by

Como é feito o cálculo da renda mensal do auxílio-doença no INSS.


Renda Mensal, Benefícios do INSS, Auxílio-doença

Quando um segurado do INSS recorre ao benefício de auxílio-doença fica na expectativa de saber de quanto será sua renda mensal. Quem recorre pela primeira vez não sabe a fórmula de cálculo que o INSS utiliza e, por isso, não tem como prever qual será sua renda mensal no período em que ficar afastado do trabalho.

O fato mais importante a salientar é que a renda mensal não guarda nenhuma relação com o valor dos rendimentos atuais do segurado, podendo ser menor, igual ou maior. Outro fato importante é que o INSS paga, no máximo, o teto previdenciário, que hoje é de R$ 4.390,24, e por isso quem tem renda maior que esse valor irá ter rendimentos menores durante o tempo que ficar afastado do trabalho. As empresas não tem obrigação legal de complementar a renda mensal, só no caso daquelas que aceitaram essa cláusula em acordo coletivo de trabalho.

Vamos, então, explicar como é feito o cálculo da renda mensal do benefício de auxílio-doença no INSS. Para fazer o cálculo o INSS utiliza as contribuições feitas desde 07/94 ou desde que iniciou as contribuições, no caso de quem se filiou à Previdência Social depois dessa data. Do total de contribuições são separadas as maiores, no limite de 80% do total, e é feito a média aritmética e dessa média é pago 91%, os valores das contribuições são atualizadas, uma a uma, antes do cálculo. A diferença é retida a título de contribuição à Previdência, pois o tempo em benefício conta como tempo geral de contribuição.

A Instrução Normativa 45/2010 do INSS traz o seguinte texto, sobre o cálculo da renda mensal do benefício de auxílio-doença, em seu Art. 175:

Para o segurado filiado à Previdência Social até 28 de novembro de 1999, véspera da publicação da Lei nº 9.876/99, inclusive o oriundo de RPPS, que vier a cumprir os requisitos necessários à concessão de benefício a partir de 29 de novembro de 1999, o salário-de-benefício consiste:

I - para auxílio-doença e aposentadoria por invalidez, na média aritmética simples dos maiores salários-de-contribuição, corrigidos mês a mês, correspondentes a oitenta por cento do período contributivo decorrido desde julho de 1994;

Para quem se filiou a partir de 29.11.1999 a renda é calculada da mesma maneira, só que usa as contribuições feitas de todo o período.

Fazer uma simulação do valor que vai dar a renda mensal é muito simples e pode ser feita utilizando o site da Previdência, veja uma explicação lendo este artigo: Simule sua renda. Veja uma simulação que fiz para melhor exemplificar e demonstrar como a renda é calculada.

Na imagem abaixo fiz uma simulação para um contribuinte hipotético que tinha 14 meses de contribuição quando requereu o benefício de auxílio-doença, veja que o sistema separa 80% do total das contribuições de maior valor e faz a média. No caso do auxílio-doença ou na aposentadoria por invalidez a renda mensal não sofre redução devido ao fator previdenciário. O auxílio-doença paga 91% da média e a aposentadoria por invalidez paga 100%.


Simulação de renda mensal do auxílio-doença




Saiba mais sobre os benefícios do INSS no blog: BENEFÍCIOS DA PREVIDÊNCIA

Fórum do Consultor. Pergunte sobre os benefícios do INSS

53 comentários :

  1. comecei a trabalhar de carteira assinada em 22/02/2014. Em 09/07/2014 fui afastado do trabalho. Comecei a receber auxilio doença em agosto e ficarei recebendo até 02/2015. Tenho direito a 13º salário ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edcarlos
      O período que estiver em benefício o INSS paga o 13º, a parte da empresa vai ter que aguardar a volta ao trabalho.

