficio foi cessado,eu pedi um pedido de reconcideracao e depois de 10 meses esperando fiz a pericia onde foi sugerido para o auxilio acidente o perito me disse que era para espera 15 dias mas ja se pasarao 50 dias e nada, foi ate o inss ela me falarao que eu tinha que espera porque so tinha um medico acistente e iria demora .eu queria le pergunta demora muito para saber o resultado

Luciana Andrade de Moura disse...

boa tarde
tive pericia medica dia 02/12/14 e meu pedido foi deferido do dia 20/10 ate o dia 02/12,so que nao me sinto em condiçoes em voltar a trabalhar.Quero fazer o pedido de reconsideraçao mas como irei ficar na empresa que trabalho?Vou ficar com faltas ate o dia da pericia?

Catarino Alves disse...

Luciana
Você fica com faltas se o benefício não for concedido.

Catarino Alves disse...

Doigo
Não tenho como responder casos específicos, mas normalmente no INSS tudo é muito demorado.

Catarino Alves disse...

Eliane
Se tem um novo atestado pode levar no dia da perícia, mas os peritos nem olham atestados.

Thais Roberta disse...

Dr Catarino

Meu beneficio foi concedido ate o dia 20/11 pedi prorrogação ao receber no dia 04/12 percebi no site da previdência que o calculo foi feito do dia 01/11 ao 20/11 os dias que faltaram irei receber depois?

Obrigado.

Catarino Alves disse...

Thais
Se foi prorrogado será pago os dias restantes.

ytallo herlens disse...

Boa Tarde! fiz a pericia na data 13.10.2014, recebi a seguinte carta
em atenção ao seu pedido auxilio doença , ( APRESENTADO NO DIA 29.10.2014 ) Informamos que foi reconhecido o direito ao beneficio, tendo em vista que foi constada incapacidade para o trabalho. o beneficio foi concedido ate 31,12.2014.. ETC

MINHA DUVIDA É.
se eu fiiz a pericia na data 13.10.2014 ,como na carta tem dizendo que o pedido auxilio doença Fio, (APRESENTADO NO DIA 29.10.2014 ) o mes 01/2014 só recebi a metade do dinheiro pela empresa
a outra metade quem paga? devo cobrar a empresa ou vai vim tudo junto pelo inss ?

OBS: Recebi essa carta no mesmo dia da pericia na DATA 13.10.2014

Catarino Alves disse...

Sugiro que vá ao INSS saber o que houve.

Felipe Alencar disse...

Bom dia!

Estou em tratamento de DEPRESSÃO, estou com alguns problemas, crises repentinas. A empresa está me pressionando para que eu dê entrada no beneficio, visto que, meu desempenho caiu bastante depois desta doença.
Vou ao meu psiquiatra, saber se ele vai me passar um atestado para que eu possa estar dando entrada no INSS. Durante o período que estarei aguardando a pericia e a mesma for negada, a empresa paga os dias não trabalhados, após o atestado?

Catarino Alves disse...

Felipe
A empresa paga os primeiros 15 dias, depois se o INSS negar fica sem receber.

Ricardo disse...

Bom dia,

Ao fazer o pedido de prorrogação, por razão de não se encontrar em condições de retornar ao trabalho, deve-se providenciar atestado médico para apresentar na empresa ou nenhum documento precisa ser apresentado?
O pedido de prorrogação deve ser apresentado na empresa?
os dias entre a nova perícia (da prorrogação) e cessão do auxílio doença acarreta a possibilidade de demissão por justa causa por falta?

Obrigado

Catarino Alves disse...

Ricardo
Não precisa levar nenhum documento novo ao INSS para fazer a perícia, precisa avisar a empresa que não irá retornar ao trabalho e não pode ser demitido por isso.

Maria Tereza Guedes disse...

Considerando o prazo para protocolar o PP (15 dias finais até a data de cessação do benefício), posso protocolá-lo no primeiro dia útil subsequente acaso o último dia do prazo (data da cessação) termine no fim de semana (dia não útil)?

Catarino Alves disse...

Maria
Não pode, o prazo abrange os últimos 15 dias e não no último, por isso não pode pedir depois do prazo.

Elson Junior disse...

sofri um acidente em agosto mas sso recebi o mes de dezembro pq o inss nao me pagou os meses passados??

Catarino Alves disse...

Elson
Isso só indo ao INSS para saber.

Dreams disse...

Olá boa tarde meu nome é Gislane, meu benefício cessou e fiz nova perícia por 2 vezes e a mesma sendo indeferida, entrei com um pedido de Recurso que será amanhã dia 08/01/2015 mas não estou em condições de retorno ao trabalho sou Técnica em Enfermagem e a médica do trabalho pediu prorrogação do benefício pois tenho Tenossinovite, Bursite Olecraniana, dormência em MMSS, formigamento e perca da força dos mesmos voltei ao Ortopedista e ele me deu um laudo dizendo que estou incapaz para o trabalho até de mínimos esforços e pediu um exame de Eletroneuromiografia de MMSS que farei somente dia 20/01, gostaria de saber como proceder neste recurso o mesmo é feito de próprio punho ou é uma nova perícia e o resultado é na hora ou tenho que retornar ao trabalho mesmo sem condições e aguardar a resposta estou sem saber como agir agradeço desde já sua atenção!!!

Catarino Alves disse...

Você tem que comprovar que o INSS errou na decisão contrária, escreve de próprio punho. O recurso é bastante demorado, pode ficar em casa aguardando o resultado, mas o risco é seu, ou seja, se for negado não receberá de ninguém.

Djamil Lima disse...

Boa noite Catarino.
Um amigo foi afastado do trabalho de metalurgia a um tempo e no mês passado cessou o benefício do INSS e disseram que estava apto para o trabalho.
Ao apresentar-se para o trabalho, foi encaminhado ao médico do trabalho responsável da empresa que negou o retorno dele dizendo que estava inapto ao trabalho.
Neste caso, ele ficou sem o salário, pois não regressou ao trabalho mas também não tem o benefício.
Com as novas regras, o que é o certo? Recorrer ao INSS que erraram na perícia e liberaram ele para o trabalho e aguardar ou a empresa tem que acatar o INSS e afastar ele somente daqui 30 dias bancando o valor devido como prevê a legislação?

