by

Quais os procedimentos para requerer auxílio-doença no INSS.


Auxílio-doença, procedimentos para requerer, INSS, Benefícios

A grande maioria dos trabalhadores pouco sabe dos seus direitos quanto aos benefícios do INSS. Quando um trabalhador fica doente ou sofre um acidente e precisa ficar afastado de suas atividades por mais de 15 dias precisa recorrer ao INSS. É nessa hora que é preciso saber o que fazer e quando fazer para ter direito ao benefício, as empresas também não sabem para ajudar.

Quem fica incapacitado para o trabalho tem direito a requerer o benefício de auxílio-doença. Para requerer é preciso observar alguns procedimentos, todos bem simples.

Para requerer o benefício de auxílio-doença é preciso que o segurado tenha obtido do seu médico um atestado de afastamento do trabalho onde esteja indicado o tempo necessário para a recuperação e qual a doença que foi diagnosticada. É a partir do que diz no atestado médico que a perícia do INSS irá determinar se tem direito e por quanto tempo.

Se o trabalhador for empregado deve levar o atestado à sua empresa. Se o tempo de afastamento for de até 15 dias o empregado não vai precisar fazer perícia no INSS, a empresa paga normalmente o seu salário. Se o tempo de afastamento for maior que 15 dias ou se já tenha se afastado, pela mesma doença, nos últimos 60 dias, terá que agendar perícia no INSS. Se já esteve afastado, pela mesma doença, nos últimos 60 dias terá que ser submetido à perícia no INSS, mesmo que o novo atestado seja menor que 15 dias.

No caso acima o empregado recebe da empresa os primeiros 15 dias e no 16º dia terá que ligar para a Previdência, fone 135, e agendar a perícia. A empresa precisa entregar ao empregado uma declaração indicando o último dia trabalhado, essa declaração será exigida pelo INSS para fixar o início do benefício. Se o agendamento da perícia ocorrer após o 16º dia e antes de 30 dias recebe normalmente o benefício, mas se pedir depois de 30 dias só irá receber a partir do dia que agendou a perícia.

A empresa não tem obrigação legal de agendar a perícia, pode fazer por política interna. Caso o trabalhador não possa ligar para fazer o agendamento da perícia, qualquer pessoa pode fazer isso, o importante é o agendamento feito. Caso esteja impossibilitado para ir ao INSS deve informar essa situação para que a perícia seja feita no hospital ou na residência.

Se o trabalhador for autônomo, contribuinte individual ou facultativo, e também o empregado doméstico, deve ligar no primeiro dia que recebeu o atestado indicando que deve se afastar das suas atividades, nesse caso é o INSS quem paga todo o período em que ficar incapacitado para o trabalho. Também deve observar o indicado no item anterior quanto a impossibilidade de se locomover até uma agência do INSS.

Veja o formulário que a empresa precisa preencher para que seja apresentado no dia da perícia neste link daPrevidência Social. No dia marcado para a perícia o segurado deve levar seus documentos pessoais, identidade e CPF, carteira de trabalho e carnês pagos, no caso de contribuinte individual, facultativo e empregados doméstico.

Para saber mais leia os artigos sobre o benefício de auxílio-doença.




Saiba mais sobre os benefícios do INSS no blog: BENEFÍCIOS DA PREVIDÊNCIA

Fórum do Consultor. Pergunte sobre os benefícios do INSS

368 comentários :

  1. ótima informação que, realmente, precisa ser divulgada, abçs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana Lucia
      Agradeço sua participação e incentivo.

      Excluir
  2. Meu esposo ficou cinco anos afastado pelo inss ,isso vai pesar na aposentadoria dele ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marileide
      Se ele quer se aposentar por idade precisa ter 15 anos de contribuição e o tempo em benefício não contam para isso.

      Excluir
  3. Minha mãe teve que amputar alguns dedos do pé e segundo o médico devido a algumas complicações ela não pode mais trabalhar, mas o ultimo recolhimento do inss dela foi em 2004, existe possibilidade dela requerer aposentadoria por invalidez?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana Paula
      Nesse caso não, pois ela não é mais segurada do INSS.

      Excluir
  4. Bom dia! Estou gravida e fiquei afastada por 15 dias (atestado médico) por problemas de coluna, para não entrar pelo INSS, quando que poderei me afastar novamente por mais 15 dias? Outra questão, a empresa é obrigada a pagar a diferença salarial do funcionário caso o mesmo ganhe mais que o teto máximo de R$ 4100,00? Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O período mínimo é de 60 dias, antes disso até um dia terá que ir ao INSS. A empresa não é obrigada a pagar a diferença, só se constar em cláusula de dissídio coletivo.

      Excluir
  5. O inss paga os atrasados ja fa um mes e 27 dias que estou afastado fora os 15 dias...o inss vai pagar do 16 dia ate a data do recebimento do beneficio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O INSS paga desde o dia que fez o pedido, desde que tenha feito antes de ter completado 30 dias do início da incapacidade.

      Excluir
  6. Boa tarde, fiquei afastada pelo CID F43.2 em decorrência do trabalho, gostaria de saber se nesse caso também é necessário que se faça um CAT... Tenho algum tipo de estabilidade?

    Obrigada

    Carla Barbosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carla
      A CAT é feita pela empresa quando ocorre um acidente de trabalho, se ocorreu isso procure sua empresa ou o seu sindicato.

      Excluir
  7. Estou com uma entorse no tornozelo,amores deu entrada no inss no dia 14/11 rs perícia foi marcada pro dia 17/12 nesse tempo eu fico sem receber?E se eu não passar na pericia o q devo fazer eu posso voltar a trabalhar? E a empresa pode me mandar embora por justa causa alegando abandono de trabalho.E o meu décimo terceiro eu vou receber agora?por favor me tire essas dúvidas obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Karina, só irá receber depois que for concedido, se está curada pode retornar ao trabalho, se for negado pode pedir reconsideração.

      Excluir
  8. Boa noite!
    Por conta de uma gestação de risco fui afastada do trabalho do dia 16 a 25/09 (10 dias) e depois por 30 dias a partir de 14/10, por coincidência tive um parto prematuro dia 13/11, quando deveria estar retornando ao trabalho. Acontece que minha perícia foi agendada pelo RH da minha empresa no dia 30/10, 27º dia de afastamento. Hoje fui consultar meu extrato, e lá consta um valor baixíssimo, e a informação de que o bebefício é relativo de 01/11 à 12/11.. O que houve com os outros dias que eu fiquei afastada em outubro? Não foi feito requerimento após o 30º dia de afastamento, como podem pagar como se isso tivesse ocorrido? Como consigo resolver este problema?
    Desde já agradeço a ajuda!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jessica
      Quando você consulta na internet aparece somente o pagamento mais recente, no entanto, quando for ao banco estará todo o valor.

      Excluir
  9. Boa noite!

    Tive herpes ocular e posterior uma conjuntivite e no dia 3/11 o médico me afastou do trabalho por 17 dias pq as duas doenças são contagiosas, levei o atestado na empresa e me encaminharam ao inss, sendo que a pericia foi marcada pra o dia 20/01. Sendo assim como ficará o pagamento, o inss pagará somente os 2 dias q excederam aos 15 dias que a empresa paga ou pagará todo o periodo até a data da pericia?
    E nesse caso quando poderei tirar férias sendo que estarão vencendo em março?
    E no meu retorno ao trabalho posso ser demitida ou há alguma estabilidade por "afastamento"?

    Obrigada pela ajuda!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deniele
      O INSS irá pagar até o dia da perícia, se já estiver curada, mas só irá receber depois da pericia feita, ou seja, fica sem receber até lá. Quanto as férias se já tiver trabalhado 12 meses para ter direito poderá tirar depois que retornar ao trabalho, desde que a empresa esteja de acordo. Pode ser demitida normalmente, não há nenhuma garantia de emprego.

      Excluir
  10. Boa tarde!