      Excluir
  2. Bom dia gostaria de tira uma dúvida,na minha carteira de trabalho o valor é 1.445,00 fiquei afastado 68 dias vou receber esse valor pelos dias que fiquei afastado que são 2 meses ou só vou receber o salário mínimo,foi concedido o benefício dos dias que fiquei paarado,eu recebo os 2,900,00 ou só 2 salários obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edilson
      A renda no benefício não tem nenhuma relação com o valor que ganha no trabalho, leia o artigo que vai entender.

      Excluir
  3. Fui afastada da empresa e normalmente recebo o decimo terceiro dia 20 de novembro vou receber agora tbm ou não?

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde, ano passa eu me afastei pelo o inss 2 meses e recebi no total 1949,33. E esse ano me afastei de novo e desta vez irei ficar afastado 2 meses e 15 dias pelo o inss só que desta vez irei receber menos 1903,91. Porque irei receber menos se fiquerei mais tempo afastado. Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talles
      Isso você terá que perguntar no INSS.

      Excluir
  5. eu fiquei afastado no inss do dia 30/09 à 23/10 quanto que eu irei receber do inss

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde,minha perícia inicial foi dia 22/10/2014 dai foi negada,era pra fazer um pedido de reconsideração e era pra voltar ao trabalho dia 23 dai fui ao médico do trabalho e ele falou que eu estava apto,fui em outro médico e ele me deu 15 dias,esses 15 dias a empresa tem que paga ou não.por que era pra mim voltar dia 23 não tiver condições de trabalhar a empresa queria atestado fui ao médico e ele me deu 15 dias a empresa tem que pagar ou não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edilson
      A empresa paga os primeiros 15 dias de afastamento, depois se o INSS não aceitou não recebe de ninguém.

      Excluir
  7. Olá tudo bem? Estou com uma duvida. Fui Registrado no dia 10/10 e quebrei a perna no dia 18/10. Gostaria de saber como vai ficar o meu salario, pois meu registro na carteira é no valor R$ 2.000,00 + 50 % de Gratificação. O Atestado Médico é no período de 90 dias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rodrigo.
      A renda é feita pela média das contribuições, leia o artigo que vai entender.

      Excluir
  8. Olà..sou registrado desde agosto de 2009, e me afastei pelo inss agora em novembro de 2014..o inss usara 100% das minhas contribuicoes ao inves de usar somente 80 % ???? Grato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alan
      Não, a regra é sempre aplicada.

      Excluir
    2. Oi, nesse caso entao independente se tenho 60,100 ou 120 contribuicoes eles devem usar as 80% maiores entao?

      Excluir
  9. boa tarde meu nome é fabricia trabalho a dois anos em um hospital devido muito esforço repentino fiquei 15 dias de atestado como nao houve melhoras tive que me afastar do trabahlo no dia 31/10/2014 foi marcado a pericia e no dia 11/11/2014 passei pela pericia o perito me avaliou e me concedeu o beneficio até do dia 30/01/2015 mas me ficou uma duvida se puder me esclarecer ficarei grata gostaria de saber se tenho direito ao decimo terceiro salario se eu tiver gostaria de saber quem vai me pagar a empresa ou o inss?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabricia
      O INSS paga de acordo com o número de meses que ficar em benefício.

      Excluir
  10. Bom dia,
    Preciso realizar um procedimento cirúrgico no joelho esquerdo causa de um rompimento do LCA, já possuo o mínimo de contribuição necessario, mas gostaria de saber se posso requerer o benefício estando desempregado?

    ResponderExcluir
  11. Davi
    Se não passou 12 meses desde que saiu do último emprego ou deixou de pagar tem direito.

    ResponderExcluir
  12. Caro Catarino,
    O médico me afastou por 90 dias e estou aguardando cirurgia. Dúvidas:
    recebia a 1ª parcela pela empresa, a 2ª quem ira pagar? tenho um desconto em folha de um emprestimo, o desconto continuará durante o auxilio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raphael
      Parcela do quê?
      Se tem empréstimo terá que pagar por sua conta, o INSS paga o valor devido.

      Excluir
  13. Desculpa esqueci de comentar, recebi a primeira parcela do 10º terceiro pago pela a empresa, a segunda parcela que irá pagar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O INSS paga proporcional ao número de meses em que o benefício ficou ativo.