Catarino Alves disse...

Djamil
Se ele nunca pediu pode pedir reconsideração, se já pediu vai ter que esperar 30 dias e caso fique comprovado que tinha direito o INSS reativa o benefício cessado, caso contrário fica sem receber, a empresa não pode contrariar o INSS.

Aysha Oliveira Brito disse...

Boa noite dr. Catarino meu esposo esta em auxilio doença sob o cid ( F20 e F21) esquizofrenia a 8 anos e o beneficio dele cessou dia 15/11/14 e mes passado fomos a pericia e o perito deu a só um mes dessa vez ate 15/12/14 porque sera que ele dessa vez só deu 1 mes se na ultima pericia ele deu 2 anos seguidos e os outros passados foram de 1 ano e agora só um mes?Eles podem dar alta pra ele mesmo sabendo que ele não tem condições de voltar a trabalhar? A e mais uma pergunta quando o perito pede a aposentadoria por invalidez ele tem que dar alta no benefico auxilio doença? Obrigado

Catarino Alves disse...

Aysha
Não tenho como responder sobre matéria médica, sugiro que ele vá ao INSS saber o que ouve.

Aysha Oliveira Brito disse...

Mais quando o perito pede a aposentadoria por invalidez ele tem que dar alta no benefico auxilio doença? Obrigado

Catarino Alves disse...

Aysha
O auxílio-doença só cessa se a aposentadoria for concedida.

Diogo Rios Alcântara e Almeida disse...

Boa tarde Catarino, Dei entrada no pedido de auxilio doença no dia 05/12/14 , passei em pericia no dia 12/12/14 onde foi indeferido, entrei com pedido de reconsideração e passei em nova pericia no dia 09/01/15, e a médica deferiu meu pedido, mas cessou o beneficio no mesmo dia. Gostaria de saber 2 coisas.
O pagamento será feito desde o o dia 05/12/14 que foi feito o pedido ou a partir do pedido de reconsideração.
Eu posso fazer o pedido de prorrogação mesmo já tendo feito o pedido de reconsideração? porque tentei fazer pela internet e a mensagem diz que já foi solicitado o pedido de reconsideração.

Catarino Alves disse...

Será pago desde o pedido original até o dia da perícia, não tem como pedir prorrogação, pois teria que fazer antes de cessar e isso, nesse caso, é impossível. Terá que esperar 30 dias e fazer um novo pedido.

Diogo Rios Alcântara e Almeida disse...

Obrigado pela resposta Catarino, então nesse caso preciso retornar ao trabalho e aguardar o prazo de. 30 dias? E se meu médico me atestar fora de condições laborativas? Como proceder?

Obrigado pela ajuda.

Catarino Alves disse...

Diogo
Se não está apto para o trabalho não tem que retornar, tem que esperar os 30 dias por que o INSS não aceita novo pedido antes desse prazo.

Bel Carvalho disse...

BOA TARDE SR.CATARINO O MEU BENEFICIO ME FOI CONCEDIDO ATE DIA 10/01/15 QUANDO FOI 15 DIAS ANTES DE VENCER EU LIGUEI PRA REAGENDAR UMA NOVA PERICIA POIS NÃO ME ENCONTRAVA APTA PAR VOLTAR AO TRABALHO,POIS BEM O SISTEMA ME LANÇOU PRO DIA 10/02/15 SÓ QUE EU ENTRO NO SITE PRA VER SI JÁ AGENDARAM O DIA PRO PAGAMENTO QUE SEMPRE FOI NO INICIO DE CADA MÊS E SÓ MOSTRA O EXTRATO ANTERIOR.GOSTARIA DE SABER SI RECEBO.GRATA

Diogo Rios Alcântara e Almeida disse...

Boa tarde Catarino, deixe eu te explicar minha situação e veja se consegue me ajudar.
Fui afastado da empresa em 04/12/14, marquei minha perícia no INSS e tive o pedido indeferido, fiz o pedido de reconsideração e na segunda perícia dia 09/01/15 foi deferido meu pedido, no entanto a cessão do benefício ocorreu na mesma data, como não fiz o pedido de prorrogação no prazo, deveria esperar 30 dias pra solicitar a reconsideração correto? Mas como eu já fiz o pedido uma vez não tenho mais direito de pedir correto? Nesse caso cabe ou recurso administrativo ou retornar às atividades laborativas correto? Se eu optar por retornar ao trabalho, e não me sentir bem, entregar um atestado de 30 dias ( já pensando na nova lei publicada no diário oficial em 30/12/14 que a empresa paga os 30 primeiros dias) para empresa com a cid similar a com qual fui afastado anteriormente, a empresa pode me afastar novamente ou deve pagar esses 30 dias? Pois de acordo com a lei (não lembro o num.) Se o funcionário apresentar atestado com a mesma cid no prazo inferior a 60 dias e a somatório ultrapassar os 15 dias (lei antiga) A empresa deve o afastar. Mas se já houve afastamento com deferimento do INSS os atestados anteriores são cancelados ou a Empresa pode fazer o cálculo conforme dito acima?


Agradeço muito se puder me responder espero que tenha sido claro nos questionamentos.

Catarino Alves disse...

Diogo
Não é nada disso, tem que esperar 30 dias, sem retornar ao trabalho, e fazer um novo pedido, se for aceito pela perícia o benefício anterior é reativado. Se voltar a trabalhar e apresentar um novo atestado, terá que voltar ao INSS, mesmo que seja de um dia.
A nova lei só entra em vigor dia 01 de março.

Catarino Alves disse...

Bel
Vai receber normalmente, é só aguardar o processamento.

Espetinho Da Vila disse...

Gostaria de saber se apos a data que o INSS deu final se posso retornar ao trabalho pois ja me sinto apto ou tenho que fazer alguma consulta medica ou pericia?

Catarino Alves disse...

Quando o benefício é concedido já é determinado a data final, no dia seguinte tem que voltar ao trabalho.