    Gostaria de saber o que fazer, pois meu esposo sofreu um acidente de moto quando estava indo para o trabalho e será preciso fazer uma cirurgia e isso já faz 7 dias e a cirurgia dele tá prevista pra daqui a dois dias ainda, ele continua internado, qual o procedimento que devo ter em relação a empresa e sobre ele e ter que ir pra caixa o que fazer e como fazer?
    Obrigada pela atenção!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você precisa que o médico dele lhe de um atestado para apresentar na empresa, os demais procedimentos você lê no artigo.

      Excluir
    2. Estou afastado da empresa desde do dia 29/11 pois vou fazer uma cirurgia na coluna cervial, mas como o convenio ainda não liberou a cirurgia, o medico me afastou até o dia da cirurgia para não agravar a lesão, ele deu atestado de 30 dias para aguardar a cirurgia, se chegar dia 15/12 e não tiver feito a cirurgia ainda tenho que dar entrada no INSS, nisso o INSS vai pagar apenas os 15 dia restante do atestado? Pois depois da cirurgia vou ter que ficar no minimo 6 semanas afastado para recuperação, vou ter que fazer a pericia para esses 15 dias, e depois que fazer a cirurgia terei que fazer outra pericia? E esses 15 dias do mes 12 a empresa que paga?

      Excluir
    3. Cristiano, você precisa agendar a perícia no 16º dia de afastamento, depois o INSS irá indicar os dias que terá que fazer novas perícias.

      Excluir
  11. Trabalhei 25(vinte e cinco) anos sentada e manuseando computador, na última empresa tive problemas graves na coluna com osteoporose degenerativa , fiquei 1(Hum) ano de benefício como Auxilio-Doença, ao sair fui demitida, retornei ao Benefício já por duas vezes em dois anos, com o agravamento de outras partes das articulações. A pergunta é, se não deveriam ter remetido o pedido como acidente de trabalho, embora não na mesma empresa, mas devido ao tempo que passava na mesma postura e em trabalho mecânico no decorrer desses 25 anos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é complicado, normalmente a empresa não quer que seja acidente de trabalho e agora não vai fazer isso, sugiro que procure o sindicado da sua categoria para ver o que é possível fazer.

      Excluir
  12. trabalhei 5 anos numa empresa,ela fechou as porta foi a falecia recebia meu seguro e ja estou trabalhando numa nova empresa ha dois meses,só que a gora estou doente e nao posso trabalhar. o medico ja me deu o laudo disse que no minimo tenho que fazer tratamento de 12 meses o que fazer pois so tenho 36 anos pago aluguel e tenho tres filhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Izaias
      O tempo que trabalhou nesse empresa, 5 anos, era registrado? Faz muito tempo?
      Dependendo das respostas pode ter direito.

      Excluir
  13. tive pericia dia 19 de novembro de 2013 foi negado indeferido remarkei a reconsideração para dia 21 de novembro 2013 não pude ir posso agendar outra reconsideração hoje dia 12 de dezembro 2013? ou tenho ke esperar 30 dias ou seja apos dia 19 de dezembro 2013? era pra eu ter voltado la empresa dia 20 de novembro so ke ate agora não voltei ou seja nao fui ao inss e não fiu na empresa como posso agendar outra reconsideração? ou a pessoa so pode markar 1 vez e nunca mais markar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luiza
      Se não foi na perícia e não ligou antes não pode mais remarcar, terá que fazer um novo pedido depois de 30 dias, ligue para o fone 135 e veja qual é sua situação.

      Excluir
  14. Boa tarde

    Minha mãe não tem 1 ano completo de contribuição como autonoma os ultimo meses pago foram 03/2013 e 10/2013. ela caiu e machucou joelho terá que fazer cirurgia o médico atestou em 60 dias. ela tem direito a receber auxilio doença?
    obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Silvia
      Em caso de acidente tem direito sim.

      Excluir
  15. Muito boa as informações, pois em cada lugar recebemos uma Informação.
    Eu peguei 15 dias de afastamento e depois mais 5 dias. Já tive alta do médico, porém a pericia foi agendada para o final de Janeiro/2014. Eu vou receber o benefício por todo esse tempo de espera?
    Preciso entregar algum documento antes na previdência, ou levo tudo no dia da perícia?

    Uma observação: Acho um absurdo a demora para perícia. Depois a Previdência reclama que está quebrada. Deveria existir peritos para pronto atendimento, para quem já teve alta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O INSS irá pagar até o dia da perícia, ou mais.

      Excluir
  16. ola tudo bem.
    gostaria de uma informaçao.
    tive uma entorse no tornozelo e estou afastada ja a quinze dias.
    minha pericia foi marcada para dia 17/12/13...
    caso eu nao passe na pericia esses sete dias de espera eu perco..
    fico sem receber...
    entorse no tornozelo da afastamento....me ajude por favor..
    naina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Naina
      Você não pode deixar de ir à perícia, pois precisa dela para retornar ao trabalho, se não for fica sem receber esses dias.

      Excluir
    2. muito obrigado por me responder....
      e um otimo blog
      abraços

      Excluir
  17. Olá, dia 13/12 fiz uma cirurgia de transplante dr córnea, inicialmente o médico me afastou por 30 dias, porém a córnea ta rejeitando e provavelmente terei que refazer, eu ja marquei a perícia, e ficou agendada para 10 dr março, eu trabalho em hospitais, sou enfermeira e tou com medo de pegar uma infecção, como procede ? Após os 30 dias dado pelo médico eu retorno ao trabalho ou eu aguardo até o dia da perícia ?? Visto que a perícia é apenas em Março, desde já obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcela, você tem que aguardar a perícia, não pode retornar, como é culpa do INSS lhe pagarão até o dia da perícia, se estiver curada, se estiver ainda em tratamento será dado o prazo certo. Caso tenha novos atestados leve na perícia.

      Excluir
  18. Ola Catarino,

    No dia 01/01/2014 minha mãe sofreu um A.V.C, gostaria de saber como devemos proceder em relação ao afastamento pelo INSS, ela encontra-se sob coma induzido hospitalizada e impossibilitada de realizar a pericia. Gostaria de uma orientação se possível.

    obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcos, você precisa avisar ao INSS que ela está hospitalizada para que a perícia seja feita no hospital.

      A aposentadoria por invalidez no INSS

      Excluir
  19. Olá,Catarino!

    Fui afastada pela empresa dia 27.12.13, devido a um problema na garganta que me impossibilita de trabalhar.
    Minha pericia foi agendada para o dia 18.02.14, porém estou com algumas dúvidas.
    Este periodo que estou afastada até a pericia sera pago por quem?
    Quando irei receber?
    Se for liberada pelo médico, terei estabilidade na empresa?

    Aguardo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Karla, quem vai pagar é o INSS, mas isso só vai ocorrer uns 15 dias depois da perícia.

      Excluir
  20. Olá Catarino !
    Meu marido sofreu um acidente de trabalho ganhou 19 dias de atestado pois estava com tala e nao conseguia colocar o pé no chao a empresa marcou a pericia para o dia 13/02/14 gostariamos de saber se o inss pagara so os 4 dias q passaram dos 15 dias ou pagara ate a data da pericia ? a empresa disse q ele tem q pagar um medico particular para poder retornar ao trabalho antes da pericia caso contrario ele nao recebera os dias q estao fora do atestado isso procede ?
    AGUARDO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Taty, ele vai receber pelo INSS até o dia da perícia, porém o pagamento só será feito depois de 15 dias da perícia feita.

      Excluir
  21. ola passei na pericia 17 de dezembro e a perita me pediu para passar com o medico do trabalho para uma readaptaçao mais a empresa ja me comunicou que nao a nenhum cargo que eu me encaixe, qual sera a decisao do perito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viviane, isso não há como prever, pois se trata de matéria médica.

      Excluir
  22. por favor tire uma duvida... peguei 15 dias de atestado sendo 20/10 de 01 dias, dia 25/11 de 10 dias, dia 07/12 de 1 dia, dia 09/12 de 03 dias, sendo que no dia 12/12 nao conseguir trabalhar e a medica me deu mais 15 dias, sendo que como ultrapassou mais de 15 dias me encaminhou para o INSS. seno que a folha de pagamento fechou no dia 15/12 onde meus atestados foram ate o dia 12/12. tenho direito de receber os 27 dias trabalhados mesmo com os atestados ate o dia 12/12 ? me tire essa duvida.. obrigada e boa noite.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulinha, a empresa vai pagar pelos dias que trabalhou mais 15 dias, se a folha já estava fechado irão descontar quando retornar ao trabalho.

