by

A Previdência Social na Constituição Federal.

INSSConsultorOnLine.A Previdência Social na Constituição Federal

A Previdência Social do Brasil foi instituída na Constituição Federal de 1988 e, após algumas alterações, segue os fundamentos prescritos no artigo 201 que descrevo abaixo. Quem vai prestar concurso para servidor do INSS precisa saber essas regras, pois todos os benefícios existentes hoje estão previstos nesse artigo da Constituição. Este artigo da Constituição é regulamentado pela Lei 8.213/91 e pelo Decreto 3048/99, que você pode ver mais detalhes neste artigo: Consultor Online e a Legislação Previdenciária.

Art. 201. A previdência social será organizada sob a forma de regime geral, de caráter contributivo e de filiação obrigatória, observados critérios que preservem o equilíbrio financeiro e atuarial, e atenderá, nos termos da lei, a: 

I - cobertura dos eventos de doença, invalidez, morte e idade avançada; 

II - proteção à maternidade, especialmente à gestante; 

III - proteção ao trabalhador em situação de desemprego involuntário; 

IV - salário-família e auxílio-reclusão para os dependentes dos segurados de baixa renda; 

V - pensão por morte do segurado, homem ou mulher, ao cônjuge ou companheiro e dependentes, observado o disposto no § 2º.

§ 1º É vedada a adoção de requisitos e critérios diferenciados para a concessão de aposentadoria aos beneficiários do regime geral de previdência social, ressalvados os casos de atividades exercidas sob condições especiais que prejudiquem a saúde ou a integridade física e quando se tratar de segurados portadores de deficiência, nos termos definidos em lei complementar. 

§ 2º Nenhum benefício que substitua o salário de contribuição ou o rendimento do trabalho do segurado terá valor mensal inferior ao salário mínimo.

§ 3º Todos os salários de contribuição considerados para o cálculo de benefício serão devidamente atualizados, na forma da lei.

§ 4º É assegurado o reajustamento dos benefícios para preservar-lhes, em caráter permanente, o valor real, conforme critérios definidos em lei.

§ 5º É vedada a filiação ao regime geral de previdência social, na qualidade de segurado facultativo, de pessoa participante de regime próprio de previdência.

§ 6º A gratificação natalina dos aposentados e pensionistas terá por base o valor dos proventos do mês de dezembro de cada ano. 

§ 7º É assegurada aposentadoria no regime geral de previdência social, nos termos da lei, obedecidas as seguintes condições: 

I - trinta e cinco anos de contribuição, se homem, e trinta anos de contribuição, se mulher; 

II - sessenta e cinco anos de idade, se homem, e sessenta anos de idade, se mulher, reduzido em cinco anos o limite para os trabalhadores rurais de ambos os sexos e para os que exerçam suas atividades em regime de economia familiar, nestes incluídos o produtor rural, o garimpeiro e o pescador artesanal.

§ 8º Os requisitos a que se refere o inciso I do parágrafo anterior serão reduzidos em cinco anos, para o professor que comprove exclusivamente tempo de efetivo exercício das funções de magistério na educação infantil e no ensino fundamental e médio.  

§ 9º Para efeito de aposentadoria, é assegurada a contagem recíproca do tempo de contribuição na administração pública e na atividade privada, rural e urbana, hipótese em que os diversos regimes de previdência social se compensarão financeiramente, segundo critérios estabelecidos em lei. 
§ 10. Lei disciplinará a cobertura do risco de acidente do trabalho, a ser atendida concorrentemente pelo regime geral de previdência social e pelo setor privado.

§ 11. Os ganhos habituais do empregado, a qualquer título, serão incorporados ao salário para efeito de contribuição previdenciária e consequente repercussão em benefícios, nos casos e na forma da lei.

§ 12. Lei disporá sobre sistema especial de inclusão previdenciária para atender a trabalhadores de baixa renda e àqueles sem renda própria que se dediquem exclusivamente ao trabalho doméstico no âmbito de sua residência, desde que pertencentes a famílias de baixa renda, garantindo-lhes acesso a benefícios de valor igual a um salário-mínimo. 

§ 13. O sistema especial de inclusão previdenciária de que trata o § 12 deste artigo terá alíquotas e carências inferiores às vigentes para os demais segurados do regime geral de previdência social.

Saiba mais sobre os benefícios do INSS no site: BENEFÍCIOS DA PREVIDÊNCIA

3 comentários :

  1. é muito bem elaborada a nossa constituição pena que grande parte do que esta la não é cumprido isto é que é triste.

    ResponderExcluir
  2. Trabalho em um Sindicato Rural, na minha cidade onde moro em Salgado de São Felix-PB, a minha reclamação é o seguinte, na minha cidade não tem Agencia do INSS, e a Agencia do INSS que tem fica próximo a minha cidade que é Itabaiana do Norte-PB, só que muitos Beneficio são Indeferidos por negligencias dos técnicos Previdenciários, que Indeferem muitos benefícios chega ser um absurdo, gostaria que a Previdência Social tomassem uma providencia a respeito do trabalho de Agencia Previdenciária.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu blog não tem nada a ver com a Previdência, fica seu comentário como um protesto público.

      Excluir

Deixe seu comentário sobre o blog, caso queira tirar uma dúvida use o Fórum do Consultor, é só clicar na link abaixo:
Fórum do Consultor

Postagens populares