QUERO DOAR R$ 10,00
by

Como bloquear o acesso a empréstimo consignado no INSS.

Como bloquear o acesso a empréstimo consignado no INSS.

Neste artigo o Consultor em Previdência vai tratar da possibilidade que os aposentados e pensionistas da Previdência Social têm de requerer que seja bloqueado o acesso a empréstimo consignado para evitar possível fraudes em seu nome.

Aposentados e pensionistas podem requerer o bloqueio do seu benefício para acesso à concessão de empréstimo consignado ou a utilização do cartão de crédito. Para isso, o segurado precisa ligar para a Central 135 e agendar o atendimento na Agência da Previdência Social (APS) que mantém seu benefício. O registro do bloqueio deve ser feito pessoalmente, com apresentação de documento de identidade e o número do benefício.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) alerta que essa medida contribui para evitar fraudes nas concessões de empréstimo e que o desbloqueio pode ocorrer a qualquer momento mediante requisição do segurado. O procedimento é o mesmo do pedido de bloqueio e só pode ser feito pessoalmente pelo segurado.

Os empréstimos consignados só podem ser contratados pelo próprio segurado, quem se utiliza de procurador para receber suas mensalidades, ou é representado por tutor ou curador, não poderá realizar empréstimos nessa modalidade.

Caso tenha alguma dúvida faça sua pergunta que será respondida o mais breve possível.

Saiba mais sobre os benefícios do INSS no site: BENEFÍCIOS DA PREVIDÊNCIA

20 comentários :

Thiago disse...

Boa tarde. Meu pai é aposentado e atualmente ele está com tantos empréstimos entre banco e financeiras que ele recebe menos de 50% do valor total do beneficio liquido. Ele não consegue mais se manter com o que sobra visto que vive de aluguel e minha mãe não é aposentada. O que ele pode fazer a respeito? Aguardo orientação. Thiago.

Catarino disse...

Thiago
Essa situação está ocorrendo com a grande maioria dos aposentados que estão endividados além da conta.
Na prática não há o que fazer, pois provavelmente assinou todos os contratos.

Thiago disse...

Mas no caso de estarem tomando parte maior do que os 20 ou 30% do benefício não há realmente nada a fazer?

Catarino disse...

Isso é impossível, o INSS não autoriza de forma nenhuma desconto além dos 30%.

vanessa disse...

Eu recebo pensao por morte do meu pai mas vou fazer 24 anos em maio e tenho um emprestimo consignado em folha de pagamento e agora o que acontece se eu perder meu beneficio

Consultor em Previdência disse...

O banco vai cobrar os valores não pagos.

ana disse...

bom dia, minha filha recebe pensao por morte,mas nao consegui fazer emprestimo sera q é boqueado?tem como desboquear?.obrigada

Catarino Alves disse...

Ana
Pensão por morte paga a menores não está incluída entre os benefícios que podem ter empréstimo consignado.
Aposentadorias

flor disse...

Meus filhos são beneficiario de pensão por morte o cartão é em meu nome e no contra cheque é meu nome porém o cpf é da minha caçula, como faço pra conseguir fazer um emprestimo consignado, uma vez que consta meu nome mas o cpf é da minha filha

Catarino Alves disse...

Flor
Não tem como, pensão por morte não faz parte do contrato que permite empréstimo.

antonio luiz chagas bomfim chagas bomfim disse...

rose meu marido fez emprestimo e sou pcuradora,pois os relatorios medicos o impede de gereciar o dinheiro e outros bens o que fazer agora.

Catarino Alves disse...

Rose
Não entendi sua dúvida, pois se ele fez empréstimo e agora você o representa tem que seguir pagando no nome dele.

MARROM disse...

Boa tarde, estou num dilema enorme. Minha mãe tem 76 anos. Ela é muito inocente e se deixa envolver por qualquer pessoa. Recentemente chegaram em casa 02 faturas do BMG no valor de R$ 1.117,00 cada uma, além de dois cartões de créditos (os quais já consegui cancelar) porém, as faturas, segundo o operador da BMG insistiu em dizer que ela tem que pagar. Ela ALEGA que não fez EMPRESTIMO algum. Mas tenho minhas dúvidas pois ela é danada pra entrar na conversa fiada das funcionárias do BMG que ligam lá pra minha casa e acabam enrolando ela no papo e conseguem fazer o emprestimo. Agora eu pergunto: como pode essas operadoras fazer emprestimo apenas e tão somente via uma ligação. Não se assina contrato? como faço para BLOQUEAR esta financeira e outras evitando que forcem minha mãe em fazer emprestimos? estou vendo a hora em que ela não terá mais dinheiro de pensão para receber com tantos emprestimos que realizou.

Catarino Alves disse...

Para bloquear consignados tem que pedir no INSS, mas tem que ser ela, já outros empréstimos não tem o que fazer, mas se deram o empréstimo é porque ela assinou o contrato.

Jair disse...

Dr. Catarino, Boa Tarde!
Gostaria que o sr. me tirasse mais uma dúvida: Consegui aposentadoria por idade urbana, saí da APS com a carta de concessão na mão, mas esqueci de perguntar ao atendente se já poderia deixar o meu benefício bloqueado para empréstimo. Lembrando que eu ainda não recebi nem o primeiro pagamento.
Eu posso voltar lá e solicitar o bloqueio?
Um abraço.

Consultor Previdenciário disse...

Jair

Pode sim.

socorro lobo disse...

Olá, meu marido tem vários empréstimos consignados e estamos passando por uma situação difícil, ele não sabe quando os empréstimos vão terminar, queria saber se indo ao INSS ele.pode bloquear esses descontos e que tipo se problemas isso acarretará para ele, visto que ja ligamos para as financeiras onde ele.fez os empréstimos e elas não informam nada a respeito dos contratos e algumas delas ja não existem mais e são outros bancos que estão fazendo a cobrança

Consultor Previdenciário disse...

No INSS ele não consegue bloquear os empréstimos, tem que procurar os bancos onde fez e tentar renegociar.

Jair disse...

Dr. Catarino, sou eu de novo, Jair.
A gente quando vai à APS sempre esquece de perguntar alguma coisa. Ainda bem que o sr. existe para tirar as nossas dúvidas.
Dr., com a mesma carta de concessão que eu recebi no ato da aposentadoria, é possível sacar o meu primeiro pagamento no banco? Afinal, nela consta todos os meus dados, bem como o carimbo e a assinatura do funcionário que me atendeu.
De já agradeço, Dr.
Um abraço.

Consultor Previdenciário disse...

Jair

Tendo o número do benefício e sabendo o dia que estará disponível pode sacar sim.