      A aposentadoria por idade no INSS

      Excluir
    2. Sr.Cararino a folha fechou dia 15/12 e eu dei entrada no dia 12/12 no caso era para depositar os dias 27 dias trabalhados ? Pois só recebi o valor de 15dias ... obrigada pela resposta ... boa tarde !!

      Excluir
  23. Tenho uma dúvida devido a muitos atestados a minha empresa me encaminhou para o inss tenho pericia dia 13 de fevereiro gostaria de saber se de 17 de dezembro até a data da perícia se o inss me paga ou corro o risco de nao receber?? Me ajuda por favor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabiana, se for concedido recebe deste a data que se afastou do trabalho, descontado os primeiros 15 dias que são pagos pela empresa.

      A aposentadoria por idade no INSS

      Excluir
  24. Boa tarde
    Tenho 4 atestados
    16/12/2013 de 2 dias
    18/12/2013 de 5 dias
    27/12/2013 de 5 dias
    02/01/2014 de 7 dias (válido até 15 dias)
    A empresa está com todos os atestados, os mesmo diz q sou portador de doença cid M659.
    O que devo fazer,recebo algo da empresa ou só vou receber depois da perícia ?
    A empresa tem q me dar que papel?
    Tenho exames pra fazer,pra levar ao meu médico. O meu médico tem q me dar o laudo pra levar pra empresa, ou o laudo só levo no dia da perícia?
    me explique por favor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claudio, tem que fazer perícia no INSS se o total de dias ultrapassar os 15 dias. No artigo tem os detalhes.

      A aposentadoria por idade no INSS

      Excluir
  25. boa tarde
    tenho dois atestado
    um de 15 dias e outro
    que devera ser dispensado por periodo indeterminado, devendo ser providenciado laudo ao i.n.s.s
    eu sou portadora do cide m15+m93 eu entrego os dois atestado para o serviço ou tenho que entregar algum ao inss?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vanessa, tem que entregar na empresa, para que eles saibam, e deve levar ao INSS o atestado e laudo que tiver. Leia o artigo para maiores detalhes.

      Excluir
  26. Boa tarde .
    estou afastado a 20 dias porque sofri um acidente no meu trabalho
    a pericia do inss esta agendada para daqui dois dias , caso seja negado o benefico
    eu terei direito a estabilidade ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João
      Em princípio não devem negar, só se você não sofreu nada que possa ser verificado pelo perito.
      O acidente de trabalho deve ser comunicado via CAT, se foi feito isso terá estabilidade por um ano depois que retornar ao trabalho. Se não foi feita a CAT terá que procurar seu sindicado ou a Justiça do Trabalho e apresentar provas que o acidente ocorreu.

      A aposentadoria por idade no INSS

      Excluir
  27. boa tarde !
    estou afastado desde hoje pelo inss, sou autonomo,gostaria de saber quanto vou receber de beneficio ?

    ResponderExcluir
  28. Felipe, isso vai depender de quanto pagava de contribuição.

    ResponderExcluir
  29. Catarino, boa tarde!

    Minha pericia esta marcada para dia 20/01, ao retornar ao trabalho eu tenho algum direito a estabilidade? Ou eles podem me demitir em imediato?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daniele, não tem nenhuma garantia de emprego, pode ser demitida quando retornar ao trabalho.

      Excluir
  30. Bom dia, Catarino!

    Gostaria que você me ajudasse na seguinte dúvida:

    No dia 03/12/2012 fui admitida, porém, dias depois descobri que estava grávida, devido a estabilidade, não me demitiram, acontece que minha gravidez foi toda de risco e fui afastada pelo INSS nos seguintes períodos:

    1º atestado de 30 dias

    - De 12/01/2013 á 27/01/2013: 15 dias pagos pela empresa.
    - Entrada no inss dia 27/01/2013, benefício concedido de 27/01/2013 á 17/04/2013.
    - Pedi prorrogação e foi concedido de 17/04/2013 á 18/05/2013.
    - Pedi prorrogação novamente e foi concedido de 18/05/2013 á 04/07/2013.

    Eu deveria ter voltado a trabalhar, mas minha médica viu que eu não estava em condições e minha bebê acabou nascendo pré-matura no dia 11/07/2013.

    Dia 11/07/2013, entrei em salário maternidade, recebendo pela empresa até o dia 10/11/2013, voltando a trabalhar no dia 11/11/2013.

    Bem, voltei a trabalhar, mas devido a obesidade e hipertensão, o cardiologista me afastou novamente dia 12/11/2013. Novamente dei entrada no INSS dia 27/11/2013, e fiz a perícia dia 14/01/2013, onde o benefício foi concedido até 31/01/2014.

    Minha dúvida é:

    Como fica minha rescisão contratual em caso de demissão?
    O cálculo é feito da mesma forma como se eu estivesse trabalhando? Ou o período de afastamento não conta?

    Por que quando eu voltar ou serei demitida ou pedire demissão, e gostaria de saber como é feito este calculo!

    Agradeço desde já,

    Patrícia Almeida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Patrícia, aqui só tratamos dos benefícios do INSS, sua dúvida é do direito do trabalho, sugiro que procure o sindicado da sua categoria para que lhe oriente sobre os seus direitos.

      Excluir
  31. Ola ja tive dois aborto e agora estou gravida novamente minha gravidez e de risco peguei um atestado do dia 16/12/2013 a 20/12/2013 cinco dias a empresa saio de ferias coletivas do natal do dia 23/12/2013 a 06/01/2014 sendo q dia 07/01/2014 peguei mas um atestado de dez dia sendo q dia 20/01/2014 meu medico q acompanha meu pre natal me afastou do trabalho ...Agendei minha avaliacao no inss e dia 28/02/2014 gostaria de saber quem vai pagar estes dias q estou em casa ate o dia da pericia ????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até a perícia ninguém, depois da perícia o INSS paga a parte dele em 15 dias.

      Excluir
  32. apresentei um atestado de 5 dias e outro de 15 dias, a empresa requereu o beneficio, agendando a pericia para 10/02/2014. do dia 18/01, entraram em contato comigo para que eu fosse trabalhar, ou iriam me demitir por abandono de emprego. isso é possivel? ainda estou incapaz e tenho exames e relatorios medicos. me ajude, estou com medo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vini
      Antes de fazer a perícia não pode retornar ao trabalho e a empresa não pode demitir antes que retorne com a carta de alta do INSS.

      Excluir
  33. Oi.! Sofri um acidente de trabalho e amputei o dedo do meio da mao direita, ja passei pela pericia e fui aprovada. Mas nao mim explicaram como ia ser o pagamento, se ia ser pelo cartao cidadao ou nao, e o inss paga idenizaçao?

    ResponderExcluir
  34. Mary
    Você vai receber uma carta indicando em qual banco vai receber, isso demora uns 15 dias depois da perícia. O INSS não paga nenhuma indenização, isso é a empresa quem tem que pagar.

    A aposentadoria por idade no INSS

    ResponderExcluir
  35. Boa noite, Catarino!

    Estou aqui novamente pedindo ajuda.
    Fiz o requerimento do auxílio doença dia 27/11/2013, a perícia foi marcada para o dia 14/01/2014, o pedido foi deferido pelo perito até o dia 31/01/2014, e o mesmo me falou que se minha pressão arterial continuasse alta como está, eu poderia pedir a PP!
    Só que acontece o seguinte: meu benefício cessa próximo dia 31/01/2014, data limite que posso pedir o PP. Quando acesso o site e coloco os dados do benefício aparecem as seguintes mensagens:

    - Quando vou consultar a situação: O benefício está em fase de processamento. Aguarde correspondência em casa. Porém quando entro em contato com o 135 e no dia da perícia me informam que leva uns 20 dias para processar. Neste caso, ultrapassa os 15 dias que antecedem a cessão do benefício, portanto eu não poderei d]pedir a prorrogação.