VIDA SAUDÁVEL NO CORPO,NA ALMA E NA MENTE. disse...

hoje mesmo me foi negado o pedido de prorrogação.Tenho os CIDS: F41.2,F48.0,M75.1,M25.7,M15,M51.1,M19.9,M75.1.SINTO DORES E TENHO INFLAMAÇÕES EM TODAS AS ARTICULAÇÕES,ESTOU FAZENDO FISIOTERAPIAS E LEVEI O LAUDO DA FISIOTERAPEUTA TAMBÉM.NÃO TENHO CONDIÇÕES FISICAS NEM PSICOLÓGICAS DE RETORNAR AO TRABALHO AMANHÃ.OQUE FAÇO? SEI QUE DEVO PEDIR A RECONSIDERAÇÃO,MAS ENQUANTO ISSO SOU OBRIGADA A TRABALHAR PASSANDO MAL?

Catarino Alves disse...

Se vai pedir reconsideração não precisa voltar ao trabalho, só depois da perícia feita.

VIDA SAUDÁVEL NO CORPO,NA ALMA E NA MENTE. disse...

Muito obrigada pelo esclarecimento!!!

Carlos Augusto >Equipe Só baladas On Line.com< disse...

Boa Tarde Dr.
Estou encostado pelo inss, ate dia 05/02, ontem liguei para pedir prorrogacao a data marcada para nova pericia foi dia 23/04 ...
gostaria de saber se meu beneficio, será interrompido?, ou continuarei recebendo normalmente?
.Segundo creio que daqui UM mes estarei apto ao trabalho, posso voltar,antes?
ou terei que esperar ate 23/04, ? pois nao a necessidade de tanto tempo para mim...creio que o Medico que me operou vai me dar alta antes disso, posso pegar a alta dele e apresentar a empresa, ou ao INSS, para voltar antes?...
desde já agradeço! pela Ajuda...

Catarino Alves disse...

Carlos
O benefício segue sendo pago até a data da perícia, para voltar a empresa deve pedir a alta do INSS, se ela aceitar que volte só com a alta do médico pode voltar, mas terá que dizer na perícia a data que voltou para que o benefício cesse nessa data, dia anterior, e se houver pagamento indevido terá que devolver ao INSS.

Danuzio Oliveira disse...

Esclarecedor! Desde já sou grato. No meu caso a minha duvida segue: Fui afastado por dois meses. Depois mais quinze dias. A terceira vez a perícia me deu alta. Essa alta aconteceu por volta do dia 15/de Novembro. Por minha conta só retornei por volta do dia 27 do mês corrente. O INSS justificou os dias e a empresa computou os demais como faltas. Trabalhei uns seis dias e os problemas retornaram. Coloquei um atestado de 15/dias e a empresa decidiu me encaminhar mais uma vez. A carta da empresa deu como ultimo dia trabalhado o dia 02/12/2014. A perícia foi marcada para o dia 09/01/2015. Foi constatada inaptidão para as atividades laborais e concedido até 09/02/2015. O benefício é o mesmo que tinha cessado. A dúvida é: se tenho direito a receber o retroativo referente ao mês de Novembro já que o benefício concedido por ultimo é o mesmo que foi negado Novembro. Obs: Fui afastado pelo mesmo motivo.

Catarino Alves disse...

Danuzio
Isso eu não tenho como responder, depende dos documentos que entregou no INSS, pois os dias que voltou ao trabalho e foi remunerado pela empresa não pode receber também pelo INSS.

marina arruda disse...

Bom Dia!É normal que a cada pedido de prorrogação do beneficio mude a agencia do inss?Porque pedi a prorrogação na ag de realengo , e me colocaram na ag de bangu, e se tem um limite para pedir prorrogaçao de beneficio?

Catarino Alves disse...

Marina
Não há limite de pedidos de prorrogação, normalmente não muda a agência, só se ao agendar escolheu outra agência, fora isso tem que perguntar no INSS.

Aline Lima disse...

Boa tarde Sr. Catarino!
Estou com dúvidas referente ao pagamento do pedido de prorrogação do meu benefício.
No dia 23/10/14 entrei com pedido de agendamento de perícia por causa da minha gestação de alto risco, foi agenda perícia para 08/12/14, o meu pedido foi aceito e concedido benefício do dia 23/10/14 até 20/12/14, no dia 30/12/14 recebi os atrasados até 30/11/14 e no dia 06/01/15 recebi referente á 01/12/14 até 20/12/14. Como não me sentia apta a voltar ao trabalho no dia 18/12/14 entrei com pedido de prorrogação fui até minha agência solicitar a prorrogação, ficou agendada nova perícia para 27/02/15 a atendente me informou que até a data da nova perícia agendada eu receberia normalmente. No dia 22/01/15 entrei em contato com 135 da previdência para saber quando eu receberia o período de 21/12/14 a 31/12/14 e ao verificar meu numero de benefício foi me passada a informação que eu receberia após dia 20/01/15, mas que a princípio meu benefício está cessado a mesma me transferiu para a ouvidoria da previdência, porém a pessoa que me atendeu informou que mesmo com a solicitação de prorrogação o INSS não segue pagando até a data da nova perícia e que somente mediante a realização da nova perícia o perito constatando incapacidade aí sim é liberado o pagamento dos dias que se passarão ao aguardo da perícia, questionei a mesma pois em 2013 estive afastada pelo INSS por outro motivo e solicitei mais de uma vez prorrogação do benefício concedido na época e que sempre no aguardo de novas perícias recebia normalmente e que agora na solicitação desse outro auxílio doença na agência as informações prestadas são contrárias a dela e que no 135 também, a atendente voltou a afirmar que o INSS não paga durante o tempo de espera que é lei e norma essa resolução. Não sei como proceder agora visto que estava contando com o pagamento no mês de fevereiro.
Fico no aguardo de uma resposta sua, caso possa me ajudar.
Att
Aline

Catarino Alves disse...

Aline
Eu não tenho acesso a nenhuma informação dos segurados do INSS, assim terá que ir ao INSS saber o que houve. Quando é feito pedido de prorrogação o benefício continua sendo pago, se não ocorreu isso tem que ir ao INSS para solucionar.

