QUERO DOAR R$ 10,00
by

A Dona de Casa na Previdência Social.

A Dona de Casa na Previdência Social.


O Governo Federal havia autorizado que a Previdência cobrasse uma contribuição de 5% do salário mínimo das donas de casa de baixa renda, porém, essa regra ainda não havia sido regulamentada. A Notícia abaixo, publicada no site da Previdência, indica que já neste mês as donas de casa de baixa renda poderão iniciar suas contribuições ou mudar de plano se já estavam pagando.

A partir de outubro de 2011, as donas sem renda própria e que pertença à família com renda máxima de dois salários-mínimo, aquelas que se dedicam exclusivamente ao trabalho doméstico no âmbito de sua residência, desde que a família esteja inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), podem contribuir para a Previdência Social com a alíquota de 5% sob o salário mínimo.

A inscrição da segurada no CadÚnico é requisito indispensável para que a dona de casa possa contribuir com a alíquota reduzida. A renda da família não pode ultrapassar a quantia de dois salários mínimos mensais.

A segurada que se enquadra no perfil acima deve imprimir a Guia da Previdência Social (GPS) na página da Previdência Social na internet (www.previdencia.gov.br). As inscrições podem ser realizadas também pela Central de Atendimento, pelo telefone 135, ou nas Agências da Previdência Social. O sistema bancário está sendo adequado para aceitar os novos códigos de pagamentos, que serão utilizados na Guia da Previdência Social (GPS).

As donas de casa de baixa renda têm até o dia 15 de cada mês para efetuar o recolhimento junto a Previdência Social. Em outubro, o recolhimento sem multa pode ser realizado de 1º a 17 de outubro, porque o dia 15 será no sábado; portanto, a data de vencimento será na segunda(17).

Benefícios - A dona de casa de baixa renda tem direito aos seguintes benefícios da Previdência Social: aposentadoria por idade (mulheres aos 60 anos), aposentadoria por invalidez , auxílio-doença, salário-maternidade, pensão por morte e auxílio-reclusão. Caso as donas de casa desejem contar as contribuições para efeito de aposentadoria por tempo de contribuição ou emissão de Certidão de Tempo de Contribuição será necessário complementar o recolhimento com a alíquota de 15% do salário mínimo.

Facultativa - A dona de casa que não é de baixa renda pode contribuir para a Previdência Social como facultativa. O valor da contribuição como segurada facultativa pode ser de 11% ou 20%. Se for 11% será sobre um salário mínimo, com direito à aposentadoria por idade. Se optar por recolher sob 20% ,o salário de contribuição varia entre um salário mínimo e o teto máximo de recolhimento.

Saiba sobre o Cadastro Único do MDS

Saiba como preencher a guia GPS para recolher na categoria Dona de Casa.

Caso tenha alguma dúvida use o Fórum do Consultor e faça sua pergunta.


Saiba mais sobre os benefícios do INSS no blog: BENEFÍCIOS DA PREVIDÊNCIA

4 comentários :

elenildecarvalho2008@gmail disse...

como posso me escrever no cadunico

Catarino disse...

Elenilde
Você se cadastra na Prefeitura do seu município, é o mesmo sistema do bolsa-família.

Triele disse...

Catarino, boa noite. Em minhas pesquisas sobre previdencia social, localizei seu blog, e já lhe adianto que é de muito bom gosto. Você está de parabéns. É bem explicativo, principalmente pelas respostas imediatas que você fornece.
Bom, quanto a esta questão de contribuição pela dona de casa, eu gostaria de saber se este CadÚnico deve ser realizado somente junto as prefeituras? Desde já agradeço sua colaboração.

fabiola disse...

O assunto foi muito bem explicado, parabéns.
Estava precisando muito ver esse assunto pra minha mãe.