    - Quando faço o pedido de prorrogação, aparece a seguinte mensagem: O benefício ainda não foi concedido (crítica II).

    O que eu posso fazer? Se eu for esperar ser processado em 20 dias, perderei o direito ao pedido da prorrogação!

    Desde já, agradeço.

    Hellayne Barros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tem que esperar mais alguns dias e ir tentando, tente até o último dia, mas deve demorar por volta de 10 dias para processar.

      Excluir
  36. Boa tarde Dr., Eu trabalho em dois hospitais (téc enf), vou fazer uma cirurgia na mão e o medico dará afastamento de 4 meses. Em um dos hospitais tenho 7 meses de tempo, e no outro mais de 2 anos. O salário liquido em cada um é de mais ou menos 1720,00. Qual o valor que será recebido do INSS?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tiago
      A renda é feita pela média, no segundo emprego não terá direito, pois não tem a carência mínima.

      Excluir
  37. Olá Dr. Catarino, trabalho em uma empresa de tele-cobrança sou portadora do CID M54.5 descobri uma hérnia na coluna em setembro de 2012 e também dia 18.11.2013 fiz uma cirurgia para retirada de pedras na vesícula. Resumindo tive uma crise de sinusite dia 14.11.2013 com atestado de 1 dia, dia 18.11.2013 fiz a cirurgia com atestado de 12 dias e dia 02.12.2013 peguei um atestado de 7 dias por causa da hérnia na coluna, a empresa me mandou para o inss, fiz a perícia dia 22.01.2014 e foi deferido, devendo eu retornar ao trabalho dia 23.01.2014 mas ainda sinto fortes dores na coluna e vou entrar com o pedido de reconsideração, farei novas consultas e exames com o ortopedista para apresentar, no entanto, a empresa disse que eu preciso apresentar um atestado do inss para que eu não receba falta desde o dia 08.12.2013 (quando venceu o atestado) mas passei o número do requerimento provando que estava com a perícia agendada. Neste caso eles podem me dar essas faltas ? E enquanto eu espero a nova perícia eu posso voltar a trabalhar ? Está correto a empresa não fechar a folha de ponto por minha causa sendo que estou recorrendo ao inss novamente ?

    Obrigada
    Fernanda Amaral

    ResponderExcluir
  38. Fernanda
    Você tem que entregar uma cópia da carta de concessão do benefício e do agendamento da nova perícia. Estando em benefício a empresa não tem como lhe dar falta.

    Pensão por morte no INSS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dr. Catarino muito obrigada pela resposta, assim que eu conseguir marcar nova perícia apresento a carta de concessão com a data da nova perícia na empresa. Fiquei mais tranquila agora.

      Obrigada
      Fernanda Amaral

      Excluir
    2. Olá Dr. Catarino novamente entro em contato, recebi ontem um e-mail da empresa solicitando que eu compareça dentro de 24h ou eles vão considerar abandono de trabalho.
      Como a carta de concessão do benefício ainda não chegou via correios tem como eu retirar uma cópia dessa carta, pois no inss me deram um prazo de 20 dias pelos correios ??
      E se a empresa der entrada com a recissão de contrato "por abandono" qual a primeira medida que devo tomar ?
      Lembrando que encaminhei via e-mail para a empresa o número do Requerimento da 1ª perícia para verificação.

      Obrigada
      Fernanda Amaral

      Excluir
    3. Fernanda
      Sugiro que vá ao INSS e peça um comprovante e entregue na empresa.
      Pensão por morte no INSS

      Excluir
    4. Olá Dr. Catarino tudo bom ??
      Mais uma dúvida, após eu receber alta do inss e voltar ao trabalho, a empresa pode me mandar embora imediatamente ou tem algum prazo que deve ser respeitado?

      Obrigada
      Fernanda Amaral

      Excluir
    5. Fernanda
      Só o acidente de trabalho dá garantia de emprego, assim ao ter alta no INSS pode ser demitida assim que se apresentar no trabalho

      Excluir
  39. Boa tarde, Catarino. Possuo 2 atestados q somam 16 dias. minha dúvida é, se o perito atestar q eu posso retornar ao trabalho, eu receberei do INSS do 16° dia até a data da perícia ou não receberei nada?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rogerio
      Se for concedido o benefício irão pagar até o dia da perícia, no mínimo.

      Excluir
  40. Olá!

    Parabéns pelo blog!!!!

    Minha empregada doméstica irá fazer uma cirurgia de retirada de útero no dia 14/02 e o médico já orientou que ela precisará ficar afastada por 30 dias a princípio. Orientei a ela que ela terá que dar entrada no INSS para receber o benefício e realizar a perícia. Porém, quando ela foi a agencia, informaram que ela não realizará a perícia e quem diz quando ela vai voltar a trabalhar é o médico cirurgião.
    Isso está correto?
    Ela tem que fazer perícia no INSS?
    Quando ela volta a trabalhar? Após o cirurgião liberar ou o médico do INSS??

    Obrigada!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paula
      Para ela ficar sem trabalhar antes da cirurgia é preciso que ela esteja doente e o médico precisa atestar isso. Ela só tem que ligar para o fone 135 e agendar o atendimento a volta vai depender da perícia. Leia o artigo que tem os detalhes.

      Excluir
    2. Ela não vai se afastar antes da cirurgia. Entendi suas explicações, sim!! Irei repassar para ela!!
      Obrigada!!!!

      Excluir
  41. Boa Noite!!
    Passei por uma cirurgia para retirada da vesícula em 06/12/2013 na urgência, tendo um atestado de 18 dias o que me gerou o afastamento pelo inss. Minha pericia sera agora em 30/01 porém o medico que me operou fez um laudo pra que eu apresente no dia da pericia solicitando mais 60 dias devido algumas patologias no figado e pâncreas que surgiram após o procedimento cirurgico. Minha dúvida é:
    A pericia aceita a solicitação do meu medico e concede mais 60 dias ?
    Obrigada !! Abços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elaine
      Em matéria médica não como opinar.

      Excluir
  42. Boa noite, Catarino!

    O meu benefício demorou ser processado, por que o períto colocou na dados que eu estava desempregada, porém, sou registrada em carteira. Isso já foi resolvido!

    Na carta de concessão vem dizendo o seguinte:

    "Comunicamos que lhe foi concedido AUXILIO DOENCA PREVIDENCIARIO (31) número 604.xxx.xxx.x..x requerido em 27/11/2013 com renda mensal de R$ 695,64 calculada conforme abaixo, com início de vigência a partir de 12/11/2013.
    Os pagamentos serão efetuados no 2º dia útil de cada mês."

    Eis minha dúvida:

    - O salário que irei receber será o mínimo, pois é o valor mínimo aceitável para pagamento de benefício e não este que está discriminado, certo?

    - Em relação aos meses 11 e 12/2013, o salário que irei receber será o mínimo antigo (R$ 678,00), ou o atual (R$ 724,00)? Visto que o pagamento será feito agora no começo de fevereiro.

    - Receberei a partir de que dia? 12/01/2013 (data do afastamento) ou 27/11/2013 (Data do pedido)?

    Grata pela sua atenção.

    E parabéns pelo blog, é de grande utilidade!

    ResponderExcluir
  43. O valor calculado é maior que o mínimo, logo é esse que vai ser pago.

    ResponderExcluir
  44. Catarino, bom dia.
    Fiz a perícia no dia 23/01/14. O benefício foi concedido. Eles fazem o pagamento integral ou parcelo? Tenho os meses de dezembro e janeiro para receber.
    Obrigado

    ResponderExcluir
  45. O INSS paga por mês, você vai receber os dias de dezembro e o mês de janeiro, se o benefício foi concedido com data após a perícia.

    ResponderExcluir
  46. Entrei de licença medica, e estou no INSS, fiz a pericia e recebi uma copia da decisqo medica. Tenho obrigaçao de levar essa copia para empresa em que eu trabalho ou eles revebem isso de alguma maneira?

