QUERO DOAR R$ 10,00
by

Consultor responde dúvidas sobre pensão por morte.

Consultor responde dúvidas sobre pensão por morte.

A Previdência Social funciona como uma seguradora, pois além de garantir benefícios de longo prazo, como aposentadoria por tempo e por idade, também oferece benefícios que não exigem carência, como é o caso da pensão por morte. Para garantir direito aos dependentes legais um segurado da Previdência Social só precisa estar legalmente registrado e não ter perdido a qualidade de segurado.

Muitas pessoas trabalham e não contribuem à Previdência e quando ocorre uma fatalidade deixam seus dependentes totalmente desamparados. Para manter a qualidade de segurado é preciso que o segurado pague ao menos uma parcela a cada 12 meses. Quem fica 12 meses sem contribuir perde a qualidade de segurado, há exceções, mas essa é a regra geral.

O benefício de pensão por morte é pago a esposa/esposo, companheira/companheiro, filhos menores de 21 anos, filhos maiores de 21 anos quando inválidos, pais ou mães, irmãos. A esposa, legalmente casada e os filhos não precisam comprovar dependência econômica, os demais dependentes precisam comprovar. A pensão por morte também é paga ao companheiro/companheira homoafetivo.

Caso queira saber mais sobre o benefício de pensão por morte convido que leiam os artigos aqui publicados sobre esse assunto e ficando dúvida pergunte ao consultor, basta preencher o formulário abaixo. Se tem conta Google convido que dê um g+1 para ajudar a divulgar este artigo para que mais pessoas possam ser ajudadas.

Caso tenha alguma dúvida use o Fórum do Consultor e faça sua pergunta.



Saiba mais sobre os benefícios do INSS no blog: BENEFÍCIOS DA PREVIDÊNCIA