QUERO DOAR R$ 10,00
by

A Ética do Servidor Público.

Consultor em Previdência.Concurso INSS. A Ética do Servidor Público

Quem pretende fazer concurso para servidor público federal precisa saber sobre vários assuntos, um deles é sobre o Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal. O Código de Ética foi instituído pelo Decreto nº 1.171 de 22 de junho de 1994.

O Código de Ética é divido em dois capítulos e o primeiro se divide em três seções:

Seção I - Das Regras Deontológicas – nesta seção são elencados os princípios que dependem da moral e do comportamento do servidor e que não constam em leis, mas que podem afetar tanto o servidor como o cidadão que procura um atendimento no serviço público. São trezes itens nesta seção, tais como:

- A dignidade, o decoro, o zelo, a eficácia e a consciência dos princípios morais são primados maiores que devem nortear o servidor público, seja no exercício do cargo ou função, ou fora dele, já que refletirá o exercício da vocação do próprio poder estatal. Seus atos, comportamentos e atitudes serão direcionados para a preservação da honra e da tradição dos serviços públicos.

- A cortesia, a boa vontade, o cuidado e o tempo dedicados ao serviço público caracterizam o esforço pela disciplina. Tratar mal uma pessoa que paga seus tributos direta ou indiretamente significa causar-lhe dano moral. Da mesma forma, causar dano a qualquer bem pertencente ao patrimônio público, deteriorando-o, por descuido ou má vontade, não constitui apenas uma ofensa ao equipamento e às instalações ou ao Estado, mas a todos os homens de boa vontade que dedicaram sua inteligência, seu tempo, suas esperanças e seus esforços para construí-los.

Seção II – Dos Principais Deveres do Servidor Público. Nesta seção são elencados os deveres do servidor público. Destaco os seguintes:

- Exercer suas atribuições com rapidez, perfeição e rendimento, pondo fim ou procurando prioritariamente resolver situações procrastinatórias, principalmente diante de filas ou de qualquer outra espécie de atraso na prestação dos serviços pelo setor em que exerça suas atribuições, com o fim de evitar dano moral ao usuário;

- Ser cortês, ter urbanidade, disponibilidade e atenção, respeitando a capacidade e as limitações individuais de todos os usuários do serviço público, sem qualquer espécie de preconceito ou distinção de raça, sexo, nacionalidade, cor, idade, religião, cunho político e posição social, abstendo-se, dessa forma, de causar-lhes dano moral;

Seção III – Das Vedações ao Servidor Público. Nesta seção são elencadas as proibições a que os servidores estão sujeitos. Destaco as seguintes regras:

- O uso do cargo ou função, facilidades, amizades, tempo, posição e influências, para obter qualquer favorecimento, para si ou para outrem.

- Permitir que perseguições, simpatias, antipatias, caprichos, paixões ou interesses de ordem pessoal interfiram no trato com o público, com os jurisdicionados administrativos ou com colegas hierarquicamente superiores ou inferiores.

Os procedimentos do servidor público tem que seguir rigorosamente os preceitos éticos, por isso convido que leia o Código de Ética na íntegra e se prepare para o concurso e também para o exercício da função quando for aprovado.

Saiba mais sobre os benefícios do INSS no site: BENEFÍCIOS DA PREVIDÊNCIA

2 comentários :

Massoterapeuta no rio de janeiro disse...

Catarino ,
É muito importante mesmo que haja uma ética
e que os concursandos ja comecem a se inteirar dela , por que a impressão que dá meu amigo é que não existe ética nenhuma e muito menos que ela é do conhecimento dos servidores ( claro que existem excessões ) .

abs
Francisco

Charles Netto disse...

Catarino meu grande amigo amigo é válido seu post, pois faz um alerta que deve ser mantido por todo o Servidor Público a Ética em todos os Serviços Públicos e quem ganha com isso é a nossa Sociedade como um todo, portanto vejo como belíssima sua postagem intitulada "A Ética do Servidor Público".