    ResponderExcluir
  47. Uma duvida, uma vez aceito meu pedidobao INSS, comona empresa toma ciencia da decisao do INSS?

    ResponderExcluir
  48. Sophia
    No caso de auxílio-doença o INSS não comunica a empresa, o ideal é você entregar uma cópia da carta de concessão na empresa.

    Pensão por morte no INSS

    ResponderExcluir
  49. oi rabalh de opeadora de caixa desde setembro e acabei sentido mta dor no ombro no mes de dezembro fui ao medico pelo covenio da empresa onde tabalho fizz exames onde constatou que tenho tendinte o medico pediu ao RH DA EMPRESA ATRAVES DE A CARTA QUE DIMINUISEM MINHA CARGA ERGONOMETRA enquanto me recuperava o RH nao fez nada ovoltei ao medico essa semana ellevei ao RHe me deu atestado de 15 dias e uma recomendacao ao inss levei o RH eles disseram que eu eria que ser avaliada por um medico deles ai entao esse medi e que descide se eu passo pela pericia ou se n a necessidade isso pode acontecer porque se o ortopedista disse que tenho que me afastar esse medico da empresa ter que me avaliar e avaliar o atestado do orto como isso funciona

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O atestado até 15 dias é examinado pelo médico da empresa, a partir do 16º é o INSS que avalia.

      Pensão por morte no INSS

      Excluir
  50. Sr Catarino Bom Dia , Estou afastada desde 28/11 minha pericia sera dia 30/01, caso o perito me dê alta para o retorno ao trabalho ,eu vou ter direito a receber o mês de dezembro e janeiro ?
    Obrigada

    ResponderExcluir
  51. Me afastei por 15 desde o dia 01\01
    ai peguei mais 15 dias, a empresa so me liberou os papeis no dia 24/01,
    só que marcando pela internet e pelo telefone esta aparecendo o seguinte erro: NIT não encontrado no CNIS. Dirija-se a uma agência da Previdência Social
    Irei amanhã na CEF buscar uma declaração de Pis ativo, mas eu perdi meu Rg e a previdência Social não quis me atender sem o Rg pra marcar a pericia, eu apenas conseguirei o rg depois de 1 semana no poupatempo, só que amanhã ja é dia 29, para eu receber teria que dar entrada no máximo até o dia 30/01 né? estou desesperada, me ajude

    ResponderExcluir
  52. Você pode levar sua CTPS ao INSS e acertar os dados do NIT.

    Pensão por morte no INSS

    ResponderExcluir
  53. Meu atestado é de 30 dias até 30/01, minha pericia foi marcada para o dia 14/03, corre risco de o médico me negar o auxilio doença e eu perder todos os dias ? pq até essa data eu creio q ja estarei bem melhor.

    ResponderExcluir
  54. Bruna, é difícil de opinar em matéria médica, mas se sua incapacidade consta nos exames e atestado devem conceder até o dia da perícia.

    Pensão por morte no INSS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia !
      Tenho uma empregada doméstica que trabalha na minha residência desde maio/2011, comecei a fazer a contribuição do INSS em jan/2013, e estou me organizando para pagar os dois anos atrasados, no dia 27/01/2014 ele fez uma apendicectomia , como estava com o mês de fev/abril e dez de 2013 atrasados foi ao banco e fiz o pagamento atrasados , o médico deu 60dias de repouso no relatório , mas não entregou nenhum atestado médico, orientei a mesma que fosse até o médico e solicitasse o atestado de 15 dias e que no 16º dia seria a cargo do INSS,ela hoje dia 29/01/2013 ainda não fez o agendamento , mesmo com o pagamento atrasados que fiz ela terá direito ao auxilio doença , e caso ela não tenha direito com devo proceder para não prejudicá-la caso o erro tenha sido meu.
      DATAS DOS PAGAMENTOS EM 2013
      JAN – 17/06/13 * FEV-27/01/13 * MAR -16/04/13*ABR-28/01/14*MAIO-17/06/13*JUN-15/07/13*JUL-04/09/13
      AGOT-04/09/13*SET-15/10/13*OUT-18/11/13*NOV-30/12/13*DEZ-28/01/14*13º-30/12/13

      Excluir
    2. Para ela ter direito ao benefício é preciso que tenha ao menos uma parcela paga sem atraso antes do acidente. Os prejuízos da empregada poderão ser pagos em acordo ou em processo na justiça do trabalho.

      Pensão por morte no INSS

      Excluir
  55. Boa noite Catarino! Parabéns pelo seu trabalho!
    Meu esposo está sem contribuir no INSS desde 19/10/2013, quando ficou desempregado. Ele trabalha na área de Segurança e Vigilância. Ontem ele sofreu um acidente quando fazia um "bico". O médico me disse que devido ao corte ter sido grave ele teve que passar por cirurgia, e ficará internado por mais ou menos 5 dias, mas o Atestado será de mais de 15 dias devido a gravidade do acidente, terá que ter repouso completo. Gostaria de saber se ele tem direito de receber Auxílio Doença.
    Em caso positivo, como faço para marcar a perícia depois que ele tiver alta?

    ResponderExcluir
  56. Olá Catarino,sofri um acidente de trabalho dia 06 de dezembro de 2013,porém só estava na empresa há 6 dias,a empresa me deu a CAT e só consegui marcar a perícia para o dia 31/01 o médico me deu atestado para levar ao INSS pedindo 180 dias de afastamento,pq terei que fazer uma cirurgia para a reconstrução dos ligamentos,minha dúvida é a seguinte:o inss me pagará os dias mesmo sem ter feito a cirurgia,pois a mesma será em torno de 15 de fevereiro?não consigo voltar a trabalhar pois meu joelho não tem estabilidade,trabalho em uma empresa de ônibus e tenho que agachar para colocar bagagens pesadas no bagageiro do ônibus e sobre a estabilidade,mesmo estando na experiência tenho direito por ter sido acidente de trabalho?obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se pode opinar em matéria médica, mas é provável que seja concedido pelo prazo indicado pelo médico. Quanto a estabilidade sugiro que veja com seu sindicato.

      Pensão por morte no INSS

      Excluir
  57. Olá, bom dia.
    Catarino, sofri uma queda no dia 25/12/13, tenho atestado de 30 dias, mas como fiz cirurgia o médico já informou que ficarei mais 60 dias.
    Minha perícia será 19/02, levo todos os documentos que tenho, minha dúvida é como é calculado o que recebemos do INSS? é preciso levar a carteira profissional com o salário atualizado? ou eles tem todas as informações no sistema.

    grata. Luciene

    ResponderExcluir
  58. Luciene
    Tem que levar a carteira, mas o cálculo da renda é feito pelo valor das contribuições que a empresa fez.

    Pensão por morte no INSS

    ResponderExcluir
  59. Olá Catatino!
    Venho solicitar umas informações, pois sou leigo no assunto.

    Sou segurança em um Hotel, trabalho à noite na escala 12x36 trabalho 12 horas e folgo 36 horas.
    Já tenho 11 meses de vínculo empregatício, no entanto aconteceram uns problemas de saúde, foi constatado pela Psquiatra que tenho a TAG (transtorno de ansiedade generelizado, tomo há 2 meses remédios antidepressivos controlados fortes. Eu sendo Segurança/Vigilante, o Perito ou alguém do INSS pode ligar no Hotel, visto que não trabalho terceirizado e sim "orgânico" direto para o hotel, para confirmação se trabalho armado?

    ResponderExcluir
  60. Olá Catarino!
    Venho solicitar umas informações, pois sou leigo no assunto.

    Sou segurança em um Hotel, trabalho à noite na escala 12x36 trabalho 12 horas e folgo 36 horas.
    Já tenho 11 meses de vínculo empregatício, no entanto aconteceram uns problemas de saúde, foi constatado pela Psquiatra que tenho a TAG (transtorno de ansiedade generelizado, tomo há 2 meses remédios controlados fortes. Tenho os meus atestados (cópia scaneadas). Por favor, mesmo tomando 2 antidepressivos e com o CID F41.1 ( Transtorno de Ansiedade Generalizado) eu sendo Segurança/Vigilante, o Perito pode ligar no Hotel, para confirmação se trabalho armado?