Angela Souza disse...

OLA MINHA PERICIA FOI MARCADA PRA DAQUI 1 MES E 10 DIAS GOSTARIA DE SABER SE O PERITO NÃO M AFASTAR SE O INSS PAGA ESSSES 1 MES E 10 DIAS QUE FIQUEI ESPERANDO A PERICIA OU EU PERCO? DESDE JÁ OBRIGADO

Catarino Alves disse...

Angela
Se o benefício for negado não recebe nada.

Magno gonçalves disse...

fraturei o scafoide e ja estou no aux. doença tem um tempo, no caso estou com um laudo medico de 60 dias, o perito pode cessar meu benefio ou ele tem que me da no minimo 30 dias ?

Catarino Alves disse...

Magno
Não sei sobre matéria médica.

Sofia disse...

Estou aguardando a perícia de prorrogação, a qual foi agendada apenas para Março. No entanto, já estou com a alta do meu médico, estando apta para o trabalho. Diante disso, é possível solicitar a antecipação dessa perícia junto ao INSS? É comum eles aceitarem antecipar no caso de alta médica?

naty farias disse...

Olá,meu nome é Josenilton, eu era carreteiro e tive uma lesão no cotovelo direito e não pode mas operar, o laudo do médico fala que a lesão é defenitiva e se operar eu posso perder o unico movimento que ainda posso fazer, a lesão é no braço direito o braço da macha.o proprio perito do inss falou pra me que não adiantaria eu procurar tratamento porque naõ iria resolver,fui encaminhado ao perito do detran que constatou a mesma coisa e travou minha Cnh..e depois rebaixou p B e retirou da Cnh a atividade remunerada.o medico me deu 1ano e 6meses de beneficio q vençe agora n dia 29 de maio 2015....
o que devo fazer na proxima pericia....

Catarino Alves disse...

nao tenho como opinar em materia medica, peça prorrogacao.

Andrea Silva disse...

Prezados,
fui afastada do trabalho em 24/10/2014 por depressão.
Minha perícia foi marcada para o dia 5/1/2015. No dia da perícia o sistema estava fora do ar e a perícia foi remarcada para o dia 27/1/2015.
No dia 27/1/2015 o INSS constatou que faltava um carimbo na carta feita pela empresa e novamente minha perícia foi remarcada para o dia 2/2/2015.
No dia 2/2/2015 fui na perícia e o médico concedeu o benefício até este dia, tendo que retornar ao trabalho no dia 3/2/2015, porém não estou em condições de retomar as atividades.
Entrei com o pedido de reconsideração e foi agendada nova perícia para o dia 16/3/2015. pergunto:
- fico sem receber durante este período que aguardo a reconsideração?
- a empresa me convocou e marcou minhas férias para que eu não fique no prejuízo, isto está correto?
- posso ser demitida neste período que aguardo a nova perícia?
- no dia 5/3/2015 teria que retornar ao trabalho, porém estou com pedido de reconsideração e tenho perícia só dia 16/3/2015, tenho que voltar ao trabalho?

Aguardo sua orientação, pois estou perdida.

Atenciosamente,
Andréa Silva

Catarino Alves disse...

Andréa
Fica sem receber até que seja feita a perícia. A empresa não pode marcar férias, no entanto o risco é seu, ou seja, se for negado ficará com falta no emprego e não receberá de ninguém. Se tem certeza que está incapacitada não pode retornar ao trabalho, se já está curada deve retornar e avisar ao perito o dia que retornou, quando for fazer a perícia.

Henrique Jr disse...

Olá Dr:catarino,tenho a seguinte duvida.
Fui afastado do trabalho dia 04-2-15 e o meu atestado tem validade ate dia 12-03-15,porem a empresa onde trabalho so conseguiu marcar minha pericia para o dia 23-03-15,gostaria de saber se necessito de um atestado médico do dia 12 ao dia 23 para apresentar na pericia?
Como é a primeira vez que isso acontece e por falta de instrução tenho medo de nao receber esses dias. Desde já agradeço.

Catarino Alves disse...

Henrique
Não precisa, pois a demora ocorreu por deficiência do INSS e, por isso, terão que pagar, ao menos, até o dia da perícia.

Juliano Cardoso disse...

Ola sr Catarino só uma duvida se eu pedir um pedido de prorrogação de beneficio os sempre q vou fazer a pericia levo os laudos dos médicos do hospital q faz o meu acompanhamento a perg e se a pericia ta Marc para novembro e o hospital m da alta em julho não vou ter os laudos do meses seg então terei q devolver alg valor ao INSS?

Henrique Jr disse...

Olá Dr:catarino obrigado por esclarecer minhas duvidas, vao ser bem úteis.Desde ja agradeço.

Catarino Alves disse...

Juliano
O que importa é o prazo concedido pelo perito do INSS.

Juliano Cardoso disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Juliano Cardoso disse...

Sr Catarino eu agradeço a sua atenção só q ainda fiquei com duvida pois e assim se eu marcar a prorrogação por telefone tipo eu marco no dia 10\10\2014 eso tem pericia pro dia 11\04\2015 ta nesse meio tempo eu estou em acomp pelo hospital só q vamos supor no dia 12\02\2015 o hospital me der alta ainda faltaria 2 meses para a pericia e não iria tem mais nenhum laudo dentro desses 2 meses restante ai q ta o perito pode colocar q ofoi reconhecido o direito só ate o dia q eu tenho os laudo ou ele vai dar o direito ate pelo menos o dia da pericia? essa e a duvida

Catarino Alves disse...

Juliano
Não tenho como lhe ajudar, sugiro que vá ao INSS para obter a resposta que procura.

Gregori Frederic disse...

ola catarino
bem estou no encosto pelo inss devido acidente de trabalho
pedi prorrogação de uma nova pericia que vai ser dia 28 de abril
fiz alguns exames e no raio x deu que minhas fraturas não consolidaram medico
me deu atestado de 90 dias que se encerra dia 23 de maio minhas duvidas são:
recebo ate a data da nova pericia? pois liguei no 135 não souberam me informar
e o medico do inss pode me manda voltar antes do dia 23 de maio onde medico comprovou atraves do raio x
que não estou bem?