      Excluir
  14. O inss se baseia em q renda para seus cálculos. ..? No salário base no valor bruto mensal ou no líquido? Grato

    ResponderExcluir
  15. Boa Tarde!
    Fiz uma cirurgia no dia 24/10/2014 e meu médico me deu 30 dias de atestado. Destes 30 dias a empresa paga 15 dias e o restante o INSS paga. Mas minha perícia só foi marcada para o dia 10/12/14 e o meu atestado se encerrou no dia 23/11/14. São mais 17 dias sem trabalhar. Na agência do INSS fui informado que se a empresa aceitasse, eu poderia retornar ao trabalho e depois informar ao inss que voltei a trabalhar antes do dia 10/12/14. Mas empresa não aceitou eu retornar ao trabalho sem fazer a perícia. E agora quem pagará por esses 17 dias sem trabalho e sem atestado? O inss cobre esses dias, já que o problema é a demora da perícia?
    Desde já agradeço.

    ResponderExcluir
  16. Diogo
    O INSS tem que pagar até o dia da perícia, se já estiver curado nesse dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pelo seu tempo e esclarecimento.

      Excluir
  17. Bom dia .
    Sou vendedora e trabalho em pré o dia todo e subo e desço escadas , fiz duas cirurgia uma de hérnia no umbigo e retirei a vesícula , meu médico achou melhor me afastar por mais 30 dias pelo fato de ainda sentir muita dor no umbigo , mas por fora a cirurgia esta praticamente cicatrizada saindo apenas um pouco de secreção no umbigo .
    Eu corro o risco do INSS negar o benefício por achar que eu já possa estar bem a perícia é dia 5 agora .
    Desde já obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raquel
      Não temos como opinar em matéria médica.

      Excluir
  18. estou afastado pelo inss desde o dia 07/11. a empresa me pagou 10 avos da primeira parcela do decimo, agora vi o extrado na internet do inss e os 2 meses da primeira parcela equivalem com o que deveria receber integral da empresa. porem os 23 dias que o inss deve pagar o calculo esta metade abaixo do valor do salario integral. ou seja colocaram mens.reajuastada. que significa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tenho como responder, sugiro que vá ao INSS e peça um extrato para ver o que houve.

      Excluir
  19. Estou no Serv ha 2 meses fui encaminhada para o INSS por conta que estou rica(sem voz) e trabalho em um call center . meu salario é de 726,00 quanto devo receber de INSS?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Drika
      Primeiro se tem só dois meses não vai ter direito a benefício e caso tenha vai receber o salário-mínimo.

      Excluir
  20. Estou gravida e pelo auxílio doença. Fiquei de beneficio ate 25de outubro no dia 26pedi a prorrogação q foi marcado pro di 25de novembro ai foi consedido o benefício ate 25 de novembro e no dia 26 pedi outra prorrogação q foi marcado pro dia 2de janeiro quem vai me pagar esse dias q fiquei esperando pra fazer a pericia.de 26de outubro a 25de novembro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabiola
      Se seu pedido foi aceito o INSS paga.

      Excluir
  21. Olá,

    Foi afastado e recebi uma nova proposta de emprego. Pergunta; Não passei pela pericia no inss, posso pedir demissão? Caso pedir posso ter alguma complicação com inss? E quais são meus direitos junta a empresa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raphael
      Se foi negado pelo INSS pode pedir demissão sim e não terá nenhum problema.

      Excluir
  22. Boa Tarde.
    Estou com uma grande duvida, e muito angustiada.
    Fiz uma pericia judicial, quando entrei não fiquei nem 3 minutos e o medico me disse que eu ja podia ir.
    Eu faço tratamento dos CID: F41, F42, F44.
    Sera que ele é serio, na hora que estava lá estava muito mal mesmo, perecia que ia morrer pois o ambiente é muito desgastante para eu.
    Agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana
      Não tenho como saber isso, procure seu advogado que ele sabe como funciona.