    ResponderExcluir
  61. Leonardo, em condições normais o INSS não liga para ninguém, só se houver uma forte suspeita.

    ResponderExcluir
  62. Bom dia catarino. Sofri acidente do trabalho fiz a pericia e meu beneficio foi deferido eu ganho cerca de 3.400 o inss só está me pagando 1.023 quando e acidente do trabalho teria q ser 91% ? Ja estou a 4 meses afastado e me deram até 2015. O q devo fazer quem paga essa diferença? Ja adquiri dividas nesse periodo .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Enio
      O INSS paga 91% da média das suas contribuições desde 07/94, veja na carta de concessão e se tiver algum erro pode pedir revisão.

      Excluir
  63. Estou afastada da minha empresa por incapacidade para o trabalho,recebo auxilio doença do inss,nesse periodo
    a empresa faliu,como fica minha situaçao agora?

    ResponderExcluir
  64. Rosana
    Você terá que procurar um advogado para tentar receber os direitos trabalhistas.

    Pensão por morte no INSS

    ResponderExcluir
  65. Bom dia. Trabalho em uma empresa que recolhe meu inss no valor correto de acordo c o que recebo. No entanto, entre os anos de 2010 e 2011 existem alsguns recolhimentos em atraso que vem sendo pagos aos poucos. No caso de eu precisar de uma licença medica pelo inss como seria? Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruna, o cálculo da renda só vai usar os tempos já pagos.

      Excluir
  66. Ola Catarino!
    Minha mãe sofreu um A.V.C no dia 24/01/14 e encontra-se internada, seu médico pediu que eu fosse buscar hoje um laudo para eu pedir uma afastamento. Acontece que minha mãe estava recebendo seguro-desemprego do seu ultimo trabalho, como agir nesse caso ela tem direito?
    Outra coisa... Eu estou desempregada desde agosto, pedi demissão do meu ultimo trabalho e no dia 25/01 fiz um ultrassom para poder retirar um cisto no punho esquerdo e o mé diagnosticou que estou com tendinite e terei que tratar disso entes de poder operar o cisto. Eu tambem tenho o direito a um afastamento do INSS?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tamyris, ela não pode receber mais o segurado desemprego. Você tem direito por 12 meses depois que saiu do emprego.

      Excluir
  67. Meu esposo teve um acidente no trabalho e quebrou um osso da mão ele é magarefe e canhoto e justamente foi a mao esquerda mas foi em 10/09/13 ele estava desinformado e so pediu o laudo agora em 24/01 quando foi retirar o ferro dei entrada no INSS e foi marcado para a data 03/02/14 pediram a data do ultimo dia de trabalho e coloquei dia 10/09/13 esta certo porq a empresa esta comedo de assinar mas foi realmente o dia do afastamento como devo fazer??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adriana, é a empresa que tem que preencher o formulário indicando o último dia trabalhado, veja detalhes lendo o artigo.

      Excluir
  68. boa noite
    eu pequei um atestado de 15 dias mais outro de 60 dias, a pericia foi marcada para o fim do meu atestado, fui negada na pericia, o inss vai me pagar os 60 dias ou eu nao recebo nada.

    ResponderExcluir
  69. por favor me responde ,em doença psiquiátrica como depressão grave e e panico ,tenho pericia de prorrogação ,se eu estiver com a carta do medido e todas minhas receitas corro o risco de o perito me liberar para voltar ao trabalho ?este é meu medo ,porque vivo dopado e prostrado.se isso acontecer posso recorrer estou muito preocupado ,desde ja meu muito obrigado

    ResponderExcluir
  70. Leonardo
    Não há como opinar em matéria médica, mas se for negado pode pedir reconsideração, se já não pediu antes ou recurso.

    ResponderExcluir
  71. No ultimo mês de gestação eu tive tvp ( trombose venosa profunda ) estou fazendo tratamento posso me afastar pelo inss ?

    ResponderExcluir
  72. Oi sou empresária pelo sistema Simples e estou doente agora preciso me afastar da empresa, só que estou com meu FGTS alguns anos atrasado.Posso me encostar ou vou ter que por em dia antes?

    ResponderExcluir
  73. Boa tarde. Sou engenheira e recebo em trono de R$ 10.000,00 em duas empresa que trabalho , precisarei fazer uma cirurgia e ficarei + ou - menos 5 meses afastada. Qual seria o valor da previdencia?

    ResponderExcluir
  74. Boa tarde , Meu nome é Monaliza....estou c/ problemas na coluna o médico me afastou por 14 dias .....Mas provavelmente terei que ficar mais dias afastada.....estou na empresa registrada á dois meses....meu último registro foi de 2005 à 2007.....Qdo sai da empresa recebi tudo certinho.....a minha pergunta é , se precisar entrar no Aux.Doença eu vou poder receber c/ dois meses de contribuição..

    ResponderExcluir
  75. Monaliza
    O INSS vai negar o seu pedido por falta de qualidade de segurado.

    ResponderExcluir
  76. Elisangela
    Você irá receber no máximo o teto da previdência que é 4.390,24.

    ResponderExcluir
  77. Luciana
    Se está pagando o INSS em dia pode pedir o benefício sim.

    ResponderExcluir
  78. minha vo trabalha registrada a mais de dois anos e em novembro ela teve um AVC ela foi ao inss em dezenbro mas a pericia falou que o laudo medico tava errado o AVC deu do lado direito e colocaram do lado esquerdo ela voltou ao medico e pegou o laudo certo esperou 30 dias marcou e foi di novo fazer a pericia a medica da pericia falou para ela esperar 15 dias sera que vao afastar minha vo?sera que vao pagar o mes de dezembro e janeiro que ela nao recebeu? me responda por favor pois ela tem quase 59 anos e nao esta mas boa para trabalhar depois do afastamento ela pode aposentar?

    ResponderExcluir
  79. Fabrício
    Automaticamente não irão pagar, só a partir do novo pedido, ela pode tentar pedir que paguem.

    ResponderExcluir
  80. pessoal preciso de ajuda, meu beneficio foi aberto desde 15/12 e minha pericia foi 03/02/14, sendo que a empresa ao inves de me pagar apenas os 15 dias continuou a me pagar integral, desta forma receberei mesmo assim pelo inss os atrasados?

    ResponderExcluir
  81. Letícia, sim vai ser pago desde o pedido, você vai ficar devendo para a empresa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada Catarino, te mandei mais uma duvida ok!! por favor me responda to bem aflita de que forma tenho q pagar a empresa e se isso pode ter sido um erro deles

      Excluir
    2. isso poderá me gerar algum dano, como justa causa por nao ter comunicado a eles o possivel erro?

      Excluir
    3. pelo q sei a empresa esta mudando de nome e o dp esta uma bagunça só

      Excluir
  82. Caramba mas coo farei para pagar, pois lá na empresa a folha de ponto e fechada diferente, eles pagam de 2 meses retroativos em diante, por isso creio q estou recendo, essa agora deve ser a de dezembro ainda...a empresa me ligará, ou mandará algum comunicado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leticia
      Quando voltar a trabalhar a empresa irá acertar com você.

      Excluir
  83. boa noite...passei na pericia dia 24 de janeiro e foi constatado incapacidade , estou aguardando a correspondência porém quando ligo no 135 me falam que o beneficio está em critica...Gostaria de saber que significa critica? a agencia que fiz a pericia é muito longe, já voltei trabalhar e será que preciso ir na agencia? Estou preocupada Obrigada Daniela

    ResponderExcluir
  84. Rita
    Terá que ir ao INSS ver o que houve.

    ResponderExcluir
  85. Boa. Noite.. Fiz uma cirurgia 14/02 o médico me deu um atestado 15 dias.. e no dia 1/03 está marcado às minhas férias.. vou pode sair de férias normalmente ? Ou perco.. logo que o meu atestado vai até o dia 28/02.