Catarino Alves disse...

Gregori
Se pediu prorrogação continua recebendo, o perito pode conceder só até o dia da perícia, depende de como vai estar naquela data.

Monica disse...

Ola bom dia,sou a Monica estou afastada com auxilio doença que termina dia 21/03/2015 devido gravidez de risco,minha duvida é se tenho que pedir a prorrogação, ou a licença maternidade direto,sendo que ainda nao nasceu o bebe,se eu pedir a prorrogação perco o direito a licença maternidade? E que data devo entrar com o pedido? Eu que devo entrar com pedido ou é a empresa.
Obrigada pela atenção.
Abraços...

fatima croche disse...

Bom dia

fui afastada pelo inss em 16-12-14, passei na pericia em 05-02-15, e o perito concedeu deferido, porém até a data da pericia, pedi o pedido de reconsideração e foi marcada para dia 05-04-15... Minha duvida é,continuo incapacitada devido dores pra voltar ao trabalho... posso esperar em casa até o dia da pericia de reconsideração ou tenho que retornar ao trabalho (mesmo sem condições) ate o dia da pericia ?????

grata

Catarino Alves disse...

Fatima
Se está incapacitada tem que esperar o dia da perícia, se está curada pode retornar ao trabalho e no dia da pericia avisa ao perito o dia que retornou.

Catarino Alves disse...

Monica
Quem decide é o seu médico, ele pode recomendar o início da licença até 28 dias antes da data do parto, mesmo que continue em auxilio-doença a licença maternidade inicia no dia que a criança nascer.

Carlos Eduardo disse...

Empregado afastado pelo medico do trabalho, empresa paga os 15 dias iniciais, agendada pericia com o INSS para 30 dias e prorrogada por mais 60 dias, ou seja, 3 meses apos os 15 dias iniciais. O INSS nega o auxilio doença por carencia do periodo de 12 meses de contribuição atual. Quem paga pelo periodo de aguardo entre o 15 dia e a data do resultado da pericia, sendo que, o auxilio doença foi negado? O que deve fazer o empegado nesta situação, tendo em vista que, continua inapto pelo medico do trabalho e o INSS não quer conceder devido a carencia?

Catarino Alves disse...

Carlos
Nesse caso o empregado não era segurado da Previdência e por isso fica sem receber.

ana maria lisboa disse...

Estou afastada pelo inss por tres meses Terei que fazer uma cirurgia no dedo mas so que ainda não foi marcada minha cirurgia meu medo e que passe esses tres meses e ainda não ter feito essa cirurgia pois estou sem movimento no dedo por ter cortado os tendoes o que devo fazer se isso acontecer e se eu pedir prorrogaçao o que levar no dia da pericia

Catarino Alves disse...

Ana
Pode pedir prorrogação e não precisa levar nada, pois irão examinar sua mão.
Tudo sobre o INSS

sergio dias disse...

boa noite meu prazo de pedido de prorrogação tinha que ser feito até o dia 10 hj é 24, mas não querem fazer o pedido de reconsideração, o que faço entro com recurso e se é rapido esse pedido , ou faço um outro pedido de beneficio , obrig

Catarino Alves disse...

Sergio
Melhor aguardar 30 dias e fazer novo pedido.

Daniel Batista disse...

boa noite
passei na pericia medica e não foi reconhecida então voltei a trabalhar posso pedir o pedido de reconsideração?

Catarino Alves disse...

Daniel
Pode sim, tem até 30 dias para fazer isso.
Tudo sobre o INSS

Lu Viana disse...

Boa noite, Dr. Catarino!

Me foi concedido auxílio doença para apenas 4 meses para diagnóstico CID 51,9 e diagnóstico secundário 33,3 e só percebi essa ordem das doenças alguns dias atrás, com data de encerramento para 01/04/15. Já pedi a prorrogação dia 18/03/15 através do 135 e foi remarcada para 21/05/15.
Diante do exposto, solicito sua ajuda para dirimir algumas dúvidas:
- continuarei recebendo o auxílio normalmente até que a nova perícia seja feita?
- A perita na ocasião da concessão inicial mal olhou pra mim e nem se deteve nas datas de início das doenças. O diagnóstico considerado como "secundário" está cada vez mais grave e de difícil controle. Tal diagnóstico é considerado/relevante nessa nova perícia de prorrogação? A ordem dos diagnósticos pode ser trocada (isso faz alguma diferença em termos de tempo de auxílio)?
-como sou tratada pelo SUS em ambos diagnósticos, o principal (CID 51,9) ainda espera por mais exames e consultas para uma eventual alta e o secundário, segundo todos os psiquiatras que me atenderam não tem a menor chance de prever uma alta, pois pode durar de 1 ano a 2, 5, 20 anos, até mesmo o resto da vida diante dos medicamentos quer preciso usar. E SUS tudo é muito demorado...

Grata e contando com sua ajuda, desde já aguardo sua resposta.

Catarino Alves disse...

Lu
Vai continuar recebendo até o dia da perícia e depois se for concedido, quando aos diagnósticos pode pedir uma revisão para alterar, caso tenha laudos que comprove.

Lu Viana disse...

Obrigada pela prontidão na resposta, Dr. Catarino. Forte abraço e Deus te abençoe.

Rossana disse...

Olá Dr. Catarino,
Sou dentista e estou afastada por fratura do braço. Já pedi algumas vezes a prorrogação, pois não me sentia apta ao trabalho. Minha próxima perícia foi agendada para dia 15/05. No dia 08/05 já está marcada uma cirurgia, que não tem nada a ver com o braço, CID 10, e terei que ficar de repouso por 15 dias. Consigo no INSS adiantar a pericia para antes da cirurgia? O que posso fazer?

Catarino Alves disse...

Rossana
Antecipar é quase impossível, o que pode fazer e pedir que mude a perícia para domiciliar ou hospital, dependendo de onde estará na data prevista para a perícia. Faça isso o mais cedo possível.

Rossana disse...

Muito obrigada pela resposta, grande abraço!

Rafael Valadão disse...