      Excluir
  23. Bom dia!
    Peguei afastamento a partir do dia 03\12\2014 e gostaria muito de saber se a emprea irá pagar a minha segunda parcela do decimo ou é o INSS

    ResponderExcluir
  24. Val
    Isso você tem que ver na empresa ou no sindicato, o INSS só paga por períodos em que estiver em benefício.

    ResponderExcluir
  25. Olá, boa Noite
    Estou no auxilio doença desde março/14 e olhando seus artigos verifiquei que o meu calculo para o beneficio, o INSS usou 102 maiores contribuições para fazer a media e usou o coeficiente 0,91 para determinar o valor do beneficio a receber. De acordo com suas orientações ele deveria ter usado as 80 maiores contribuições correto? ou estou errado? Se estou correto cabe uma revisão.

    Segue calculo do INSS conforme carta de concessão.

    Tempo de contribuição: 19 GRUPOS DE 12 CONTRIBUICOES

    Somatório dos salários corrigidos = 243.879,60

    Salário de Benefício = 243.879,60 / 102 = 2.390,97

    Renda Mensal Inicial = 2.390,97 X coeficiente = 2.175,78

    Onde, coeficiente = 0,91

    Att.
    Zé Carlos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ze Carlos
      Se há erro no cálculo pode pedir revisão sim.

      Excluir
  26. Olá, quando um atestado de 15 dias termina e a pessoa não ta boa para voltar, e nao quer se fastar pelo inss, o trabalhador pode faltar o dia seguinte e dar um novo atestado de 7 dias? Por favor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nivaldo
      Não pode, só depois ter passado 60 dias do retorno ao trabalho.

      Excluir
  27. olá boa noite, Catarino eu queria saber se eu tenho direito ao auxilio doença ou ao auxilio acidente? já que no comunicado de decisão do médico que fez a pericia diz o seguinte no começo do texto "em atenção ao seu pedido de auxilio-doença..." e já quase no termino diz o seguinte "o beneficio foi concedido em espécie acidentária..." oquê eu recebo afinal? é que eu não entendo nada a respeito deste assunto, desde já agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edson
      O auxílio-doença pode ser por doença ou por acidente, se sofreu um acidente seu benefício é um auxílio-doença causado por acidente, não tem diferença nenhuma fora para a estatística do INSS.

      Excluir
  28. Ola, Catarino.
    Eu tinha uma pericia auxilio doença no INSS no dia 18/07/2014 porem empresa onde trabalho que ficou responsável pelo agendamento, não me avisou da data liguei varias vezes para saber a data e ninguém sabia me dizer, também não liguei no 135 pra saber porque não tinha o conhecimento desse canal, quando fiquei sabendo havia se passado a data da pericia então tive que espera mais 30 dias pra remarca uma nova pericia medica que ficou agendada p o dia 27/10/214 DECISÃO:Indeferimento do pedido MOTIVO: Não constatação de Incapacidade Laborativa, no dia seguinte fiz um pedido de RECONSIDERAÇÃO p data do dia 10/12/2014 DECISÃO: Deferimento do Pedido MOTIVO: Constatação de incapacidade laborativa o beneficio foi concedido ate 31/03/2015. Pergunta Ufaa: O recebimento do beneficio é de que período da primeira pericia que não fui informada a data ou da segunda vez com a data do dia 27/10/2014? Caso seja a segunda data (27/10/2014) empresa que errou não me informando eu posso cobra esse período da empresa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viviane
      O INSS vai pagar a partir do segundo pedido, para eles você não compareceu e perdeu o direito, se quer receber terá que cobrar da empresa, lembre-se que a empresa não tem obrigação legal de fazer o agendamento por você, só se consta em convenção coletiva de trabalho, tem que ver isso com o seu sindicato.

      Excluir

Deixe seu comentário sobre o blog, caso queira tirar uma dúvida use o Fórum do Consultor, é só clicar na link abaixo:
Fórum do Consultor

Postagens populares