    Abraço Renan

    ResponderExcluir
  86. Bom dia, me chamo Vanessa trabalho ha 9 meses em um cartorio e estou afastada do trabalho desde o dia 16/12/13 pois estou com depressao e sindrome do panico, sofri muita pressao psicologica e estou fazendo tratamento psiquiatrico e psicologico tomando remedios controlados. Fiz uma pericia e o beneficio foi indeferido pq nao tinha a carencia minima de 12 meses de contribuiçao, porem meu contrato de trabalho esta suspenso desde 01/01/2014 e as contribuiçoes eram descontadas pelo meu contra-cheque. sou contratada por uma pessoa fisica queria saber se posso continuar pagando pelo carne? Pois meu psiquiatra disse que nao estou apta para trabalha. se possivel pagar pelo carne seria como contribuinte individual ou facultativo? Qual seria o codigo para trimestral? preciso pagar mais 3 contribuiçoes para fazer uma nova pericia? Obrigada pela atençao !!

    ResponderExcluir
  87. Vanessa
    Não adianta continuar pagando, pois se já esta doente o INSS não irá aceitar esses pagamentos para cumprir a carência que tinha que ter antes de ter ficado doente.

    ResponderExcluir
  88. Renan
    Se a empresa não lhe disser nada pode entrar em férias normalmente, pois não perde as férias por causa de 15 dias de afastamento.

    ResponderExcluir
  89. Oi meu nome é kaila tenho 18 dias de atestado e ja estou quase 1 mes afastada pela empresa e recebo meu salario porem ate o momento nao marcaram a pericia como devo proceder?posso ser demitida?

    ResponderExcluir
  90. kaila, tudo o que precisa saber esta explicado no artigo, leia e entenderá.

    ResponderExcluir
  91. Bom dia!
    Meu pai está na encostado..
    e tem marcada perícia para a próxima terça-feira,
    porém foi internado no hospital..
    como devo proceder, pois ele não poderá comparecer a perícia por estar hospitalizado..
    devo avisar a quem? com quantos dias de antecedência?

    desde já, obrigada!

    ResponderExcluir
  92. Paula
    Terá que ligar para o fone 135 e pedir para remarcar a perícia para que seja feita no forma hospitalar, tem que fazer o quanto antes.

    ResponderExcluir
  93. o inss pode me obrigar a fazer cirurgia? se eu nao fizer perco meu auxilio doença por acidente de trabalho?

    ResponderExcluir
  94. O INSS não obriga ninguém a se tratar ou fazer cirurgia, mas pode cessar o benefício caso a doença esteja estabilizada e a falta de tratamento ou cirurgia não leve a cura e, por isso, ocorra a perpetuação da incapacidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. meu problema não tem cura mesmo com cirurgia, gonartrose nos 2 joelhos
      acordão judicial diz que tenho que ser submetido a reabilitação depois da cirurgia.
      pode ser transformado em aposentadoria?

      Excluir
  95. Estou no seguro desemprego e recebo a última parcela em março e na semana passada tive uma torção forte no joelho e meu medico suspeita que tenha rompido um ligamento, a ressonância pode demorar 6 meses ou mais para ser marcada, o q devo fazer neste caso??

    ResponderExcluir
  96. Osmar, é só não receber mais o seguro desemprego e solicitar o auxílio-doença.

    ResponderExcluir
  97. Prezado Catarino, meu salário atual é em torno de 9500 por mês, e contribuo com o inss desde 1998, por isso gostaria de saber como é feito o cálculo do inss, visto que tive um problema de coluna lombar grave e não quis optar em aderir o auxilio doença devido ao salário, mas se eu entrasse no auxilio doença, quanto eu receberia mais ou menso?

    ResponderExcluir
  98. Se sempre contribuiu com valor igual ao teto sua renda seria de R$ 3.995,00 que é 91% do teto. Para saber como é feito o cálculo da renda veja este link:http://www.consultor-online.com/2012/07/INSS-calculo-renda-auxilio-doenca.html

    ResponderExcluir
  99. Boa Noite!
    Fui demitido com 50 dias de experiencia, 5 dias após a prorrogaçao de mais 45 dias.
    Data de admissao 19 de agosto de 2013 e demissao 09 de outubro de 2013.
    Fiz 3 cirurgias nos pés , 2 no pé esquerdo e 1 no pé direito, estou desempregado e gostaria de saber se tenho 1 ano de estabilidade e direito a afastamento pelo ultimo registro, por fator de ter sido dispensado em meio a experiencia?

    ResponderExcluir
  100. Steve, não tem nenhuma regra especial, se tem tempo suficiente terá direito.

    ResponderExcluir
  101. boa tarde. trabalho na empresa. fertilizantes a dois meses nesse tempo não me deram ferramentas e matérias de segurança e eles. queriam que os serviços fossem feitos nisso tive depressão cid f32,3e fiquei 8 meses afastado. mais o médico da empresa não me liberou pra trabalho por estar com cid f 32,1. em tratamento, tem como o sindicato. abrir. a cat e mudar a espécie. 31 por acidente de trabalho por falta de matérias e pressão. sou eletricista

    ResponderExcluir
  102. Carlos
    É possível, procure o seu sindicato.

    ResponderExcluir
  103. BOA TARDE pagp o inss a 7 meses como autonoma a dois meses estou com depresão grave ja contribui a alguns anos atras com o inss e agora fazia faxina mas por conta da depreção tive q parar de trabalhar ñ tinha registro na careira tomo muitos medicamentos anti depresivos e faço picicoterapia tenho um laudo da piciquiatra e um da picicóloga sera q consigo o auxilio doença com este tempo q paguei até agora ñ consigo fazer nem meus afazeres de casa e tenho dificuldade pra andar estou com 48 anos e penço muito em suicidio por favor me de a resposta em breve obrigada ROSANGELA NUNES DOS SANTOS

    ResponderExcluir
  104. Rosangela
    Somente o INSS poderá lhe dizer se terá ou não direito, pois depende de muitos fatores. Faça o agendamento e veja o resultado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada dr CATARINO pela resposta rapida dia 28 04 22014 erei fazer a pericia espero em DEUS q eu consiga mais uma ves obrigada dr

      Excluir
  105. Bom dia.
    Estou com problema no joelho e não consigo laudo médico por falta de médicos no SUS, após ter faltado diversas vezes sem condições de trabalhar a empresa me demitiu e ainda não consegui sequer um exame na rede de saúde. Como posso agira numa situação dessas? Agora estou desempregado e doente, ou seja, logo posso ser despejado da casa que é de aluguel e vou pra rua, literalmente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Armando. Não sei informar sobre problemas no SUS.

      Excluir
  106. Boa noite, Estou afastada pelo INSS deste 16/01/14 meu beneficio termina agora 16/03/14, liguei na empresa eles me falaram que eu tinha de marca nova pericia, marquei ficou para 30/04/14, não sei como fica estes meses recebo pela empresa ou pelo INSS, posso ser prejudicada na empresa, gostaria de uma orientação.

    ResponderExcluir
  107. Renata
    É muito estranho isso da empresa dizer que tem que marcar nova perícia, quem diz isso é seu médico, se você não estiver curada. Deve receber do INSS.

    ResponderExcluir
  108. ola tenho dois registros na carteira e preciso me afastar por 30 dias ,, como que eu faco para receber os beneficios do inss

    ResponderExcluir
  109. Helio.
    Se trabalha nos dois lugares terá que levar as cartas das duas empresas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ok , mais o inss vai me pagar decorrente as duas empresas ????

      Excluir
  110. Helio. Sim, de acordo com o valor contribuído em cada vínculo.

    ResponderExcluir
  111. Oi boa noite , vou fazer uma cirurgia e vou precisar de 30 dias de licença , se quando eu marcarcar a perícia ela me der uma data q extrapole os 30 dias como faço ? Corro risco do INSS não aceitar só pq já voltei a trabalhar ? E a empresa se o INSS não autorizar como fico perante a empresa pelos 30 dias q fiquei fora posso ser mandada embora por abandono de emprego ?