Boa noite..Fiz o pedido de prorrogação e fui negado dia 13 de fevereiro,porem estava com o laudo medico dizendo q eu não tinha condições laborativas..Depois de 22 dias fiz o pedido de reconsideração que foi marcado para o dia 16 de abril,porem fui ao medico hoje e ele disse que já estou em condições de voltar e não me deu um laudo atual e segundo ele o pedido de reconsideração é relativa o ultimo laudo q ele me deu dia 4 de fevereiro..Conclusão,só tenho um laudo de impossibilidade do dia 4 de fevereiro ..Será q a reconsideração é desse laudo ou preciso de um novo laudo?Obrigado..

Catarino Alves disse...

Rafael
Não precisa de novo laudo e nem adiantaria, pois se for emitido agora eles dirão que não valia quando fez a perícia que está contestando agora.

Danilo disse...

Boa Tarde
Estou encostado pelo auxílio doença até o dia 10 de abril de 2015 mas não tenho condições de voltar ao trabalho no momento. Já fiz o pedido de prorrogação q foi marcado para o dia 6 de junho. Minha dúvida é se preciso levar atestado medico na empresa onde trabalho para esse período entre 10 de abril até 6 de junho?

Catarino Alves disse...

Danilo
Não precisa, pois o benefício vai ser prorrogado.

Danilo disse...

Mesmo se o médico perito indeferir no dia da perícia?

Catarino Alves disse...

No caso o perito terá que manter o benefício até o dia da perícia.

ANDRE LUIS Bernardes disse...

Bom Dia, gostaria de esclarecer a seguinte duvida uma funcionaria passou por cirurgia em janeiro de 2015 a empresa pagou os 15 dias, marquei pericia e a mesma ficou sob custodia do INSS ate o dia 10/03/15, ocorre que ela retornou as suas atividade laborais no dia 11/03/15, trabalhou 11 e 12/03, depois apresentou atestado de 30 dias, nesse caso ela ainda se encontra sob custodia do INSS, posso fazer pedido de prorrogação?

Catarino Alves disse...

Andre
Ela terá que esperar 30 dias, da data que cessou o benefício, e fazer um novo pedido, pois prorrogação só pode ser pedida antes do vencimento. Por tratar-se da mesma doença, antes de 60 dias, a licença é com o INSS.

Jerbson Silva disse...

Amigo eu queria saber o seguinte depois que eu dei entrada no auxilio doença fiquei recebendo por dois messes ai eles me disseram que eu teria que marcar uma pericia pelo numero 135 e que eu ficaria sem receber ate o dia da pericia.
Marcaram Pra 5 meses depois e eu queria saber se esses meses que fiquei esperando seram pagos no dia da pericia?

Catarino Alves disse...

Jerbson
Não entendi sua dúvida.

Jerbson Silva disse...

eu quero saber se esses meses que fiquei esperando seram pago no dia da pericia.

Eduardo Lopes disse...

BOA TARDE .R CATARINO . SOFRI UM ACIDENTE EM 2009. DESDE ENTÃO ESTOU PELO INSS. HOJE ME ENCONTRO BEM MELHOR ,MAIS COM ALGUMAS DIFICULDADE EM ANDAR POIS ESTOU COM UNS 4 CM A MENOS NA PERNA E ANDO DE MOLETAS. POIS QUANDO VOU TENTAR ANDAR NÃO CONSIGO ,POIS ESTOU MANCANDO....E JÁ PASSEI POR VARIAS CIRURGIAS ..E HOJE ESTOU ESPERANDO FISIOTERAPIA PRA ME FAZER PRA FORTALECIMENTO DA PERNA .POIS O PÉ ESTA DURO O JOELHO ESTA TRAVADO TAMBÉM ELE NÃO VEM PRA TRAZ ...MINHA DUVIDA É SERA QUE POSSO PEDIR APOSENTARIA .POIS CASO EU FIQUE ASSIM COMO ESTOU . . OUTRA EMPRESA VAI ME ADMITIR ?E COM CERTEZA NÃO TEREI MAIS 100% NESTA PERNA POIS A MESMA ESTA TODA MARCADA DE CIRURGIAS. EMAS FINA ... DESDE JÁ AGRADEÇO. ...

Ana Lu disse...

Olá, preciso de um auxilio.

Meu esposo fez uma cirurgia de ombro decorrente de rompimento de tendão por esforços repetitivos, tendo o INSS e o médico do trabalho enquadrado como auxilio acidentário.
Ocorre que agora após 5 meses de cirurgia, o INSS deu alta, mas o médico que fez a cirurgia e o médico do trabalho disseram que ele não tem condições de continuar a carregar chapas de madeira MDF e trabalhar na máquina antiga e pesada com os mesmos movimentos repetitivos, pois a cirurgia poderá ser desfeita. Não foi possível entrar com Reconsideração por um erro da empresa, que ao invés de solicitar prorrogação, solicitou nova perícia e para consertar o erro, foi pedido reconsideração.
Já foi agendada nova perícia após 30 dias do indeferimento. Caso seja negado novamente, o que fazer, visto que os dois médicos não liberam para o trabalho? Já estamos há dois meses sem receber de ninguém, mas ele não tem condições de retornar para a mesma função e a fábrica é pequena (Marcenaria), onde todas as tarefas envolvem peso e força. Devemos entrar com ação? Por favor poderia nos dar uma luz?
Grata

Catarino Alves disse...

Ana
Se acredita que os direitos dele não estão sendo atendidos pelo INSS pode procurar um advogado que vai orientar o melhor caminho.
Tudo sobre o INSS

Catarino Alves disse...

Jerbson
Se o pedido for concedido será pago todo o período, se for negado não.
Tudo sobre o INSS

Catarino Alves disse...

Eduardo
Na prática não há como pedir que o INSS lhe aposente, isso depende da decisão do perito, o máximo que pode fazer e conversar com ele quando for fazer uma nova perícia.
Tudo sobre o INSS

Eduardo Lopes disse...

ok sr catarino. desde já lhe agradeço muito sua gentileza e rapidez em ,me informa. um grande abraço.!

Allan da silva souza disse...