    ResponderExcluir
  112. Dayana, não existe nada disso, você só pode voltar ao trabalho depois que o INSS lhe der alta e só pode ser demitida depois que voltar ao trabalho.

    ResponderExcluir
  113. Boa noite, gostaria de tirar algumas dúvidas:
    Meu pai é motorista e em novembro teve um problema de coluna e recebeu auxilio doença até dia 15 de janeiro; ele solicitou outra pericia e foi negado. Então ele retornou ao trabalho, e logo após tirou férias, agora após 10 dias de retorno ao trabalho, ainda sente muitas dores nas costas e no braço, sem conseguir trabalhar. Ele passou no médico e está de atestado e pretende pedir novo auxilio doença. Será que ele consegue receber o auxilio, pois ele não tem condições de trabalhar e se o pedido for negado como ele poderá recorrer?
    Fico aguardando uma resposta e obrigada.

    ResponderExcluir
  114. Viviane. Não se pode opinar em matéria médica, mas caso seja negado pode pedir reconsideração e depois recurso. Dor nas costas é muito comum e por isso ele deve levar laudos e exames que indiquem o motivo dessa dor e o tratamento indicado pelo médico.

    ResponderExcluir
  115. oi meu nome e Elusai estou trabalhando a 10 dias na empresa e sofri perda do pedaços de 2 dedos ainda não estava registrado que a empresa deve fazer p/ me dar os devidos cuidados? e possivel fazer um registro retroativo ? obrig. otimo blog

    ResponderExcluir
  116. O INSS costuma não aceitar registro feito depois da pessoa já estar incapacitada.

    ResponderExcluir
  117. Ola estou com 5 meses e meio de gestação, trabalho em uma empresa e minha frequência esta sendo minima, minha medica me disse q nao pode me dar mais de 7 dias de atestado caso o problema seja referente a gravidez, tenho gastrite diarreia as vezes dores no estomago e nas costas pressão BAIXA quase todos os dias, e estou levando muitos atestados mais todos válidos ! as vezes 1 dia, 3 , 4 dias, trabalho 1 ou 2 , e ja não aguento e volto a pegar atestados ! Oq pode acontecer comigo ???? se não estou conseguindo manter frequência.. sei que não posso ser mandada embora por lei, porem minha supervisora que por sinal vive falando coisas.. me disse q a empresa pode ma afastar !! MAIS EU NAO QUERO E NEM POSSO, porquê o inss não ia me afastar nunca por esses problemas e a borocracia será imensa !!! oq eu devo fazer ???? ainda nao verifiquei se oq minha superv. disse é verdade

    ResponderExcluir
  118. Ola Meu nome é Ednalda meu ultimo dia trabalhado foi dia 06/01/2014 com problemas de coluna, hernia de disco, bursite no quadril e desgaste nos dois joelhos. O inss me concedeu o beneficio ate dia 10/02/2014, entrei com pedido de reconsideraçao e foi INDEFERIDO. Meu medico e o do trabalho nao me deram alta. Marquei um pedido de recurso pro dia 26/03/2014. Mas me disseram que é mto demorado e eu sou sozinha com meu filho e pago aluguel. Posso desmarcar este recurso e marcar nova pericia? A empresa pode me demitir justa causa se eu entrar com o recurso e ficar esperando? Me ajude por favor.

    ResponderExcluir
  119. Pode fazer um novo pedido e não precisa desistir do recurso. Quanto aos problemas no trabalho procure o seu sindicato para vejam o que ocorre.

    ResponderExcluir
  120. Francisca
    Não tenho o que dizer, aqui só posso orientar quanto aos benefício do INSS.

    ResponderExcluir
  121. Boa tarde Catarino, Você já tirou uma dúvida minha, agora se possível me dê tua opinião: O que você acha se eu cancelar o recuro e entrar com uma ação contra o INSS, mesmo estando com uma nova perícia marcada?
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  122. Naldica
    Para opinar teria que examinar o processo todo e isso eu não posso fazer. Lembre-se que para entrar na Justiça precisa pagar as custas do advogado.

    ResponderExcluir
  123. Meu auxilio doença ( Depressão ) foi concedido até o dia 14/03/2014. Voltei ao trabalho mesmo nao estando apto, pois achei que iria ser demitido, pois bem não fui.
    Trabalhei três dias, apos isso não consegui ir mais faltei os outros dois. Poço pedir reconstituição do benefício ? O que poço fazer para voltar a receber o benefício ?

    ResponderExcluir
  124. Boa tarde, acabei de voltar de um auxilio doença, fiquei quase 5 meses encostada pelo INSS, gostaria de saber se eu teria algum impedimento de pedir conta e/ ou fazer um acordo com meu chefe? Pois meu problema de saúde não foi causado pelo trabalho, pois tive uma trombose venosa profunda. Gostaria de sair mais recebendo o fgts e o seguro-desemprego, ele podeira fazer isso sem ser prejudicado e a mim também?

    ResponderExcluir
  125. Ediene
    Pode pedir demissão, mas para receber FGTS e seguro desemprego só sendo demitida e isso depende da vontade da empresa.

    ResponderExcluir
  126. Guilherme
    Pode pedir reconsideração antes de ter passado 30 dias da cessação.

    ResponderExcluir
  127. Boa tarde,sofri uma fratura no tornozelo devido uma briga no tra alho.fui demitido e agora a empresa nao quer me dar declaracao do ultimo dia trabalhado por isso nao consigo fazer a pericia no inss.o que fazer?

    ResponderExcluir
  128. jackson
    Só é necessário o formulário indicando o último dia de trabalho para quem é empregado, desempregado não precisa.

    ResponderExcluir
  129. Boa tarde!

    gente tenho um problemão e não sei como resolver, acionamos o Juridico e parece saber menos ainda! rs
    Tenho uma funcionária que foi demitida no dia 12/01/2014, ao realizar o exame médico demissional o médico deu como inapto. Ela foi até o médico dela e ele deu uma carta solicitando ao INSS 90 dias de afastamento. A perícia foi marcada no dia 29/01 e foi concedida o benefício do dia 29/01 até o dia 19/02 (data da perícia). A funcionária foi encaminhada para fazer o exame de retorno ao trabalho e em seguida iamos fazer o desligamento, porém a médica do trabalho novamente deu como inapto, disse que enquanto ela tiver um atestado de 90 dias do médico dela, ela não pode dar como apto. Novamente indicamos a ela agendar nova pericia. Ela marcou, passou em perícia no dia 20/03 e foi concedido do dia 26/02 (data de agendamento) até 06/04. Até o momento não fizemos a readmissão dela e estamos muito confusos quanto aos pagtos. do dia 12/01 que ela foi mandada embora até os primeiros 15 dias nós empresas é quem temos que pagá-la certo? do dia 12/01 ao dia 27/01 somos responsáveis pelo pagamento, a partir dai quem terias que pagar seria o INSS certo? ele deu para ela até o dia 19/02.. a partir dai quem paga ela? do dia 20/02 ao dia 26/02? temos que lançar como estes afastamentos dela? gente estamos perdidos... quando ela voltar dia 06/04 a gente manda fazer o exame de retorno ao trabalho? gente até onde sei, nas empresas que trabalhei o funcionário fazia tudo sozinho, ele dava entrada no INSS, ele ficava correndo atras de marcar as consultas, se não fosse considerado o pedido ele que entrava de novo e a gente só fazia o exame de retorno quando o médico dele desse a carta de alta... já a funcionária bate o pé que nós é quem temos que pagar os períodos que o INSS não concedeu...
    Me ajudem?

    ResponderExcluir
  130. Patrícia
    Um empregado só pode ser demitido se o exame médico demissional der apto, como não deu a demissão não existe, por isso ela continua empregada. A empresa paga os primeiro 15 dias de afastamento e depois ou o INSS paga ou fica sem receber, pois está afastada do trabalho. Quanto tiver alta do INSS e se apresentar ao trabalho poderá ser demitida.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário sobre o blog, caso queira tirar uma dúvida use o Fórum do Consultor, é só clicar na link abaixo:
Fórum do Consultor

Postagens populares