Olá boa noite,

No dia 20 vou fazer a minha 1° pericia(auxilio acidente de trabalho), porém não concordo com o tempo que o meu medico quer me dar acho muito exagerado, que decide o tempo de beneficio o medico ou o perito?, e no meu CAT o tempo está diferente do laudo dele o que eu faço? Só exame e o suficiente para pericia?

Catarino Alves disse...

Allan
O perito é que decide o tempo, pouco adianta o médico dizer o prazo. Na CAT tem que ter o dia do acidente e tem que fechar com o que a empresa informa como o último dia de trabalho.
Tudo sobre o INSS

Patrícia Lima disse...

Boa tarde!
Gostaria de saber se a perícia de prorrogação pode ser marcada em uma agência diferente da que foi marcada a primeira, no caso uma mais próxima.
O agendamento pode ser marcado dentro desses 15 dias restantes do fim da concessão do benefício ou demora mais tempo como foi a inicial, no caso a minha demorou 1 mês?
Desde já agradeço sua atenção.

Catarino Alves disse...

Patrícia
O agendamento na perícia de prorrogação tem que ser feita nos 15 últimos dias do benefício, quando vai ser feita depende da agenda da agência onde for marcada. Pode agendar para qualquer agência, é só indicar o nome da agência onde quer que seja agendado.
Tudo sobre o INSS

Amanda Ghedin disse...

Bom dia .. ve se pode me ajudar ... Meu caso é gestação de risco, pressão muito alta e a minha medica me passo atestado de 60 dias dia 25/03/15 e minha pericia foi dia 09/04/15 e ganhei do INSS pelo oque entendi na carta do dia 31/03/15 a dia 09/04/15 e como foi a primeira eu tenho direito a reconsideração certo ? Hoje é dia 20/04/15 e ainda não pedi porque eu tenho que ter um novo atestado ? Ou posso ir com o mesmo ? Devo voltar a trabalhar ? E meu chefe disse que pra voltar a trabalhar eu devo ter um atestado desse mesmo medico dizendo que estou apta a trabalhar, é verdade ? Oque devo fazer ?? Obrigadaaaa

Rafael Valadão disse...

Boa noite ..Tive o Pedido de Reconsideração negado,62 dias fiquei em casa ,pois não estava em condições de voltar ao trabalho..Voltei hoje e tive a surpresa q além de ter perdidos direito as férias,isso já sabi pois passou dos 180 dias,tambem fiquei com falta esses 62 dias e perdi as férias referente ao dia 13/02/2015 a 12/02/2016..Pois contaram 62 dias de falta e mais de 30 perde as férias,só q quando dia 13 de fevereiro fiz o pedido de reconsideração ,fiz uma carta para empresa dizendo q iria aguardar o resultado em casa,pois não estava em condições..Procede a atitude da empresa?Obrigado..

Catarino Alves disse...

Rafael
Sugiro que procure o seu sindicato ou um advogado para ver o que ocorreu, aqui trato somente de orientação sobre os benefícios do INSS.
Tudo sobre o INSS

Catarino Alves disse...

Amanda
Não precisa de um novo atestado, se o que tem ainda está em vigor. Se pedir reconsideração não precisa voltar a trabalhar, deve ter entregue uma cópia do atestado.

reginaldo pereira disse...

bom dia dr catarino,fiz pedido de prorrogação mas quando consulto na internet consta beneficio cessado,e na folha de pagamento não consta pagamento por que,e o que devo fazer .........obrigado

Catarino Alves disse...

Reginaldo
Vai ter que ir ao INSS ver o que houve.

reginaldo pereira disse...

dr catarino,marquei uma pp,mas não compareci a pericia anterior por falta de laudos madicos,a pp foi marcada dentro do prazo,da algum plobrema,.......obrigado..

Catarino Alves disse...

Reginaldo
Considerando que o pedido de prorrogação só pode ser feito quando o benefício é concedido e considerando que diz que não compareceu a perícia original acredito que deve ter remarcado a perícia. Se não tem laudos médicos deve comparecer igual para ter a análise dos peritos.
Tudo sobre o INSS

Allan da silva souza disse...

Obrigado Dr. Catarino Alves

Seu blog é muito útil.

Izaias Bueno disse...

Dr meu esposo esta com um laudo de janeiro mas a pericia dele foi marcada para dia 27 de abril ele precisará de um novo laudo... O INSS falou q não tinha vaga só nos próximos 200 dias ou transferia ele para outro local pra fazer a pericia

Catarino Alves disse...

Izaias
Não precisa de novo laudo, pois o atraso na realização da perícia é culpa do INSS.
Tudo sobre o INSS

Patrícia Lima disse...

Olá, dr Catarino!
Li um artigo que dizia que em 2 estados brasileiros será testado um plano piloto de aprovação de perícia de prorrogação do auxílio doença somente com a apresentação de um atestado do médico que está acompanhando o segurado. Isso estaria acontecendo em duas gerências (norte e central) do Rio de Janeiro, em Niterói e em Aracaju. O senhor tem conhecimento sobre o assunto?
Grata,

Catarino Alves disse...

Patrícia
Já vi notícias, mas não sei detalhes.
Qual sua dúvida sobre o INSS?

João Pedro Rodrigues disse...

Bom dia Catarino Alves. Eu marquei uma "pericia" para o dia 14 de Abril - Auxilio Doença, e foi indeferido. Eu gostaria de saber, por gentileza, se eu deveria receber, partindo do princípio de que eu não tive culpa do agendamento. Eu trabalho com carteira assinada, o que eu poderia estar fazendo para recorrer e conseguir receber os dois meses que fiquei aguardando a pericia. Já foi marcada uma PR para o dia 28 de Maio, mas a minha duvida é a respeito dos dois meses que aguardei e não recebi.

Catarino Alves disse...

João
Se a reconsideração for aceita eles pagam desde o dia do pedido, se for negado terá que entrar com recurso.

FRANCISCO disse...

dr estou sem entender hj foi minha pericia de pedido de prorrogaçao porem, o perito nao copareceu e foi remarcada a pericia para outra agencia pois a minha nao esta agendando pois nao tem medicos porem, e a ultima ves mudei de agencia ai no papel tinha dizendo que nao podeia remrcar de novo isso no foi dia 23/10/14 foi remarcado para 18/05/2015 e agora como disse fui fazer a pericia foi remarcado porem tem dizendo assim o inss nao responsabilza-se pelo pagamento pelos dias ate a pericia , mas como se a culpa foi do inss em nao ter medico, e outra fui ver a situaçao meu beneficio esta cessado e vou ver no site o agendamento coloco meus dados e da nao encontrado liguei para o 135 e a mulher disse que to segurado pois foi habilitado p pedido de prorrogaçao, me ajude pq esta como cessado? e quando vou ver o agendamento nao mostra? e talhe é a segunda ves que remarcam me ajude por favor, foi o tecnico que remarcou,ele colocou aceito pedido de ororrogaçao e marcaçao de pericia, mas como marcaçao se nao teve perito fui ver meu beneficio foi cessado mas como se nao teve percia a lei diz que o segurado continua segurado ate a proxima pericia, absurdo isso, me ajude, obrigado

Leonardo Romero disse...

Olá, Catarino.
Tenho uma perícia agora dia 25/05 no entanto meu benefício cessa até 31/05 no entanto ao ligar para 135 e remarcar o pedido de prorrogação, foi marcado antes da data, disseram que é normal que o sistema, "gerou" assim, ainda não passei na no meu médico, que será agora em JUNHO. Tenho que ir no horário e data marcada, passarei na perícia? no entanto não tenho "laudos/receitas" atuais. O que faço? posso pedir um prazo?
Obrigado.

Vinícius Adversi disse...

eu recebi 3 meses de auxílio doença, mas preciso renovar. Tenho que pegar outro Laudo Médico ou o antigo vale? grato

Meryellen disse...

Estou com laudos que falam meu problema nao aguento de dor pois isso não aguento de dor e tenho limitacoes o perito indeferiu meu pedido e estou com muita dor eior durante a avaliação do perito me machucou onde nao tinha dinheiro para o remédio e sinda me indeferiu um dinheiro ou melhor um benefício wu

Ruth Lane disse...

Boa noite Dr Catarino!
O beneficio foi cessado,da minha filha,sem que houvesse perícia.Minha filha está desde 2010,sendo sempre deferido.A última perícia foi há 2 anos,e não foi sinalizado no deferimento nenhuma data de termino.Mas este mês ela não recebeu,estive no INSS,e lá fui mto maltratada,e a atendente disse q a minha filha poderia ganhar até justa causa(Ela trabalhou 10 anos na mesma empresa),e está há 5 anos no auxílio doença.Sendo que este último deferimento,apos pesquisar,vi que o perito estava´pedindo para transformar o auxilio doença em aposentadoria por invalidez,E neste deferimento está escrito para AGUARDAR COMUNICADO..Não conta NADA sobre data para prorrogação,nada...Só para aguardar comunicado.O que faco?Me ajude!O médico que cuida dela desde 2009,já deu o laudo,ela não tem codições de voltar ,e de trabalhar mais,os CIDs.são F20,G47 e outros q não lembro agora.O que ela ganhava trabalhando era o triplo do que ganha do INSS,mas ela não tem como voltar.POde O INSS cessar o beneficio nesta condição,sem ter no papel do deferimento,nenhuma data de termino da concessão,e sim para AGUARDAR COMUNICADO?Pedi na agencia do INSS,para me tentregar a carta de alta,a mulher atendente,ironicamente,sem dó,disse que minha filha não teve alta,o beneficio só foi cessado.Como assim?Este mês ela não recebeu,meu esposo teve que estourar o limite,para pagar as contas dela e ajudar nas despesas no nosso neto.Não sei como será se mês de junho.não tiver pagamento novamente,
Agaradeço sua atenção e orientação.
Grata:Rutylane.

Simone Ramos disse...

Olá
Minha dúvida é a seguinte eu fiz uma PP,mas deu indeferido, porem não estou apta a voltar ao trabalho,meu benéfico é até o dia 30/05/15,eu posso agendar uma PR no dia 16/06/15,pois tenho uma consulta medica pra essa data e consiguirei o laudo...posso levar só o papel da PP que foi indeferido sem apresentar o papel da nova pericia?
Isso dar abandono de emprego?
E além do mas meu gerente já me ligou perguntando quando eu volto pra trabalha pois minhas férias venceram. Como devo proceder?
Att: Simone

Júnior Eletricista disse...

Boa Noite Dr. Catarino Alves. Minha duvida e sobre o CID a Prorrogação do Auxilio Doença do meu filho veio Indeferido, a medica disse que ele ainda não esta em condições de voltar ao trabalho, Na Pericia do INSS falaram que o CID venceu... ele recebeu 10 més seguido. Posso pedir uma Reconsideração com o mesmo CID, Eles não vão Alegar a mesma coisa ?
Qual a Possibilidade da empresa pagar os dias que o INSS não estiver Pagando ?

Desde já Agradecida !

Catarino Alves disse...

Júnior
Não tenho como opinar em matéria médica, pode pedir reconsideração, mas não tem como mudar o CID, pois só o médico pode dar esse código.

Catarino Alves disse...

Francisco
Não tenho como responder em casos específicos, terá que ir ao INSS para saber o que houve.

Catarino Alves disse...

Leonardo
Tem que ir na perícia mesmo não tendo laudos atuais.

Catarino Alves disse...

Vinícius
Sim, pois só seu médico pode dizer se esta ou não curada ou apto para o trabalho.

Catarino Alves disse...

Meryellen
Não tenho o que dizer, se quer reclamar do perito pode ligar para o fone 135 e escolher ouvidoria.

Catarino Alves disse...

Ruth
Não tenho como analisar casos específicos, ela pode pedir um novo benefício. Caso queira reclamar do atendimento do INSS pode ligar para o fone 135 e escolher ouvidoria.

Catarino Alves disse...

Simone
Tem que agendar a perícia e informar à empresa que esta pedindo prorrogação do benefício, não tem como dizer que é justa causa.

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 305   Recentes› Mais recentes»

Postagens populares